As empresas de pequeno e médio portes costumam perecer com a excessiva carga tributária do nosso país. Muitos empresários cedem mais de 30% do valor do faturamento para pagar os tributos federais, estaduais e municipais.

No entanto uma única ferramenta pode ajudar a manter os seus negócios no mercado: o planejamento tributário. Esse instrumento tem como principal objetivo diminuir os gastos com tributos, por meio de procedimentos legais e cuidados com a estruturação do seu empreendimento.

Mas qual é o verdadeiro impacto que o planejamento tributário traz para os empreendimentos? Confira abaixo algumas informações muito importantes!

 

Quais são os impactos do planejamento tributário nas empresas?

Com o fenômeno da globalização, a economia tornou-se um fator primordial em todas as organizações empresariais. O conhecimento e a administração dos benefícios tributários e fiscais na atualidade são considerados indispensáveis para o sucesso, pois é possível reduzir bastante os gastos com as obrigações tributárias.

Saiba que, dependendo da forma jurídica que você adotar para a sua instituição, pode-se conseguir muito além da redução dos impostos, taxas e contribuições. Existem incentivos fiscais para algumas categorias específicas que permitem, inclusive, a isenção fiscal! Veja a seguir informações relevantes sobre os principais procedimentos a serem realizados.

 

Como é feito o planejamento tributário?

O primeiro passo para começar o planejamento tributário é analisar algumas informações a respeito de valores na sua empresa. Verifique qual é a receita bruta, quais são as margens de lucro, os gastos com custos fixos e variáveis mensais e anuais.

Com esses dados em mãos você pode decidir qual é o melhor regime de tributação para a sua empresa:

 

  • Simples Nacional
    • Lucro Real

       

    • Lucro Presumido 

O Simples Nacional é um regime simplificado que pode ser adotado por Microempresas e Empresas de Pequeno Porte com faturamento de até R$ 3,6 milhões. Nessa modalidade existem alíquotas reduzidas conforme a atividade econômica a ser desenvolvida, além de outras facilidades.

No Lucro Real, se encaixam as empresas que faturam acima de R$ 78 milhões e é interessante para as instituições que possuem pequenas margens de lucros, visto que recebem créditos e calcular impostos somente sobre o lucro alcançado.

Já no Lucro Presumido existe uma margem de lucro que é fixada com antecedência, e os tributos incidirão somente sobre ela. É vantajoso para as organizações com poucas despesas operacionais e folhas de pagamento com valores menores.

 

Quais são os tipos de tributos pagos pelas empresas?

Todas as obrigações fiscais, como por exemplo, pagamentos de impostos, contribuições e taxas, todos regulamentados pela Constituição Federal, Código Tributário Nacional, Leis Ordinárias e Complementares, Resoluções do Senado, leis estaduais e municipais. Confira abaixo a relação dos tributos:

 

 

    • Tributos Federais: Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ), Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), Programa Integração Social (PIS), Imposto de Importação (II), Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) e Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS). 
    • Tributos Estaduais: Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). 
    • Tributos Municipais: Imposto sobre Serviços (ISS). 
    • Contribuições Previdenciárias: Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). 

 

Quais são os tipos de benefícios e de vantagens?

Fazer o planejamento tributário de uma empresa traz muitos benefícios e vantagens aos empresários. Confira:

    • Redução de impostos, de pagamento de taxas e de contribuições. 
    • Prevenção contra eventuais erros na área fiscal. 
    • Aumento da competitividade.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre planejamento tributário e aprendeu que utilizar esse recurso na sua empresa é de extrema importância, prepare-se para aproveitar essa possibilidade. É possível contar com a prestação desse tipo de serviço, com profissionais qualificados na área de contabilidade. Opte sempre pela contratação de quem entende do assunto.

E então, percebeu que fazer o planejamento tributário é muito importante? Se você deseja aprimorar ainda mais seus conhecimentos sobre vários assuntos contábeis, assine a nossa newsletter!

Contatica

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.