Empréstimo consignado do Auxílio Brasil pode alcançar juros de 98% ao ano

O pagamento do empréstimo no crédito consignado será descontado diretamente do benefício, sendo assim, o risco do cidadão não pagar é extremamente baixo.

Depois da aprovação da Medida Provisória (MP) que possibilita a realização de empréstimo consignado para beneficiários do Auxílio Brasil, muitos anúncios de crédito sobre essa modalidade estão aparecendo para os participantes deste benefício social.

Entretanto, para que o texto entre em vigor, ainda precisará da aprovação do presidente da República Jair Bolsonaro (PL).

Empréstimo Consignado

Seguindo uma pesquisa realizada pelo UOL, as taxas de juros devem alcançar quase 100 % ao ano. Em resumo, o pagamento do empréstimo no crédito consignado será descontado diretamente do benefício, sendo assim, o risco do cidadão não pagar é extremamente baixo.

Sendo assim, um suposto correspondente bancário do banco Pan, administrado pelo BTG Pactual, oferece empréstimo de até R$ 2.034 para quem recebe os R$ 400 do Auxílio Brasil no Rio de Janeiro, possibilitando o parcelamento em até 24 vezes com juros de 5,85% ao mês, alcançando 98% de juros em um ano.

Conforme o Banco Central, correspondentes bancários são empresas que algumas instituições financeiras contratam para realizar serviços aos clientes e usuários da mesma. 

Sendo assim, a oferta de crédito consignado no Rio de Janeiro é realizada por meio de um cartaz colado em um poste e quem atendeu a reportagem do UOL informou que o beneficiário que tiver interesse no empréstimo precisa preencher um cadastro na fila do crédito consignado que deveria ser disponibilizado a partir de 13 de julho.

Para entrar na “fila”, o beneficiário precisará enviar alguns documentos, como o RG, CPF, comprovante de residência e a conta do Auxílio.

Taxa de Juros

Os juros cobrados no Auxilio Brasil estão muito acima dos que são oferecidos no país para crédito consignado. 

No Brasil os juros do consignado para pessoa física são na média de 1,74% ao mês, tendo fevereiro com dado mais recente do Banco Central,

Acompanhe as comparações:

  • Juros médios do consignado para pessoa física: 1,74% ao mês;
  • Juros médios do consignado para funcionário público: 1,56% ao mês;
  • Juros médios do consignado para aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS): 1,87% ao mês;
  • Juros médios do consignado para trabalhador do setor privado: 2,61% ao mês;
  • Juros médios do consignado para beneficiário do Auxílio Brasil: 5,85% ao mês.

Comentários estão fechados.