Em setembro o INSS vai liberar o benefício automático de R$ 1.045

0

Na verdade, o Instituto quer mais agilidade nos pagamentos aos segurados que ganham ações judiciais junto à autarquia.

INSS

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), em parceria com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), vão liberar a partir deste mês a implementação automática do Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas) no valor de R$ 1.045 a idosos e pessoas com deficiência, de baixa renda.

Análise de processos

Análise dos processos judiciais para recebimento de benefícios junto ao INSS exige a participação integrada de servidores. Mas, nos primeiros meses de 2020, aconteceu um aumento de número de decisões prolatadas pela Justiça Federal com necessidade de implementação, chegando a 200 mil.

Lívia Perez, auxiliar da presidência do CNJ, disse que a busca pela implementação Judicial automatizada será feita de maneira segura em tempo hábil, evitando que expirem.

“Com a automação, uma ordem judicial que hoje pode levar meses para ser cumprida, virá a ser implementada em horas”, destacou Perez. Além disso, erros no suporte da demanda também serão menos recorrentes.

Atendimento presencial

Se nada mudar, no dia 14 de setembro, as agências do INSS reabrirão para atendimento presencial. Enquanto isso não acontece, você poderá continuar usando o atendimento remoto (site e aplicativo Meu INSS, ou pela central telefônica 135).

O INSS avisa que, mesmo após a retomada nas agências físicas, os canais virtuais continuarão disponíveis, visto que as opções se mostraram eficientes durante o período de isolamento social mais restrito.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil