Um verdadeiro exército de profissionais, dos mais diversos ramos de atividade, atualmente lutam incansavelmente pelas suas sobrevivências explorando os mais variados nichos do segmento de pequenos reparos.

São especialistas nas áreas de hidráulica, construção civil, indústria automotiva, pintura, entre outros profissionais que decidiram – muitas vezes após décadas de serviços prestados a grandes empresas como Ford, Loctite, MRV Engenharia, entre outras –  explorar eles mesmos um determinado setor.

Com um investimento inicial que varia entre R$15.000,00 e R$30.000,00 já é possível dar o “pontapé inicial” no negócio de pequenos consertos domésticos.

E esse valor deverá cobrir despesas como capital de giro, taxa de franquia, outros encargos relativos à instalação, contratação de profissionais, compra de materiais, entre outros custos.

Mas para levar a bom termo um processo de abertura de franquia de pequenos reparos será preciso seguir uma inevitável burocracia. 

O candidato deverá construir um plano de negócios, assinar uma Circular de Oferta de Franquia (COF), um contrato, um pré-contrato, receber o manual com todas as exigências da empresa franqueada, além de outras providências.

O prazo mínimo para que uma franquia como essa comece a dar lucro gira em torno de 6 meses a 1 ano – a depender do ramo de atividade escolhido. E o faturamento poderá oscilar entre R$30.000,00 e R$35.000,00, com lucro líquido estimado de R$10.000,00 a R$15.000,000 mensais.

Na opinião de Luis Stokler, diretor da consultoria BaStockler, a característica desse tipo de empreendimento de funcionar em um setor de serviços faz com que os lucros almejados sejam praticamente certos; isso sem contar a menor burocracia, isenção de inúmeros encargos e a facilidade de gerenciamento que caracterizam o setor de serviços.

Uma preocupação que deverá ter todo empreendedor que deseje abrir uma empresa como essa diz respeito à qualidade dos profissionais contratados. Será necessário contratar os melhores no setor de hidráulica, construção civil, elétrica, pintura, jardinagem, entre outros segmentos.

Essa será a sua equipe, a qual enviará para cada residência que solicitar algum desses serviços. 

E a fidelização dos clientes talvez seja a tarefa mais importante para os que pretendem estabelecer-se em um segmento que já começa a tornar-se aquecido, muito por causa do chamado “boca a boca”, que é o que faz toda a diferença em qualquer ramo de atividade.

Com relação às vantagens de empreender nesse segmento, a alta procura pelos serviços de pequenos reparos em praticamente todas as capitais brasileiras, especialmente na cidade de São Paulo e região metropolitana, pode ser considerada a maior dentre elas.

Porém, antes de mais nada, é preciso atentar para a necessidade de planejar e executar as obras solicitadas de acordo com as melhores práticas desse segmento, pois essa é a grande arma e o maior trunfo nas mãos dos que pretendem, verdadeiramente, estabelecer-se como uma referência.

Será preciso construir um bom portfólio de serviços prestados durante a existência da empresa e construir laços duradouros de confiança com os clientes, para só então poder fincar raízes em um dos segmentos mais originais e criativos dentre todos os ramos de atividades existentes.

Esse artigo foi útil? Foi o que esperava encontrar? Deixe a resposta na forma de um comentário e aguarde as nossas próximas publicações.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.