Dicas para contornar a inadimplência no seu negócio!

Esta crescente onda de incapacidade de pagamentos é extremamente prejudicial para todos os envolvidos

Nos últimos anos, a inadimplência vem se tornando uma das principais vilãs do fluxo de caixa das empresas. Severamente impactada por diversos fatores externos, como a inflação e o aumento de desemprego, o número de brasileiros endividados e inadimplentes vem elevando cada vez mais e, preocupando a operação e investimentos de muitas companhias. Contornar esse cenário pode parecer uma missão impossível frente à falta de perspectivas para a economia nacional – mas, possível de ser combatida por meio de certas ações estratégicas nos negócios.

Abrangendo tanto pessoas físicas quanto jurídicas, os casos de inadimplência registrados no país estão se agravando. Em março de 2021, dados publicados pelo G1 mostram um total de 62,65 milhões de brasileiros endividados – o equivalente a cerca de 57% da população adulta. São mais de R$ 253 bilhões de dívidas, segundo o Mapa da Inadimplência e Renegociação de Dívidas no Brasil, das quais muitos encontram dificuldades em quitar.

Esta crescente onda de incapacidade de pagamentos é extremamente prejudicial para todos os envolvidos. Para os clientes, além de terem seu nome sujo, encontrarão mais dificuldade em adquirir empréstimos e outras operações que dependam de instituições bancárias. Para as empresas, sua saúde financeira será cada vez mais impactada, impedindo investimentos em áreas estratégicas para o crescimento do negócio, prejudicando o faturamento mensal e, consequentemente, aumentando o risco da companhia se endividar no mercado. Um efeito cascata que, sem o devido cuidado, pode se tornar complexo de ser revertido.

Por que a inadimplência vem crescendo?

Não há como atribuir a responsabilidade do aumento da inadimplência à apenas um culpado. Mas, o frustrante cenário econômico nacional é, sem dúvidas, um dos principais influenciadores dessa onda. Em um levantamento realizado pela Austin Rating, o Brasil se tornou o quarto país do mundo com a maior taxa de desemprego – mesmo com uma tendência de queda, ainda temos mais que o dobro da taxa média global e, também, o pior dentre os integrantes do G20.

Dificultando ainda mais, os preços de inúmeros produtos e serviços não param de aumentar. A redução do poder de compra da população é atingida por diversos lados, impossibilitando que grande parte das pessoas tenham condições de arcar com suas dívidas. Sem o devido planejamento, as contas apenas tenderão a se acumular cada vez mais, danificando não apenas os próprios consumidores, mas também as companhias que, perderão constantemente clientes com condições para adquirir seus produtos.

Como combater a inadimplência no seu negócio?

Reverter este cenário pode ser uma tarefa difícil para muitas empresas e, até mesmo, desanimador ao analisarmos tantos dados preocupantes. Contudo, seu negócio pode se blindar contra perdas severas para sua operação por meio de um bom planejamento interno. Segundo o Banco Central, a preocupação com a inadimplência deve ser redobrada a partir do momento em que ela se encontrar acima de 5% na sua empresa, levando em consideração os pagamentos não quitados com mais de 90 dias de atraso. Uma vez atingida essa situação, é preciso saber como agir a fim de evitar sua piora.

A cobrança preventiva é uma das estratégias mais utilizadas para essa finalidade – com o objetivo de lembrar o cliente sobre o vencimento de uma compra e ajudá-lo a evitar o pagamento de juros. Aqui, um cuidado fundamental deve ser tomado: a cobrança não pode ser feita apenas com notificações incessantes acerca da dívida – mas sim, trazer um olhar humanizado para o processo, conscientizando o consumidor sobre a importância de manter os pagamentos dentro do prazo.

Para contribuir ainda mais nessa eficácia, os canais de comunicação devem, obrigatoriamente, fazer parte dessa estratégia. Os agentes virtuais são importantes ferramentas que trazem excelentes resultados para esta cobrança – com inteligência suficiente para entender o melhor momento de contatar o devedor e oferecer as melhores opções de pagamento conforme sua necessidade. Em conjunto, o SMS e o e-mail também podem trazer resultados assertivos. O primeiro permite o envio de mensagens para qualquer dispositivo, mesmo diante da falta de internet – basta que o aparelho esteja conectado à uma operadora para o sucesso do envio.

Ter uma visão positiva para a diminuição da inadimplência se torna complicado diante do atual cenário econômico, o que torna essencial adotar tais ações para evitar danos irreparáveis nas empresas. É imprescindível mostrar empatia a todo o momento, que a empresa se preocupa que o cliente mantenha seu nome limpo e tenha um bom futuro financeiro. Com uma boa organização estratégica e comunicação clara sem invasões, todos podem ser beneficiados.

Por Marcos Guerra, Superintendente de Receita e Marketing na Pontaltech, empresa de tecnologia especializada em comunicação omnichannel.

Fundada em 2011, a Pontaltech é uma empresa de tecnologia especializada em comunicação omnichannel que ajuda empresas a automatizar e escalar seus atendimentos com um portfólio composto por diversos canais digitais e de voz. 

Comentários estão fechados.