De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o varejo brasileiro deve crescer 5,2% em 2019, e o Dia das Mães, segunda maior data varejista do ano, deve ser uma das grandes responsáveis por alavancar o setor, já que no ano passado, o aumento foi R$ 2,2 bilhões no período. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2018, 56% da população pagou até R$ 100,00 para comprar um presente, 17% investiram entre R$ 100 a R$ 200 e 18% gastou acima desse valor.

Segundo a iugu, plataforma online para automação financeira, um dos cases que possui é de uma loja de jóias, que somente no período que antecedeu ao Dia das Mães no ano passado, teve um aumento de 27% nas vendas comparado com o mesmo período de 2017. Ao mesmo tempo, um espaço de yoga e um varejo de vinhos cresceram 20% e um site de eventos e shows vendeu 10% a mais, devido a data. “Para um período de grande movimentação do e-commerce como o Dia das Mães, é comum acontecerem pequenos problemas que podem ser cruciais na hora da venda. O maior deles, talvez, seja a sobrecarga de acessos da plataforma e principalmente a flexibilidade do pagamento”, afirma Patrick Negri, CEO e fundador da iugu.

Negri explica que, muitas vezes, o cliente abandona a compra no carrinho, aparentemente sem motivos, mas que isso está relacionado a diversos fatores. Então quais são os melhores meios de se resolver cada um? Confira algumas dicas dadas para ter um bom faturamento no Dia das Mães:

Recompensas

Com tanta concorrência, saem na frente lojas que ofereçam diferenciais para surpreender e agradar os clientes. Segundo uma pesquisa da consultoria global Nielsen, para 45% dos consumidores brasileiros a devolução de dinheiro é a recompensa mais valorizada. O Méliuz, empresa que devolve parte do valor gasto em compras em mais de 1600 lojas físicas e online, devolveu, somente em 2018, mais de R$ 45 milhões aos brasileiros.

Plataforma de vendas

Uma plataforma de vendas organizada, preparada e personalizada está pronta para atender as demandas específicas dos clientes para encontrarem os produtos que desejam mais facilmente. Isso também evita o trava-trava na navegação e sobrecargas de acesso na página, melhorando a experiência do consumidor.

Segurança

Em épocas sazonais, como o Dia das Mães, infelizmente é comum acontecerem compras fraudulentas e uso de cartões de crédito clonados. Quem arca com o prejuízo é o lojista, que precisa investir em soluções de alto nível tecnológico, que combinem todas as principais técnicas de análise de risco como verificação de dados cadastrais e de pagamento, fingerprint, inteligência artificial e monitoramento do comportamento de navegação.

Facilidade de pagamento

É normal em datas comemorativas os lojistas enfrentarem problemas com demandas financeiras, por isso é preciso pensar em serviços personalizados e que vão diminuir as barreiras na implementação de pagamento digital, desde o processamento e antecipação de recebíveis até a conciliação financeira. Além de ser mais eficiente, ainda diminui os custos da operação.

Cliente

Garantir a satisfação do cliente nem sempre é tarefa fácil, mas garantir uma boa experiência de compras é no mínimo, necessário. Aposte na sinceridade, transparência na publicação de comentários e boa comunicação entre marca, loja e consumidor. Este é um dos pontos chave para fidelização do cliente.