Uma das obrigações do MEI é realizar a Declaração Anual até a data estipulada. Neste ano, excepcionalmente, microempreendedores terão até o dia 30 de Junho para apresentar a Declaração referente ao ano-calendário 2019.

A seguir, descubra como fazer a Declaração Anual MEI 2020 e fique em dia com o seu empreendimento. 

Como fazer a Declaração Anual MEI 2020: Saiba mais 

Declaração Anual Simplificada para o Microempreendedor Individual (DASN-Simei) deve ser feita anualmente, a partir dos seus faturamentos do ano anterior. 

Em 2020, por conta dos impactos causados pela pandemia do coronavírus, o prazo para entrega da DASN foi prorrogado. 

Portanto, todos aqueles que abriram CNPJ MEI até o fim de 2019 devem entregar a Declaração Anual até o dia 30/06/2020. 

O que é a Declaração Anual? 

A DASN consiste na declaração de todos os ganhos referentes ao ano anterior. Ou seja, o valor bruto de seus faturamentos como microempreendedor, sem incluir descontos de gastos e despesas do negócio. 

Quem deve fazer a Declaração Anual 2020? 

Se você abriu um CNPJ MEI até Dezembro/2019, deverá entregar a sua Declaração Anual a partir desse ano, até o dia 30/06/2020,  independente do valor faturado.

Aqueles que se tornaram MEIs a partir de Janeiro deste ano irão entregar a Declaração apenas em 2021. 

Fique atento! 

O limite de faturamento para microempreendedores individuais em 2019 foi de R$ 81 mil. 

Porém, o valor deverá ser calculado de forma proporcional aos meses em que sua empresa esteve aberta.

Se seu CNPJ MEI está aberto desde Agosto/2019, por exemplo, o seu limite será proporcional ao tempo de abertura.

Declaração Anual MEI 2020

Como fazer a Declaração Anual 2020: o que devo colocar? 

Basicamente, há três informações que devem constar na sua Declaração Anual MEI:

  • Se houve funcionário registrado durante o período;
  • O faturamento nos setores de Comércio, Indústria, Transporte intermunicipal e interestadual ou Fornecimento de Refeições;
  • O faturamento em Prestação de Serviços. 

Veja aqui a lista completas de atividades que podem ter CNPJ MEI em 2020

Para informar os ganhos, uma das melhores e mais fáceis maneiras é consultar as notas fiscais emitidas no ano anterior.

Porém, independente de emitir ou não a nota, realizar um controle financeiro mensal, com os valores recebidos, auxilia no preenchimento da Declaração.

Essa orientação serve tanto para o setor de comércio quanto para o setor de serviços. 

Além de conferir os valores brutos faturados no ano anterior, o MEI também pode checar o extrato bancário, rendimento da conta PJ – Pessoa Jurídica, transações das vendas com maquininha, emissão de boleto para clientes e muito mais. 

Caso você não tenha faturado nada no ano anterior, deverá entregar a Declaração da mesma forma, com o valor zerado. 

Como fazer a Declaração Anual 2020: Passo a passo 

Após descobrir mais sobre as informações que devem constar, saiba como fazer a Declaração Anual MEI, passo a passo. 

É simples e rápido entregar a sua DASN 2020! Seja através do aplicativo MEI Fácil ou no site, é possível preencher a Declaração de forma prática e assim cumprir com suas obrigações enquanto MEI. 

DICA EXTRA  DO JORNAL CONTÁBIL : MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. 

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com contador e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. 

Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Conteúdo Original por MEIFACIL