Entenda o que é e como funciona o Balancete Contábil

0

Você sabe o que significa exatamente um balancete? Toda empresa precisa de gestão financeira e contábil.

Consequentemente existe todo um procedimento padrão e obrigatório, que precisa ser executado por profissionais capacitados.

Dentro desses procedimentos podemos citar os relatórios contábeis, ou também conhecidos como balancetes, que trazem informações fundamentais sobre as Empresas.

Levando em conta a importância desse documento, trataremos nesse artigo tudo que é preciso saber sobre Balancete.

O que é

O balancete é um relatório contábil realizado pelas empresas para, através dos lançamentos de débitos e créditos, apresentarem  um cenário da situação financeira em determinado período.

O principal objetivo do balancete é, sobretudo, gerenciar e  auxiliar os gestores na tomada de  decisões mais assertivas com base no desempenho que ele retrata .

Seu conteúdo evidencia a situação contábil da organização em um determinado momento, deixando claro se as finanças estão sendo a favor do seu desenvolvimento ou não.

É muito importante  não confundir balancete com o balanço patrimonial.

Embora sejam dois importantes relatórios contábeis, as suas características e requisitos são bem diferentes. 

Ou seja, o balancete é um relatório parcial, interno e não obrigatório enquanto o balanço patrimonial é destinado ao público externo e é obrigatório.

Não existe uma data predeterminada para a fixação de um balancete, podendo ser emitido no período que o empreendedor quiser.

Ele pode definir que sua elaboração seja semanal, quinzenal, mensal ou semestral, conforme a estratégia e necessidade de cada organização.

Importância e funcionalidades do Balancete

É uma ferramenta essencial para verificar a carga fiscal e o impacto da gestão tributária, para os gestores acompanharem a evolução das receitas, margens de lucro, novas estratégias, cumprimento das metas financeiras, dados e acompanhamento do crescimento do negócio.

Dessa forma é possível dizer que a  finalidade principal do balancete é garantir a integridade das contas.

Portanto , o  empresário pode verificar se os valores lançados estão corretos utilizando o método das partidas dobradas, isto é, para cada débito, deve haver um crédito equivalente, averiguando que não houve fraudes e erros na escrituração.

Os valores desses saldos são voláteis, ou seja  podem ser alterados a qualquer momento pelos contadores.

Entretanto, sob a forma de relatório, o balancete foi desenvolvido como uma opção mais acessível e rápida que o balanço, já que trata da situação financeira de momentos específicos e de forma mais resumida.

Portanto, é um importante para a tomada de decisões pelos administradores.

Outra utilidade dos balancetes é funcionar como ferramenta para obtenção de crédito junto a instituições bancárias e financeiras.

Os relatórios evidenciarão que a empresa terá condições de pagar

O balancete pode ser fechado de forma mensal, quinzenal ou até mesmo diário, dependendo da estrutura e do tamanho da empresa.

O relatório mostra os saldos e contas em um período de tempo, sendo de uso estratégico para a empresa.

Principais conceitos:

O balancete possui alguns conceitos que precisam ser bem compreendidos. Vejamos aqui os principais:

Em primeiro lugar vem o Ativo:

Ativo: Um dos grupos que dá forma ao balancete. Nele se encontram as informações sobre os bens e direitos da empresa. E ainda, nele contém o caixa; contas a receber; adiantamentos para futuras prestações de contas; impostos a recuperar; e despesas antecipadas.

Designed by @pressfoto / freepik
Designed by @pressfoto / freepik

Em segundo vem o Passivo:

Passivo: Já nesse grupo contém as informações sobre as obrigações, patrimônio líquido da empresa (valores do capital social e reservas), impostos, taxas e salário dos funcionários.

Além destes principais conceitos, no balancete contábil é necessário conter:

  • Despesas, custos e resultado;
  • Reservas;
  • Impostos a recuperar e a pagar;
  • Valor a receber em curto e longo prazo;
  • Valor dos bens e produtos;
  • Receitas;
  • Informações bancárias completas.

Como elaborar

O Balancete Contábil precisa ser elaborado de forma clara e completa, dessa forma a empresa consegue  avaliar as suas necessidades e o que será cabível em alterar, reduzir ou aumentar.

O modelo mais simples é elaborado em quatro colunas, sendo duas reservadas para o movimento e a outra parte para o saldo.

As colunas de movimento são preenchidas com as informações de débito e crédito em cada conta; já as colunas do saldo são calculadas através da diferença entre crédito e débito.

No balancete contábil, existe um crédito correspondente para cada débito, e assim o saldo devedor fica igual ao saldo credor.

Além disso, designa-se que para cada lançamento feito no ativo, obrigatoriamente deverá ter o passivo correspondente.

Exemplo de balancete

Balancete Comparativo
Nome da Conta                                           Saldos em:
ContaMarçoAbrilMaioJunhoJulhoAgosto
Caixa100,0096,00300,00400,00100,0010,00
Bancos80,0010,0050,00150,00500,001.000,00
Moveis3.0004.0003.0004.2005.2003.200
Veículos9.00010.0008.00010.0009.00010.000
Mercadorias1.5002.0005.0008.0007.0004.500
Clientes50,00900,001.200,004.0005.000
Fornecedores5.0001.0002.0001.8002.3003.000
………….……………..…….…….……..………

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Fonte: Facilite Tecnologia

Imagem: Facilite Tecnologia Contábil