DMPL: entenda o que é e qual a sua importância para as empresas

0

Manter as contas da sua empresa em dia é um dos passos para garantir o sucesso do seu empreendimento. Sendo assim, são utilizadas as demonstrações contábeis para que os fatos da organização possam ser divulgados. 

Para isso, você pode utilizar a DMPL (Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido), que tem como objetivo gerenciar os recursos do seu patrimônio líquido, como o próprio nome já diz. 

Mas se você acha que apenas as empresas de grande porte precisam controlar seu patrimônio líquido, saiba que isso também deve ser feito pelos pequenos e médios empreendimentos, o que auxilia no seu desenvolvimento e fortalecimento junto ao mercado. 

Desta forma, fazer a Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido auxilia na tomada de decisões mais assertivas. Por isso, neste artigo vamos te explicar melhor a DMPL e como ela funciona. Acompanhe!

O que é DMPL

A Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido se trata de um tipo de relatório contábil, onde constam informações sobre o patrimônio corporativo. Esta demonstração substituiu a Demonstração de Lucros e Prejuízos Acumulados (DLPA). 

Essas informações também estão relacionadas a outros documentos da empresa e funciona como um complemento do Balanço Patrimonial que também é essencial para manter o controle de custos e acompanhar seu patrimônio.

Businessmen in a meeting are deeply reviewing a financial reports for a return on investment or investment risk analysis.

No entanto, não confunda os dois termos, visto que o Balanço Patrimonial é responsável por demonstrar como está o patrimônio da empresa em um determinado período. Por sua vez, a DMPL demonstra de forma completa como as decisões que interferem no patrimônio, pois, apresenta dados relacionados às reservas de capital, de lucros, de reavaliação, capital social e lucros ou prejuízos acumulados.

Vale ressaltar que fazer a Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido não é obrigatório, no entanto, as empresas  de capital aberto precisam apresentá-la, segundo determina a instrução n. 59/1986.

Isso porque as empresas podem acompanhar as variações no patrimônio líquido o também proporciona segurança aos investidores da Bolsa de Valores, por exemplo. Para que você entenda melhor, veja as funções da DMPL: 

  • Acompanhamento do desenvolvimento e evolução do patrimônio;
  • Monitoração da influência do patrimônio no mercado;
  • Ajuda a determinar quais serão as estratégias adotadas para o crescimento da empresa no mercado.

Mutações nas contas patrimoniais

As contas patrimoniais constam todas as informações do empreendimento e se referem aos ativos; passivos e o patrimônio líquido. Elas também são úteis para o empreendedor, que deve saber como funcionam a fim de acompanhar o desenvolvimento de sua companhia. 

Falamos acima que a DMPL garante uma visão sobre como os recursos são geridos e mostra com detalhes as variações de cada período analisado. Sendo assim, é importante acompanhar as entradas e saídas de recursos, os lucros que são distribuídos e as reservas, podendo haver variações que podem alterar o patrimônio líquido. 

Dentre as situações que podem motivar a alteração do patrimônio líquido está o acréscimo ou redução do lucro ou do prejuízo; as doações resultantes de investimentos recebidos, além de prêmio em debêntures, integralização de capital, valor de bônus que pode ser resultante da alienação de partes beneficiárias; dentre outros elementos. 

Então, veja aqueles que não fazem alteração no patrimônio líquido: utilização do lucro e das reservas para aumentar o capital; assim como as transferências das reservas patrimoniais para a conta de lucros e/ou prejuízos acumulados, etc.

Balanço Patrimonial 

Por falar em relatório, temos ainda o Balanço Patrimonial que ressaltamos acima. Ele também demonstra a situação financeira da sua empresa, considerando os ativos e passivos de um determinado período.

É considerado um demonstrativo financeiro muito importante para o empreendimento, pois, são listados todos os recursos, direitos e investimentos da empresa. Desta forma, é possível verificar se o empreendimento está gerando lucros ou tendo prejuízos, para saber qual é o melhor momento para se fazer investimentos ou a necessidade de controlar os gastos.

Por isso, tenha sempre as suas contas patrimoniais em dia para que possa elaborar o seu Balanço Patrimonial e demais relatórios da sua empresa, a cada exercício social. 

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Por Samara Arruda