Entenda como fica a contabilidade das empresas com a implantação do eSocial

O eSocial é um programa do governo federal, que busca reunir e fiscalizar de perto as responsabilidades tributárias das empresas de todo o Brasil por meio de uma plataforma online, que será implementada definitivamente em janeiro de 2019. Entretanto é importante atualizar-se desde já e familiarizar-se com o sistema para não ter problemas na data limite do programa.

Qual o objetivo do eSocial?

No que diz respeito à contabilidade, o eSocial busca a organização das empresas no seu setor financeiro, observando de perto as informações que precisam ser declaradas ao fisco. Outro ponto importante é o cumprimento das responsabilidades e pagamentos trabalhistas.

Como funciona o período de adaptação?

O Governo federal divulgou uma espécie “manual” com as regras de preenchimento  e instruções necessárias para acesso à plataforma. A etapa final de adequação ao novo sistema é janeiro de 2018, tais etapas ocorrem de acordo com o faturamento das empresas e com a modalidade na qual a mesma e enquadra.

O que muda para as empresas de contabilidade?

Todas as empresas já devem ir se preparando para que a implementação ocorra de forma correta e consistente, sendo necessário alinhar todas as informações junto ao escritório de contabilidade.

Uma vez que os eventos trabalhistas serão gerados e enviados na medida em que forem ocorrendo, as informações deverão ser passadas no momento da ocorrência e não dias depois. Podemos citar como exemplo, na admissão de um funcionário, as informações devem ser geradas e transmitidas antes mesmo do colaborador iniciar suas atividades na empresa. Além disso, os avisos com data retroativa, como o de demissão e o de férias, não poderão mais ocorrer.

Outro ponto que deverá ser passado à contabilidade diz respeito à folha de pagamento, que será gerada mensalmente, contendo informações referentes à remuneração paga, devida ou creditada a todos os funcionários, sendo discriminados seus nomes, indicação de cargo, função ou serviço prestado. Deverá conter também as seguradas de salário-maternidade; o cálculo de horas extras prestadas por trabalhador no período e informar o fator atualizado; indicar a quantidade de horas noturnas trabalhadas e o percentual aplicado para a obtenção do valor do adicional noturno; dentre outras.

É hora de se capacitar e especializar seu departamento pessoal em eSocial

Como você pode perceber, o eSocial traz muitas mudanças importantes e é preciso ter atenção redobrada para estar preparado, ainda mais agora com os prazos de implantação do programa se aproximando.

Sendo assim gostaríamos que conhecessem nosso treinamento completo e totalmente na prática de departamento pessoal e eSocial para contadores. Aprenda todos os detalhes do departamento pessoal de forma simples e descomplicada. Saiba tudo sobre regras, documentos, procedimentos, leis e tudo que envolve o setor, além de dominar o eSocial por completa. Essa é a sua grande oportunidade de aprender todos os procedimentos na prática com profissionais experientes e atuantes no segmento, clique aqui e acesse já!