Empresas: Saiba quais os seus deveres com a saúde dos funcionários pós quarentena

Na volta ao trabalho pós-quarentena veja o que as empresas podem fazer para voltarem a operar sem prejudicar os funcionários.

0

O isolamento social aos poucos está sendo flexibilizado e com isso as empresas estão retomando as suas atividades.

A reabertura ocorrerá de forma individual e a volta ao trabalho pós-quarentena dos trabalhadores não ocorrerá ao mesmo tempo. Cada organização terá o seu tempo e planejamento para fazer isso.

Algumas pensam até em adotar o home office, que deu bastante certo durante a pandemia, entretanto, essa modalidade pode não estar disponível para todos e não deve ser em tempo integral.

Veja os cuidados que as empresas deverão ter com a volta ao trabalho pós-quarentena:

Orientar os colaboradores

A conscientização será um fator fundamental para que não haja a contaminação entre os funcionários.

Para isso poderão ser feitas campanhas de conscientização e ter informativos espalhados pela empresa. A orientação deve ser constante para que as pessoas não comecem a se descuidar.

Estabelecer protocolos de segurança na volta ao trabalho pós-quarentena

Será preciso estabelecer medidas de segurança como medir a temperatura dos colaboradores ou dos clientes, determinar um distanciamento social, reposicionar o local de trabalho para que as pessoas não fiquem muito próximas e outros.

A prevenção nesse caso será a melhor alternativa, porém, se houver algum funcionário com sintomas de Covid-19, será preciso que providências sejam tomadas de imediato como afastar temporariamente o colaborador.

Fazer campanhas para saúde mental

Muitas pessoas ficaram abaladas com toda essa situação e tiveram dificuldades de ficar em casa. Isso muitas vezes mexe com o psicológico e leva um tempo para tudo voltar ao normal.

As equipes precisam conversar sobre as expectativas e compartilhar seus sentimentos para minimizar essa situação. A empresa pode indicar profissionais de saúde, como psicólogos, para fazer o acompanhamento.

Se for oferecido um plano de saúde empresarial fica mais fácil e acessível para que as pessoas busquem ajuda, então é um bom momento para avaliar esse item e garantir o bem-estar de todos, deixando os funcionários mais motivados.

Exigir o uso de máscara

O uso de máscara de proteção é obrigatório nas ruas e essa exigência deve se estender para dentro das empresas. A todo momento as pessoas devem estar de máscara, inclusive os clientes que chegam ao local.

O ideal para que a exigência seja cumprida é que a própria empresa distribua esse artigo aos colaboradores quando eles voltarem ao trabalho. Isso pode ser feito com um kit de boas-vindas que vem com máscara, álcool gel e folhetos informativos.

Revisar os horários de trabalho e pausas

Para que seja mantido o distanciamento será preciso repensar nos horários de trabalho. Se possível, as empresas deverão montar escalas de trabalho na volta ao trabalho pós-quarentena para que se tenha o menor número possível de pessoas na empresa ao mesmo tempo.

As pausas e horários de descanso deverão ser escalonados para que não se tenha tumulto, por exemplo, nos refeitórios.

Repensar as reuniões

As reuniões deverão ocorrer com menor frequência, se possível com o uso de aplicativos para que sejam realizadas online.

Quando forem presenciais devem ser feitas com um número reduzido de pessoas e em ambiente bem ventilado ou aberto.

Na volta ao trabalho pós-quarentena as empresas precisarão repensar o seu modo de trabalho, mas adotando medidas preventivas será possível cuidar da saúde dos funcionários.

DICA EXTRA  DO JORNAL CONTÁBIL : MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. 

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com contador e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. 

Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Por Jeniffer Elaina, do PlanodeSaude.net