Detran altera processo de obtenção da carteira de motorista

Algumas alterações importantes foram realizadas recentemente, tornando a metodologia para emissão do direito de dirigir mais didática.

Os Departamentos Estaduais de Trânsito (Detrans) dos estados propõem mudanças em suas normas e regras para garantir a manutenção do processo de aquisição da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Algumas alterações importantes foram realizadas recentemente, tornando a metodologia para emissão do direito de dirigir mais didática. O objetivo é tornar o processo menos burocrático.

Sendo assim, os motoristas devem sempre estar atentos às notícias que envolvem o órgão de sua região para que não sejam pegos desprevenidos durante o processo de obtenção da carteira de habilitação.

Lembrando que muitas modificações no processo acontecem apenas no estado de origem e não possuem impacto no resto do país. Por isso, sempre busque o máximo de informações no órgão de sua região para evitar maiores dores de cabeça.

Obrigatoriedade dos simuladores

No Detran do Mato Grosso do Sul, uma das mudanças anunciadas inclui o fim do uso obrigatório do simulador para quem for tirar a habilitação na categoria B.

Mesmo com a nova regra, as unidades que oferecem o serviço ainda podem disponibilizar o recurso para os alunos que tiverem interesse. O objetivo é garantir uma redução nos gastos para quem precisa tirar a CNH pela primeira vez.

Redução na carga horária das aulas práticas

Nessa mudança que diz respeito ao tempo mínimo de aulas práticas obrigatórios, o período caiu de 25 horas/aula para 20 horas/aula no caso da categoria B, o que resulta em um processo de habilitação mais curto e simples.

Para aqueles que optarem pelo uso do simulador, além das 15 horas exigidas em percurso de vias públicas, também deverão ser cumpridas 5 horas adicionais, totalizando 20 horas de simulação.

Comentários estão fechados.