Como a pandemia ainda está com seus índices elevados, o que leva as pessoas a continuarem praticando o isolamento social e o distanciamento. O Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN) decidiu alongar por mais tempo o prazo de vencimento dos trâmites de obtenção da CNH.

CNH

O órgão já havia confirmado a ampliação temporária de 12 meses para 18 meses, em março deste ano.

“Entendíamos que a pandemia seria passageira e breve, mas ela está se estendo mais do que se imaginava”, conforme informou o diretor do DENATRAN, Frederico de Moura Carneiro.

A medida se faz necessária devido o processo de obtenção da CNH está bem atrasado nos estados por conta das aulas teóricas e práticas estarem suspensas. O que afeta diretamente os candidatos que inciaram o processo antes de acontecer a pandemia do novo coronavírus.

Frederico de Moura disse que, os detalhes e a decisão oficial sobre o adiamento dos processos da CNH serão publicados no Diário Oficial da União.

Carteira Nacional de Habilitação (CNH) – Processo

Quando a pessoa deseja obter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), deverá passar por avaliação psicológica e exame de aptidão física e mental como visão, força muscular, coração, pulmão e saúde mental.

Depois, o candidato deve fazer o curso teórico, com 45 horas/aula, e ser aprovado no exame. Logo depois, começam as aulas práticas. Vale ressaltar que a aprovação em uma etapa permite fazer a etapa seguinte.

Quando o candidato é reprovado no exame teórico ou prático, terá que aguardar por 15 dias para realizar novo exame. Sendo que, ele não precisará repetir as etapas anteriores nas quais tiver sido aprovado, desde que o processo esteja dentro da validade.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil