Descubra como funciona o Sistema de Previdência Alemão

0

Segundo dados do Ministério das Relações Exteriores, há mais de 102 mil brasileiros vivendo em terras germânicas e, esse número cresce a cada dia.

Dessa forma, com tantos brasileiros morando na Alemanha é normal que surjam questionamentos previdenciários.

Por isso, nesse post, vamos explicar sobre o Sistema de Previdência Alemão, conhecido como Deutsche Rentenversicherung e a utilização do Acordo Previdenciário entre Brasil e Alemanha.

Sistema de Previdência Alemão

O Sistema de Previdência Alemão possui várias possibilidades de aposentadoria.

Entretanto, inicialmente cabe ressaltar que é necessário cumprir um prazo mínimo de carência (contribuição) de 05 anos, para requerer a aposentadoria na Alemanha.

Contudo, dependendo do tipo de aposentadoria, esse prazo se estende para 15, 35 ou 45 anos. Por isso, é muito importante se atentar para cada requisito de aposentadoria.

Em relação às possibilidades de Aposentadoria, o Seguro Previdenciário Alemão concede aposentadorias por incapacidade laboral, por idade e pensão por morte.

Quanto à aposentadoria por idade, essa se divide em vários tipos, vejamos:

  • Aposentadoria regulamentar por idade;
  • Aposentadoria por idade para segurados com um número muito elevado de períodos contributivos;
  • Aposentadoria por idade para segurados com períodos contributivos de muitos anos;
  • Aposentadoria por idade para mulheres;
  • Aposentadoria por idade devido a desemprego ou após um período de trabalho de tempo parcial em idade avançada.

Utilização do Acordo Previdenciário Internacional Brasil e Alemanha

Você poderá utilizar o tempo de contribuição do Brasil para solicitar qualquer aposentadoria por idade na Alemanha.

Para melhor compreensão, vamos a um exemplo prático:

Manoela tem 67 anos e 11 anos de contribuição junto ao INSS no Brasil e 25 anos de contribuição na Alemanha.

Somando o período de contribuição do Brasil com a Alemanha, Manoela possui 36 anos de contribuição, assim, utilizando o período contributivo no Brasil, Manoela poderá requerer o benefício de Aposentadoria por idade para segurados com períodos contributivos de muitos anos na Alemanha, pois atingiu o tempo de contribuição e a idade necessária.

Interessante não é mesmo?

Mas atenção! Apenas é considerado o tempo de contribuição do Brasil e não os valores das contribuições junto ao INSS.

Inclusive, além do tempo de contribuição do Brasil, o trabalhador poderá utilizar períodos contribuídos em qualquer País da União Europeia, do Espaço Econômico Europeu e da Suíça para formar um benefício de aposentadoria na Alemanha.

Dica para Brasileiros residentes na Alemanha

Se você não tem todo o tempo de contribuição para se aposentar tanto pela Alemanha quanto pelo Brasil, o Acordo Previdenciário é uma opção, como falamos antes, porém, precisa ser analisado, caso a caso, para saber se você terá vantagens ou não em levar o seu tempo de contribuição do INSS para o Sistema de Previdência Alemão e vice-versa.

Como especialistas no assunto, é normal presenciar o relato de muitos brasileiros que se aposentarem sem planejamento, com base apenas em informações superficiais, e perderam assim a oportunidade de ter uma aposentadoria mais vantajosa financeiramente e depois ficaram arrependidos da sua escolha.

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Fonte: Domeneghetti