ECF: Quando e como recuperar a escrituração anterior

0

No conteúdo de hoje vamos esclarecer como e quando recuperar a ECF “Escrituração Contábil Fiscal”.

Continue conosco e entenda.

SPED

Esta sigla quer dizer “Sistema Público de Escrituração Digital” , o mesmo trouxe uma inovação que é a utilização dos saldos e contas da ECD para preenchimento inicial da ECF, juntamente da recuperação dos saldos finais da ECF anterior, com o objetivo de fazer o abatimento com os saldos iniciais da escrituração atual. 

Escrituração Contábil Fiscal Anterior

Nesta escrituração o Bloco E é composto pelas informações recuperadas anteriormente, quanto pelo cálculo fiscal dos dados recuperados da “Escrituração Contábil Digital”

Portanto, esse bloco não é preenchido pela empresa, é o próprio “Programa Gerador/Validador da Escrituração”, o mesmo faz preenchimento dos dados com base na recuperação da ECF e da ECD. 

ECF: Registro E010: Saldos Finais Recuperados da ECF Anterior 

Este registro armazena as informações provenientes dos registros L100/L300 ou P100/P150 ou U100/U150 da ECF do período imediatamente anterior.

Registro E015: Contas Contábeis Mapeadas

Já este, armazena as informações provenientes dos registros k155/k156 da ECF do período imediatamente anterior. 

Registro E020: Saldos Finais das Contas na Parte B do e-Lalur da ECF Imediatamente Anterior.

Para este, é feito a recuperação dos saldos finais das contas da parte B do e-LALUR que serão replicados automaticamente pelo sistema para o registro M010/M500. 

Quando a Escrituração Contábil Fiscal deve ser recuperada? 

Vamos listar quando é necessário recuperar a ECF. Veja! 

Designed by @wichayada / Freepik
Designed by @wichayada / Freepik
  • Quando a forma de tributação for Lucro Real ( Registo 0010: FORMA-TRIB=1);
  • Quando a data inicial da ECF (Registro 0000: DT_INI) do atual período for diferente de 01/01/2014;
  • Quando o indicador de situação de início do período (Registro 0000: DT_SIT_ESP) for igual a “0” (Regular – Início no primeiro dia do ano) ou “2” (quando remanescente de cisão ou realizou incorporação).

Como recuperar a Escrituração Contábil Fiscal anterior? 

Para isso você poderá realizá-lo através do PGE da ECF,  sendo primeiramente por meio do menu Escrituração, opção “Recuperar ECF Anterior”. 

Ao clicar nesta opção, você será direcionado para a seguinte tela:

Você poderá escolher as opções: 

  • Recuperação de contas contábeis vinculadas , para as contas referenciais, quando for marcadas: PGE da ECF que irá sobrepor os dados do Bloco J ( Plano de contas e Mapeamento);
  • Para recuperar dados cadastrais e outros registros, se houver. 

Caso o programa verifique uma escrituração contábil fiscal na base de dados, o mesmo já apresentará a escrituração para ser recuperada, em outros casos, clique em localizar e escolha o arquivo assinado e transmitido da ECF. 

Ressaltando que se a empresa estiver a obrigatoriedade da escrituração contábil, é necessário realizar a recuperação do arquivo da ECD do ano-calendário, pois, em outros casos, o PGE da ECF apresentará erro. 

Pronto! Feito esta recuperação, agora é fazer a validação, gerar para a entrega, assinar e transmitir a escrituração.

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Por Laís Oliveira