Dúvidas sobre o Balanço Patrimonial? Nós respondemos todas aqui

0
587

não conheçam a sua real importância para uma empresa.

Portanto, a contabilidade gerencial afirma que o balanço patrimonial é um dos registros contábeis que contribui para o sucesso de qualquer negócio, afinal, é possível analisar os índices de liquidez de suas contas.

Ficou interessado no assunto? Deseja conhecer mais sobre o balanço patrimonial? Então, este conteúdo foi desenvolvido especialmente para você. Confira!

O QUE É BALANÇO PATRIMONIAL?

Por definição, o balanço patrimonial é um relatório contábil formalizado após o registro de todas as operações financeiras de uma pessoa jurídica em um determinado período.

Dessa forma, esse relatório contábil é responsável por demonstrar toda a situação patrimonial, por meio das contas ativo, passivo e patrimônio líquido de uma entidade contábil.

Portanto, é considerado pelos contadores uma excelente fonte de informações, que otimiza o planejamento financeiro de sua empresa!

QUAL A SUA IMPORTÂNCIA PARA AS EMPRESAS?

Caso você, empreendedor, deseja verificar a atual situação financeira de sua empresa, é interessante acompanhar o balanço patrimonial dela, pois, é por meio dele que todas as contas são organizadas, classificadas e apuradas.

Desse modo, é possível você ter conhecimento de posições patrimoniais, como, por exemplo: bens, direitos e obrigações.

Outra importante contribuição desse registro contábil é que ele comprova a capacidade financeira do seu negócio, caso você necessite de licitações, empréstimos bancários, além de contribuir para a tomada de decisão em seus negócios.

COMO AS CONTAS DO ATIVO SÃO CLASSIFICADAS?

Se você deseja compreender o que é balanço patrimonial, é necessário entender a classificação de suas contas. Portanto, as contas do ativo são classificadas em ordem de liquidez, partindo dos ativos que podem ser transformados em capital facilmente. Sendo assim, o ativo será dividido da seguinte maneira:

ATIVO CIRCULANTE

Trata-se das contas que uma empresa tem a receber. Dessa forma, podem ser frequentemente alteradas — por exemplo, títulos a receber, estoque e aplicações financeiras.

ATIVO NÃO CIRCULANTE

Refere-se às contas que possuem menor liquidez em relação aos bens do circulante. Portanto, podem ser exemplificas como: valores a receber em longo prazo, investimentos e ações em outras empresas.

ATIVO PERMANENTE

Consiste nas contas que dificilmente serão convertidas em dinheiro, pois são recursos destinados à atividade da organização, como, por exemplo, máquinas, equipamentos e patentes.

E DE QUE FORMA AS CONTAS DO PASSIVO SÃO CLASSIFICADAS?

Já, as contas do passivo são classificadas conforme suas obrigações a serem liquidadas, ou seja, similar à classificação das contas feitas no ativo. Contudo, o passivo tem uma diferença em sua estrutura: ao invés de contar com o grupo das contas do permanente, possui as contas do patrimônio líquido.

PASSIVO CIRCULANTE

Representa as contas cuja empresa tem a obrigação de cumpri-las em curto prazo. Desse modo, podem ser representas como salários, fornecedores e impostos.

PASSIVO NÃO CIRCULANTE

Refere-se às obrigações em longo prazo, podendo ser exemplificas da seguinte maneira: empréstimos, financiamentos e duplicatas a pagar

PATRIMÔNIO LÍQUIDO

Trata-se do grupo onde consistem os valores da abertura de uma empresa. Suas principais contas são: reservas de lucro, capital social integralizado e reservas de capital.

Por Consead

DEIXE UMA RESPOSTA

Coloque seu comentpario
Coloque o seu nome

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.