É melhor declarar os impostos de forma completa ou simplificada?

0

Hoje vamos abordar uma dúvida bastante comum aos contribuintes, relacionado ao momento que for preencher a declaração do IR, afinal é melhor qual é o melhor modelo tributário?  O modelo completo ou simplificado? Continue conosco que na matéria de hoje vamos explicar um pouco mais sobre este assunto. 

Modelo completo 

O modelo completo é interessante optar por ele para as pessoas que têm despesas, como: 

  • Filhos;
  • Escola particular;
  • Plano de saúde;
  • Contribuição para a previdência privada.

Pois, todas essas despesas são dedutíveis, podendo ser abatidas no imposto devido, em relação a gastos com saúde, não há limite de valor para a dedução, mas é necessário que as despesas estejam devidamente comprovadas. 

Modelo Simplificado 

Se você não tem filhos e nem gastos com escolas e nem saúde, o melhor modelo para optar é o simplificado, pois, o mesmo é aplicado um desconto padrão de 20% sobre a base de cálculo do imposto, limitado a  R$16.754,34.

Formulário único

Antigamente os contribuintes tinham a obrigação de fazer as simulações com os dois formulários e isso consequentemente exigia muito tempo e trabalho, além de gerar muita dor de cabeça.

Mas foi otimizado pela receita federal este processo de preenchimento do IR, sendo através de um único formulário. 

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Recomendação de especialistas 

A recomendação é que você continue preenchendo os campos da declaração como se estivesse fazendo o antigo modelo completo, colocando todos os dados, como, despesas relacionadas à educação, saúde, pagamento de pensão alimentícia e contribuição para previdência privada.

Não faço ideia de qual modelo escolher, o que fazer?

O programa mostra qual é a melhor opção, ele te ajudará a fazer a melhor escolha para reduzir o imposto a pagar ou aumentar a restituição.

Feito o preenchimento no campo de declaração, em especial as rendas que foram atingidas, despesas realizadas, clique na janela “Opção pela Tributação”, no canto inferior esquerdo do programa. 

Mas suponho que seja a opção “por desconto simplificado” para mostrar menos imposto ou uma restituição maior, é simples! Clique nela que automaticamente o programa irá desconsiderar as despesas informadas e aplicará o desconto padrão de 20% no cálculo do imposto.

É importante ressaltar para que esteja atento (a) e não esquecer de informar os rendimentos e gastos dos dependentes. 

Sendo necessário também:

Informar as fontes de renda dos seus dependentes, como:

  • Aposentadoria;
  • Salário;
  • Pensão alimentícia.

Os valores vão aumentar a base de cálculo do seu imposto, mas é importante não deixar de colocar na sua declaração.

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Por Laís Oliveira