A maioria dos empreendedores aprende na base da tentativa e erro. Entretanto, a maior parte desses erros é antigo, recorrente e muitas vezes, outros já cometeram. Mas como aprender com os erros antigos? Estudando os ensinamentos clássicos da administração e os adaptando para a sua realidade, selecionamos alguns conceitos que podem te ajudar!

1. O que é um negócio
O maior dos pensadores da Administração, Peter Drucker, o negócio é uma organização que existe para desenvolver clientes. E o lucro, não é a explicação, nem a causa do comportamento e das decisões de um negócio, mas sim, o resultado para a sua validade.

2. Qual é o seu negócio
Theodore Levitt, um dos principais professores de administração de Harvard, cita um exemplo interessante das empresas ferroviárias, que estava entre as maiores corporações dos Estados Unidos no século XIX e drasticamente desapareceram ou reduziram no século seguinte, já que acreditavam que estavam no negócio de ferrovias, e não no de transportes. Você deve entender que sua empresa atua no mercado da solução e não, no de um produto ou serviço em si. Esta pegadinha ocorre até hoje para os que não entendem que a Cacau Show também concorre com O Boticário, já que as duas oferecem produtos considerados presentes pelos consumidores.

3. Como vender mais com menos esforço
A empresa precisa tomar decisões a respeito de variáveis controláveis em quatro dimensões: Produto, Preço, Praça e Promoção. O problema do uso dos 4Ps é que a empresa não deveria mirar apenas na venda em si. O alvo correto é no cliente fiel ao produto, que compra, é leal à marca e ainda divulga para seus amigos e conhecidos.

4. Como criar a melhor empresa
Só se cria a melhor empresa por meio de colaboradores motivados, caso contrário, a organização será apenas uma obra de ficção mercadológica. O que motiva mesmo os funcionários são aspectos como a perspectiva de crescimento, desenvolvimento pessoal, responsabilidade e identificação com o propósito da empresa.

5. Plano de negócio
Atualmente, há uma corrente de empreendedores que atacam o plano de negócio, mas se esquecem de que a parte mais importante não é o P de plano, mas de PDCA (Planejar, Executar, Verificar e Agir/ do inglês: PLAN – DO – CHECK – ACT). O PDCA é um ciclo que se planeja o que deve ser feito, executa-se o que foi planejado, avalia-se o que foi feito e tomam-se as ações para manter o que funcionou bem e corrigir o que precisa ser melhorado no próximo ciclo de planejamento.

Os conceitos clássicos elevam as perspectivas e, por isso, criam novos horizontes para os empreendedores visionários.

Fonte: http://ajema.com.br e http://blognasajon.com.br/2015/02/25/descubra-os-5-conceitos-essenciais-para-todo-empreendedor/

[useful_banner_manager banners=7 count=1]