EFC: Aprenda a preencher os registros da Escrituração Contábil Fiscal

Você conhece todos os detalhes importantes sobre a Escrituração Contábil Fiscal? Se ainda não conhece, ao ler este artigo, com certeza, você estará dominando o assunto.

0

Novidades e prazo: ECF 2020

Neste ano, algumas alterações importantes foram feitas na Escrituração Contábil Fiscal.

Conheça as alterações abaixo:

  • novo registro para apresentar a visão sintética do controle de saldos das contas padrão da parte B do e-LALUR e e-LACS; 
  • esclarecimentos destinados às cooperativas; 
  • abertura do arquivo ECF no Excel; 
  • inclusão de novas linhas referente ao percentual de presunção do lucro presumido; 
  • inclusão de código de qualificante; 
  • inclusão de linhas nos registros N620, N630, N660 e N670.

Com relação ao prazo ECF 2020, a Receita Federal publicou a Instrução Normativa RFB nº 1.422, prorrogando o prazo de entrega.

O prazo antigo era dia 31 de julho.

Agora, é possível fazer a entrega até dia 30 de setembro de 2020.

Lembrando que essa entrega da Escrituração Contábil Fiscal é ferente ao ano-base 2019.

Essa e outras alterações de prazos na entrega de obrigações está acontecendo devido à crise instaurada pelo novo Coronavírus

Em especial, a alteração do prazo na entrega da ECF ocorreu depois de vários pedidos de contribuintes, pois os profissionais de contabilidade e empreendedores precisariam entregá-la junto com a ECD, também no dia 31 de julho devido sua prorrogação.

O que é ECF (Escrituração Contábil Fiscal)?

A Escrituração Contábil Fiscal é uma obrigação acessória que substitui a Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ) e o Livro de Apuração do Lucro Real (LALUR). 

O objetivo dessa escrituração é auxiliar e interligar dados contábeis e fiscais referentes à apuração do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL). 

Além disso, a ECF agiliza o processo de entrega de informações ao Fisco e é muito mais eficiente para a fiscalização, pois faz o cruzamento de dados digitalmente.

A ECF é composta por blocos de informações responsáveis pela validação e apuração o imposto de renda, a contribuição social, dentre outras informações acessórias que não são dispostas em outras obrigações fiscais:

  • 0: Abertura e identificação da pessoa jurídica, com a referência do período
  • C: plano de contas, mapeamento para plano de contas referencial e saldos mensais recuperados da ECD – Escrituração Contábil Digital
  • E: Informações recuperadas da ECF anterior e cálculos fiscais dos dados recuperados da ECD
  • J: Mapeamento do plano de contas contábil usado para o plano de contas referencial
  • K: Saldos das contas contábeis e referenciais
  • L: Balanço patrimonial, com o lucro líquido e lucro real
  • M: Livros eletrônicos e-LALUR e e-LACS da pessoa jurídica tributada pelo lucro real
  • N: Cálculo do IRPJ e da CSLL, com base no lucro real
  • P: Balanço patrimonial, demonstração do resultado e IRPJ e a CSLL pelo lucro presumido
  • Q: Demonstrativo do livro caixa
  • T: IRPJ e CSLL com base no lucro arbitrado
  • U: Demonstração do resultado das empresas imunes ou isentas
  • V: DEREX, a declaração de uso da moeda estrangeira
  • W: Relatório País-a-País
  • X: Informações econômicas da pessoa jurídica
  • Y: Informações gerais da pessoa jurídica
  • 9: Encerramento do Arquivo Digital.
Escrituração Contábil Fiscal

Quem está obrigado a ECF?

De maneira geral, uma grande parte das pessoas jurídicas no Brasil são obrigadas a entregar o conjunto de documentos.

Confira a lista com as especificações:

  • Optantes pelo Lucro Real;
  • Optantes pelo Lucro Presumido;
  • Optantes pelo Lucro Arbitrado;
  • Empresas imunes e isentas.

Exceções:

  • Órgãos públicos, Autarquias e Fundações públicas;
  • Pessoas Jurídicas Inativas;

Multa por atraso na entrega da Escrituração Contábil Fiscal

Em caso de atraso ou omissão na apresentação, empresas tributadas pelo regime Lucro Real estão sujeitas a uma multa equivalente 0,25%, por mês-calendário ou fração, do lucro líquido antes do IRPJ e da CSLL, limitado a 10%. 

Já as empresas não enquadradas no lucro real, as multas são as seguintes:

  • 0,5% do valor da receita bruta da pessoa jurídica no período a que se refere a escrituração, para os que não apresentarem a declaração;
  • 5% sobre o valor da operação correspondente, limitada a 1% do valor da receita bruta da pessoa jurídica no período a que se refere a escrituração, aos que omitirem ou prestarem incorretamente as informações referentes aos registros e arquivos; e
  • 0,02% por dia de atraso, calculada sobre a receita bruta da pessoa jurídica no período a que se refere a escrituração, limitada a 1% desta, aos que não entregarem no prazo estabelecido.

Empresas que tiveram receita bruta total no ano anterior, igual ou inferior a R$ 3,6 milhões, não poderão sofrer multa com valor superior a R$100 mil.

Agora, para as demais empresas, a multa é limitado a R$ 5 milhões.

Como preencher os registros da ECF

Ao preencher a Escrituração Contábil Fiscal, é preciso seguir o layout apresentado no manual de orientação da declaração.

No manual em questão está descrito todas as etapas para a entrega, além de informações se for preciso retificar as informações da declaração.

É uma tarefa complexa e exige que as informações estejam corretas e detalhadas ao máximo possível.

Uma forma de facilitar isso é, antes de preencher a ECF, lembrar que a ECD, Escrituração Contábil Digital, é pré-requisito dessa escrituração.

Ou seja, você pode diminuir a quantidade de informações preenchidas se recuperar as informações referentes aos lançamentos da ECD.

Além disso, você consegue diminuir possíveis erros.

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Fonte: Vhsys