Dica de viagem: O que fazer na África do Sul

0

Está procurando dicas para o que fazer na África do Sul? Então saiba que África do Sul oferece muitas atrações para pessoas de todas as idades, com destaque para o  Kruger Park (com seus emocionantes safáris) e a Cidade do Cabo (ou Cape Town), com suas belas paisagens, vinícolas e espetaculares passeios nos arredores. Sun City, Rota Jardim, Johanesburgo e Durban são outras atrações imperdíveis, principalmente para quem pode fazer  viagens mais longas (a partir de 10 dias).

Abaixo, seguem as recomendações da Top Brasil Turismo sobre o que fazer na África do Sul. Aproveite as nossas dicas e boa viagem!


CAPE TOWN

Cape Town (ou Cidade do Cabo) – segunda maior cidade em área territorial e a terceira mais populosa da África do Sul – é um destino que costuma fascinar os visitantes com sua natureza exuberante, cercada de belas praias e montanhas. Cape Town destaca-se, ainda, por oferecer passeios imperdíveis, gastronomia saborosa, charmosa rede hoteleira, arquitetura moderna, povo bastante receptivo, e uma área central com belos parques, avenidas limpas e amplas e arranha-céus high-tech contrastando com edifícios coloniais. Por tudo isso, a Cidade do Cabo é um  roteiro que faz parte de todo pacote para África do Sul.

o que fazer na áfrica do sul

O QUE FAZER NA CIDADE DO CABO

O que fazer na Cidade do Cabo (ou Cape Town)? Este destino turístico oferece uma infinidade de atrações tanto na sua área central como nos arredores. Assim, para melhor aproveitamento de sua viagem para Cape Town, relacionamos algumas dicas de viagem para você explorar, da melhor forma possível, o destino mais famoso da África do Sul e um dos mais bonitos do mundo. Em função de grande número de atrações, recomendamos ficar no mínimo 4 noites na Cidade do Cabo.

Waterfront

Waterfront (ou Victoria & Alfred Waterfront) é atração turística mais visitada de Cape Town. Trata-se de um antigo porto totalmente remodelado onde a cidade tem vida intensa. O Waterfront é um dos pontos mais vibrantes da cidade, contando com uma grande variedade de bistrôs, cafés, lojas, hotéis, restaurantes e um rico espaço público, por onde circula gente do mundo inteiro. Uma intensa programação cultural, com apresentação de boa música local e danças típicas, acontece ali durante todo o ano. É de lá que saem os barcos para diversos passeios e onde acontece a festa de ano novo com a tradicional queima de fogos. Também é no Waterfront que está o Two Oceans Aquarium. Este famoso aquário de Cape Town conta com mais de três mil espécies marinhas, incluindo tubarões, tartarugas, focas, peixes de todas as cores e pinguins. Para os mais aventureiros, é possível mergulhar na área reservada aos tubarões e ficar frente a frente com os predadores.

Table Mountain

Table Mountain (ou Montanha de Mesa) é a atração mais fotografada do país. O nome se deve aos seus 1086 metros de altura e aos três quilômetros de comprimento, lembrando uma enorme mesa plana no seu topo. Quem sobe lá de carro, a pé ou de teleférico ganha de presente a incrível vista de toda a cidade e fica fácil de entender por que ela é considerada uma das mais belas do mundo.

Long Street

Uma boa dica é sentir a atmosfera vibrante da Long Street, principal rua de Cape Town. Esta famosa rua é marcada por sua bela arquitetura, restaurantes, mercados, cafés, lojas e tudo o que um centro histórico merece. Também é uma ótima opção para aproveitar a noite em Cape Town, com seus inúmeros bares com música ao vivo, comediantes e leitura de poesia.

Camps Bay

Camps Bay é a praia mais badalada e bonita da Cidade do Cabo, ponto de encontro de modernos e descolados, seja para aproveitar o sol num dia quente de verão ou para curtir os bares e restaurantes num happy hour após um longo dia de trabalho. Ao caminhar pelo calçadão da praia o visitante tem a impressão de que a Cape Town é o melhor anfitrião para quem chega á África do Sul.

Bo Kaap

Outro lugar imperdível em Cape Town é o Bo Kaap, ou Bairro Malaio como ficou conhecido. Com suas mesquitas e casas coloridas, tem uma maioria muçulmana descendente de escravos que vieram de Java e da Malásia e que conservam bastantes suas tradições.

Compras em Cape Town

Visitar os mercados de Cape Town é uma delícia. Alguns em especial. O Watershed, aberto diariamente, é uma opção nova para encher as sacolas na região de Waterfront e adquirir tecidos, artesanato e objetos de decoração. O Old Biscuit Mill funciona aos sábados e tem boa oferta de produtos orgânicos, comida, bebidas e artigos típicos. O Greenmarket Square, o mais tradicional, virou atração turística para quem passa pela região central de segunda sábado – por isso tem suvenires, artesanatos e muito entretenimento. O Waterfront, citado acima, oferece um shopping center luxuoso, com muitas lojas. Na badalada Bree Street, o South African Market, popularmente chamado de SAM, reúne trabalhos dos designers top do país especializados em moda, joalheria, cerâmica, móveis e tecidos. Além de ser um ótimo endereço para adquirir produtos modernos e de qualidade, oferece uma variedade incrível de espaços gastronômicos. Já o St. George’s  Mall é um calçadão com banquinhas de suvenires, artesanato e objeto de arte. Cape Town é, também, o melhor lugar para comprar os vinhos sul-africanos. As enotecas e lojas especializadas mais consagradas contam, inclusive, com experts para auxiliar com informações sobre produção, uva e safra, além de indicar os vinhos mais adequados para cada gosto e estilo.

o que fazer na áfrica do sul

Ônibus Double Deck

Uma boa dica é conhecer os melhores pontos turísticos de Cape Town em um ônibus double deck.  São dois percursos distintos: o Blue Bus tem uma rota mais longa que o Red Bus porque ele faz a volta na Table Mountain. Enquanto o Red Bus fica mais na parte central da cidade. Ambos funcionam em sistema hop-on-hop-off, com embarque e desembarque em locais definidos da rota, mas á livre escolha do passageiro.

Arredores de Cape Town

Os arredores de Cape Town oferece, também, muitas atrações, tais como passeio histórico a Robben Island (prisão onde Mandela esteve preso),  visita à Península do Cabo (Cabo da Boa Esperança), visita a Bouder Beach (praia  de pinguins), visita ao Jardim Botânico (Kirtenbosch) tour pelas vinícolas (degustação de vinhos), entre outras opções de passeios turísticos.

Robben Island

Robben Island é local onde o grande líder Nelson Mandela e seus companheiros passaram anos presos, durante o período de luta contra o apartheid. Hoje a ilha é um dos principais pontos turísticos de Cape Town. Robben Island fica em Table Bay, a 12 quilômetros da cidade, e o acesso é feito por ferrie-boats que saem do Waterfront. Lá se encontra o museu que conta e preserva a história do país, além de ser um importante santuário que abriga diversas espécies de animais.

Cabo da Boa Esperança

Cabo da Boa Esperança ainda carrega uma espécie de aura, seja pela simbologia de sua localização privilegiada, seja pelas belezas naturais. Localizado no extremo sul da Península do Cabo, num belíssimo parque nacional onde não é raro encontrar animais selvagens como babuínos, ele pode ser mais bem observado a partir do imponente Cape Point, montanha mais próxima. De lá é possível avistar as areias branquíssimas de False Bay, a baia dos surfistas, sentir a força dos ventos e ver onde, supostamente, as águas geladas do Atlântico se encontram com as correntes quentes do Índico.

Praia dos Pinguins

Voltando do Cabo da Boa Esperança para Cape Town pelo leste da Península, você encontrará a famosa  praia dos pinguins. Um passeio imperdível! Parece cenário de filme; uma bela baia de águas turquesa e areias brancas moram uma colônia de 2100 pinguins, das mais raras do mundo.

o que fazer na áfrica do sul

Jardim Botânico de  Kirtenbosch

Há quem diga que o Jardim Botânico de Kirtenbosch, situado atrás da Table Montain, e distante 13 quilômetros do centro de Cape Town, é o mais bonito do mundo. Fundado em 1913, ele foi o primeiro instituído para preservar a flora nativa de um país – por alí estão cinco dos seis biomas existentes na África do Sul.

Vinícolas da África do Sul

Também nas proximidades de Cape Town, fica uma das mais importantes regiões vinícolas da África do Sul: Stellenbosch, famosa pela suas construções tipicamente holandesas tombadas pelo Patrimônio Histórico e ruas com carvalhos alinhados. Os deliciosos vinhos produzidos seduzem os turistas para rotas de degustação nas vinícolas assim como experimentar receitas típicas da cozinha regional, eleita a mais saborosa da África do Sul.


SAFÁRIS NA AFRICA DO SUL

Uma viagem à África do Sul seria incompleta sem incluir ao menos a experiência de fazer um safári em busca dos Big Five, como são conhecidos os cinco mamíferos de grande porte encontrados nas savanas sul-africanas. Para quem não dispõe de tempo pra maiores deslocamentos, o Rhino and Lion Nature Reserve fica a 40 km de Joanesburgo e oferece tours em jipes que circulam por áreas abertas onde é possível ver leões, zebras e tantos outros animais africanos. Para um safári mais completo, recomendamos a Reserva de Pilanesberg, próximo a Sun City. Porém o ponto alto de um safári no país é a província Mpumalanga, na fronteira com Moçambique. É ali que se encontram áreas verdes e selvagens como o Krueger National Park e a Sabi Sand Reserve que, juntos, totalizam 2 milhões de hectares. Para mais informações sobre safáris  consulte o nosso  post  Safári na África do Sul.

o que fazer na áfrica do sul

JOANESBURGO

Joanesburgo (também conhecida como Johannesburgo ou Joburg)  é uma metrópole de 4 milhões de habitantes, a maior cidade da África do Sul. Joanesburgo, a primeira vista, parece pouco atrativa e com um clima frenético pouco convidativo. Mas bastam algumas horas no destino para o visitante se convencer de que, a cidade oferece muitas atrações turísticas, principalmente na parte cultural e histórica. Para um melhor aproveitamento da viagem, recomendamos ficar no mínimo duas noites em Joanesburgo.

O que fazer em Joanesburgo

O que fazer em Joanesburgo? Confira nossas dicas e prepare-se para uma viagem única, com muitas descobertas e novas experiências.

Passeio histórico em Joanesburgo

Um passeio histórico é uma parada obrigatória para entender melhor essa fascinante cidade que começou a escrever a sua história no final do século 19 com uma corrida alucinada por pedras preciosas.

https://www.topbrasiltur.com.br/wp-content/uploads/2016/12/Joanesburgo.jpg

Assim, não deixe de explorar endereços emocionantes como o Apartheid Museum, um espaço multimídia que homenageia Nelson Mandela. Para ampliar a história deste importante líder negro, não deixe de visitar a sua antiga casa que está aberta para o público em Soweto. Esse tradicional bairro periférico abriga outro clássico da cidade, o Hector Pieterson Memorial, museu que relembra os duros anos de segregação racial e perseguição policial.

Townships em Joanesburgo

Outra pedida é fazer uma visita guiada (nunca sozinho) a uma das townships da cidade  (comunidades subdesenvolvidas e profundamente ligadas à história do país, representando a luta dos negros contra o apartheid).

Soweto

Soweto é a township mais tradicional e famosa da África do Sul. Além de seu significado histórico, em Soweto  o turista encontra  restaurantes, museus, shebeens (bares) e atividades ao ar livre. Os shebeens das townships são ótimos lugares para conhecer os moradores locais e com eles interagir, assim como experimentar as cervejas tradicionais produzidas localmente.

Complexos hoteleiros em Joanesburgo

Além da riqueza cultural e histórica, Joanesburgo destaca-se, ainda, por oferecer complexos hoteleiros com cassinos, restaurantes, bares e enormes áreas de entretenimento.

Compras em Joanesburgo

E para quem quer aproveitar a estadia em Joanesburgo para compras, o destino oferece alguns dos melhores shoppings da África. As lojas oferecem de tudo, desde roupas, cosméticos, joias e marcas de sapatos internacionais até os mais modernos aparelhos eletrônicos. Estes shoppings não se limitam a compras: os visitantes podem combinar compras com o que há de melhor em termos de restaurantes, cinemas, teatros e até mesmo parques de diversão.

Red Bus em Joanesburgo

Uma boa dica em Joanesburgo é utilizar um Red Bus, meio de transporte que leva os passageiros pelos pontos turísticos da cidade. Na compra do ticket você pode usar o ônibus o dia inteiro. Você pode, por exemplo, descer  no ponto que quer parar e depois pegar o próximo ônibus quanto terminar de visitar o lugar. Você pode incluir, também, um segundo passeio que vai para Soweto. Então você desce no ponto determinado (Gold Reef City) e pega uma van que leva até os principais lugares de Soweto com um guia junto. Você pode escolher descer da van para visitar os museus ou não. Caso decida descer o guia vai junto explicando sobre os locais e toda a história de Soweto vinculada ao Apartheid.

Pretória

Se sobrar tempo em Joanesburgo recomendamos,  também, um passeio de  bate e volta à  Pretória (capital administrativa da  África do Sul e distante cerca de 50 km de Johanesburgo). Em Pretória, confira a sua arquitetura europeia, as largas avenidas enfeitadas com jacarandás e os edifícios governamentais com  belos jardins que podem ser visitados pelo público.


SUN CITY

Sun City é um complexo de hotéis que fica localizado na província de North-West, cidade de Rustemburg, a cerca de 190 km de Johanesburgo. Além dos hotéis o complexo Sun City, destaca-se, ainda por oferecer: cassino, praia artificial, parque aquático, restaurantes, passeios de safári, passeio de balão, campo de golfe, centro de compras e muitas outras atrações.

Os hotéis de Sun City variam entre 3 a 5 estrelas, com exceção do Palace of the Lost City que é o hotel seis estrelas da África do Sul (o primeiro hotel seis estrelas do mundo).

Para pessoas que não possuem o poder aquisitivo necessário para se hospedar no The Palace of the Lost City, é  possível fazer um tour no hotel com guia. O hotel é muito luxuoso, com fontes enormes em formatos de bichos, cores fortes com temas africanos, pinturas e esculturas de animais, uma piscina aquecida enorme e um restaurante gigante.

Os outros hotéis do complexo Sun City são:

– Cascades: hotel mais próximo do parque aquático e localizado ao lado de uma floresta tropical.
– Sun City: primeiro dos 4 hotéis a ser construído em Sun City, com restaurantes e cassino.
– Cabana: Esse hotel tem um ambiente mais familiar, com jardins e um lago que pode ser visitado por qualquer hóspede de Sun City.


DURBAN

Durban fica localizado no litoral sudeste da África do Sul e a 588 quilômetros de Johannesburgo, sendo considerada o terceiro centro urbano da África do Sul, com 3 milhões de habitantes.

Durban destaca-se, ainda pelo ótimo clima – o sol brilha lá quase todo o ano e a média de temperatura varia entre 19 e 25 graus e pelas praias aquecidas pelas correntes quentes vindas de Moçambique, sempre a apenas 2 ou 3 graus abaixo da temperatura ambiente.

Uma das atrações de Durban é o Golden Mille – com 6 quilômetros de extensão – considerado  um dos points   preferidos para os praticantes de surf, mas também para famílias, turistas e pescadores. Ali há um misto de beleza natural com excelente estrutura turística, formada por um belo calçadão, resorts modernos, bares, restaurantes, feirinhas de artesanato e passeios de riquixá (típico meio de transporte em que uma pessoa puxa uma carroça de duas rodas).

Durban é também considerada a maior comunidade indiana fora da Índia. As influências estão por toda a parte: no comércio, na gastronomia, na língua, na arquitetura e nos museus e templos. Um bom exemplo é o Victoria Street Market, onde indianos espalhados em mais de 170 stands vendem de tudo: temperos, chás, carnes, peixes, sáris (traje típico das mulheres indianas, constituído de uma longa peça de pano que envolve e cobre todo o corpo), objetos de decoração.   E é esta mistura que faz da cidade de Durban um lugar ainda mais especial.


ROTA JARDIM

Rota Jardim é um belo trecho de 316 quilômetros entre Cape Town e Port Elizabeth, margeando os oceanos Atlântico e Índico. A Rota Jardim tornou-se um concorrido destino turístico, marcado por exuberante vegetação, charmosos vinhedos, bons restaurantes com comidas típicas, charmosos hotéis e esportes de aventura. E no lugar dos leões e outros grandes animais terrestres, na Rota Jardim você encontrará baleias, pinguins, focas e tubarões brancos.


ÁFRICA DO SUL INFORMAÇÕES ÚTEIS

Confira abaixo informações úteis para você planejar a sua viagem para África do Sul!

Clima na África do Sul

As estações correspondem aos mesmos períodos no Brasil, já que a África do Sul também se encontra no hemisfério sul. Portanto, de dezembro a fevereiro (verão) os dias são caracterizados pelo calor com chuvas à tarde. É neste época que, também, Cape Town (a sua cidade mais famosa) está mais vibrante. O outono (março a maio) é considerado a melhor época do ano, já que as chuvas diminuem e a temperatura continua quente. Durante o inverno (junho a agosto), geralmente seco, os dias de sol mais longos. Já a primavera (setembro a novembro) é espetacular para aqueles que gostam de observar as flores, principalmente nas províncias do Cabo.

África do Sul Preços

A África do Sul destaca-se, ainda, por ser um destino com preços baixos, comparando com outros destinos internacionais; sendo considerada uma ótima alternativa para gastar menos em viagens para o exterior, principalmente em diárias de hotéis, restaurantes e vinhos em geral. Come-se e bebe-se a preços inimagináveis no Brasil. Um bom jantar para duas pessoas com vinho incluído, por exemplo, fica em torno de US$ 35 num bom restaurante da cidade.

África do Sul Visto

O turista brasileiro é dispensado de visto na viagem para África do Sul e pode permanecer no país por até 90 dias. Pede-se, apenas, o passaporte com validade mínima de seis meses da data do embarque e, ao menos, duas páginas em branco, lado a lado.

África do Sul Vacinas

Exige-se avacina contra febre amarela para brasileiros que viajam para África do Sul (aplicada, no mínimo 10 dias antes da viagem), acompanhada do certificado Internacional de vacinação.

África do Sul Moeda

A moeda da África do Sul  é o rand.  Na cotação de 06/05/2016, 1 dólar valia 15,09  rands. O câmbio pode ser realizado em bancos, aeroportos, ou em alguns hot Fazer câmbio é fácil. Os bancos têm guichês de câmbio por toda parte, com cotações bastante próximas.

Hotéis, restaurantes e lojas aceitam cartões, mas é bom ter dinheiro em espécie para usar nas compras de valor mais baixo.

África do Sul Idioma

O idioma oficial da África do Sul é o Africâner, porém praticamente toda sua população utiliza o inglês para se comunicar. Existem também mais de 10 dialetos sendo utilizados em alguns povos.

África do Sul fuso horário

O fuso horário na África do Sul é cinco horas a mais em relação ao horário de Brasília, considerando a cidade de Joanesburgo.

África do Sul horas de voo

Aproximadamente 10h20 de voo (South African Airways) de São Paulo para Cape Town, com conexão em Joanesburgo (não foi calculado o tempo de espera da conexão).

África do Sul Religião

A religião predominante na África do Sul é o cristianismo


PACOTES DE VIAGEM AFRICA DO SUL

Gostou das nossas dicas de viagem para África do Sul, então confira as nossas opções de pacote África do Sul com aéreo! Clique nos links abaixo para saber mais informações!

Pacote África do Sul com Guia Promocional
Pacote África do Sul em Reservas Privadas
Pacote África do Sul com Vinícolas
Pacote Réveillon Africa do Sul com Guia Brasileiro