Dois outros casos de variantes Ômicron foram identificados no DF

Trata-se de um casal de viajantes que chegou a Brasília, na segunda-feira (14), em voo direto de Cancún para a capital federal.

A Secretaria de Saúde anunciou na manhã desta sexta-feira (17) que o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-DF) identificou dois casos positivos da variante Ômicron, por meio de sequenciamento genômico. 

Trata-se de um casal de viajantes que chegou a Brasília, na segunda-feira (14), em voo direto de Cancún para a capital federal.

Os dois testaram negativo quando entraram no DF, e a mulher fez outro teste na manhã de segunda-feira, que deu positivo para covid-19.

Os viajantes entraram em contato com o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde-DF (Cievs-DF) que coletou os resultados dos testes de PCR dos dois.

As amostras foram sequenciadas pelo Lacen-DF, e os resultados foram divulgados na manhã desta sexta-feira e encaminhados ao Instituto Adolfo Lutz, referenciado pelo Ministério da Saúde para apuração.

O homem tem entre 20 e 29 anos e a mulher entre 30 e 39 anos estão com sintomas leves e permanecem isolados.

Ambos receberam duas doses da vacina Pfizer.

O Cievs-DF aguarda a lista de tripulantes a ser encaminhada pelo Ministério da Saúde para monitorar aqueles que se sentaram próximos aos dois viajantes.

O Cievs-DF e o Lacen-DF têm atualmente um protocolo para monitorar todos os casos suspeitos de covid-19 em voos internacionais.

Nesta sexta-feira (17), um novo viajante internacional confirmou que teve sua amostra confirmada para covid-19 e o sequenciamento foi iniciado para identificação da variante.

O mesmo é um passageiro vindo do Canadá, após ter feito conexão no Panamá.

Comentários estão fechados.