“De Volta aos 15” estreia em fevereiro na Netflix

Maísa Silva estrela sua primeira série na Netflix

“De Volta aos 15” é a nova série da Netflix que no elenco tem Maísa Silva e Camila Queiroz. A história é uma adaptação do livro de Bruna Vieira, que vem fazendo muito sucesso. Na trama, Anita nos seus 30 anos, sente saudade de uma época em que tudo era mais fácil, infeliz, ela encontra o primeiro blog que criou, aos 15 anos de idade.

Nisso, ela deseja voltar a aquela época, fecha os olhos e, ao abrí-los, percebe que seu desejo foi realizado, voltando no tempo para um momento que tanto queria. Embora volte ao passado, ela continua com sua maturidade atual. E como todo mundo que deseja voltar no tempo, a moça passa a querer consertar alguns erros do passado, mudando a vida das pessoas que ela ama. Uma dessas pessoas que deseja mudar o futuro é sua prima, Carol (Klara Castanho) que está envolvida num péssimo relacionamento.

Ela também vai tentar mudar a vida de sua irmã Luiza (Amanda Azevedo) que mostra um jeito de ser só para agradar as pessoas. Anita também resolve dar uma forcinha para os amigos César (Pedro Vinícius) e Henrique (Caio Cabral), que precisam tomar um jeito e saber controlar suas vidas. 

Porém, você voltar ao passado e mudar a história pode causar um efeito no futuro que nem sempre é algo bom.

A série gravada em Paris, segundo a plataforma de streaming, estreia em fevereiro. A adaptação da história foi desenvolvida por Janaina Tokitaka com produção da Glaz Entretenimento.

A Escritora

A escritora e blogueira Bruna Vieira, nasceu em Leopoldina, interior de Minas Gerais, em 1994. Ela atualmente vive em São Paulo desde que, segunda ela, decidiu brincar de gente grande. Quando tinha 15 anos resolveu criar um blog depois que sofreu uma desilusão amorosa. Isso fez com que sua vida tomasse um novo rumo.

O sucesso do blog foi tão grande que seus textos foram parar no seu primeiro livro de crônicas e contos, o “Depois dos quinze”. Além da série de ficção Meu primeiro blog. O amadurecimento nos textos vem no terceiro livro  “A menina que colecionava borboletas”. Quando ela começa a contar sua particular e apaixonante forma de encarar a vida.

Comentários estão fechados.