Empréstimo de R$ 5 mil pode ser liberado com o fim do auxílio emergencial

0

Os pagamentos do Auxílio Emergencial seja para cadastrados via aplicativo, site, cadastrados no CadÚnico que não recebem o Bolsa Família e inscritos do Bolsa Família finalizam essa semana. Contudo, o Governo Federal pretende criar um tipo de microcrédito destinado aos trabalhadores informais assistidos pelo programa durante o período de pandemia.

As expectativas para o microcrédito é que possa ser liberado um valor ente R$ 1.500 e R$ 5.000 aos cidadãos. O assunto foi pauta do ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, junto ao presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto.

pandemia

Responsável pelo empréstimo

Assim como aconteceu com os pagamentos do auxílio emergencial, a Caixa Econômica Federal deve ser a responsável pela liberação do microcrédito. Enquanto isso a instituição disponibiliza R$ 10 bilhões para financiamento da linha de crédito. Contudo esse montante pode subir para R$ 25 bilhões, caso algumas medidas sejam colocadas em práticas pela equipe econômica do governo.

Benefícios para 2021

De acordo com a ala econômica do governo, para que possa ser possível viabilizar a nova linha de crédito, o governo está levando em consideração aumentar a parcela de recursos que os bancos são obrigados a repassar ao Banco Central, também conhecidos como “depósitos compulsórios”. Essa seria uma das medidas avaliadas pelo governo para viabilizar a liberação de um microcrédito com valor maior.

Além disso, com o engavetamento do Renda Cidadã, o Bolsa Família deverá ser turbinado, pagando um valor maior e adicionando mais famílias em 2021.