Entenda o que são os ativos circulantes e não circulantes da sua empresa

0

Sabemos que o balanço patrimonial é um documento obrigatório e muito importante para as empresas, pois, através dele, é possível acompanhar a situação financeira do seu empreendimento.

Por isso, é fundamental entender esse e outros conceitos como os ativos circulante e não circulante, que também constam no balanço patrimonial. 

Mas primeiro, é necessário esclarecer o que são os ativos da empresa.

Então, lembre-se que eles se referem a tudo que a empresa possui, como os seus bens e dinheiro que a empresa possui ou que virá a receber.

Então, considere o saldo da conta bancária da sua empresa, além das patentes registradas e o valor que o nome da empresa possui no mercado. 

Desta forma, podemos dividir o ativo em circulante e não circulante.

Veja qual a diferença destes termos: 

Ativo circulante

Destacamos novamente que são os bens da empresa, mas que podem ser convertidos em dinheiro em um curto prazo.

Também pode ser chamado de capital de giro. Para que você entenda melhor, se trata de estoques de mercadorias; matérias-primas, além das contas que precisam ser recebidas e as transferências na conta da empresa. 

Neste sentido, também é necessário ressaltar três subcategorias que devem ser conhecidas pelo empresário.

Veja quais são elas: 

  • Ativo circulante cíclico: se refere aos ativos da rotina do seu negócio, mas que também precisam ser registrados. 

Eles são utilizados para pagar os passivos cíclicos, fazendo parte da organização da empresa.

Como exemplo, podemos citar as mercadorias e adiantamentos com os fornecedores; 

  • Ativo circulante operacional: se trata dos processos que garantem o funcionamento correto da empresa.

Eles também podem ser circulantes ou não circulantes. Por isso, citamos as contas a receber, além de estoques (ativos circulantes), bem como,  os equipamentos e maquinários para a produção da fábrica (ativos não circulantes);

  • Ativo circulante líquido: se trata dos bens adquiridos através das atividades desenvolvidas pela empresa e investimentos.

Também pode ser dividida em circulante e não circulante. No primeiro caso, temos os recursos que são convertidos em dinheiro mais rápido e os não circulantes, que demoram mais para serem utilizados seus recursos. 

Designed by @lovelyday12 / freepik
Designed by @lovelyday12 / freepik

Ativo Não-Circulante

Diferente do ativo circulante, o não circulante se refere àqueles bens e recursos que levam mais tempo para se transformarem em dinheiro para uso da empresa.

Por sua vez, eles se dividem em quatro tipos de ativos. Entenda como fica: 

  • Investimentos: são as aplicações feitas para aumentar a produção da empresa; 
  • Realizável a longo prazo: são os direitos que podem ser realizados em um período superior a 360 dias;
  • Intangível: estão relacionados às vantagens competitivas da empresa;
  • Imobilizado: se tratam dos bens e direitos tangíveis utilizados pelas empresas para garantir a realização de suas atividades, mas não serão vendidos posteriormente, ou se tornarão dinheiro para uso da empresa. 

Balanço Patrimonial x ativos 

Por falar em Balanço Patrimonial, destacamos ainda que ele demonstra a situação financeira da sua empresa, considerando os ativos e passivos de um determinado período.

Desta forma, é possível verificar se o empreendimento está gerando lucros ou tendo prejuízos, para saber qual é o melhor momento para se fazer investimentos ou a necessidade de controlar os gastos. 

Então, tenha sempre as suas contas patrimoniais em dia para que possa elaborar o seu Balanço Patrimonial a cada exercício social.

Saiba que  quanto melhor for a análise dos ativos, melhor será o resultado do balanço patrimonial da empresa, além de fornecer informações sobre a geração da empresa, o que é importante para garantir que o desenvolvimento da sua empresa seja sólido. 

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Por Samara Arruda