Home Carreira É melhor ter o próprio negócio ou ser empregado?

É melhor ter o próprio negócio ou ser empregado?

Especialista em gestão empresarial, Carlso Titton

Me diga: quem nunca pensou em abrir o próprio negócio e mandar o mundo corporativo às favas?

Irritação com o chefe, com o cliente, com a empresa como um todo ou mesmo um sonho distante de mudar de ares são só alguns motivos para querer mandar tudo para o alto e começar um negócio próprio.

Eu, que tenho experiência dos dois lados do jogo, confirmo o que muitos dizem: virar dono da própria empresa não é nada fácil. Como tudo na vida, essa empreitada tem um bônus claro, mas carrega junto um ônus.

Muitos pensam que esse é o caminho para se livrar do chefe, mas deixa eu avisar: não é. Na minha própria empresa, eu tenho dezenas de chefes. Clientes, fornecedores, gerentes de banco, parceiros, clientes dos clientes e todos os demais stackholders são meus chefes, já que cobram e palpitam sobre o meu trabalho. E não é pouco não, hein!

Você pode não ser demitido, mas a empresa toda pode quebrar. O que é pior?

E mais. Quando as coisas andarem mal, você não tem ninguém para jogar a culpa: a culpa é toda sua!

Por outro lado, você tem a liberdade de tomar todas as decisões, conduzindo a empreitada do jeito que achar mais conveniente. Eu admito: o prazer nisso é enorme e a satisfação com os bons resultados é maior ainda.

Tenha em mente que, para empreender, é preciso coragem de encarar riscos e realizar um planejamento minucioso. Todos os grandes empreendedores enfrentaram problemas até solidificarem os seus negócios.

Mas é importante ser ponderado na hora de largar a carreira de funcionário para se tornar dono do próprio negócio.

Por fim, deixo uma dica. Você pode seguir o caminho do meio: desenvolver o Senso de Dono é um jeito de ser o dono do próprio negócio mesmo sendo funcionário. Já escrevi sobre o assunto.

Explico: ao desenvolver essa habilidade, você agirá com a mesma paixão, determinação e vontade que demonstraria no seu próprio negócio. Com alguns bônus e alguns ônus.

No final das contas, o foco no negócio e a geração de resultados são algo que precisa se tornar um mantra no mundo dos negócios, independente do modelo de negócio com que você trabalha.

É uma questão de escolha, como quase tudo na vida.

 

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.