Seu currículo está à altura do mercado? Como ele se compara a outros currículos da sua área? Estamos aqui para ajudá-lo a descobrir.

Depois de inúmeras horas trabalhadas pela nossa equipe de ciência de dados, algumas semanas de noites sem dormir e alguns cafezinhos demais…

Temos o orgulho de apresentar nossos resultados mais avançados sobre currículos de ponta até o momento!

Analisamos dados de mais de 133 mil documentos criados em nosso gerador.

Queríamos ver o que candidatos das profissões mais populares escrevem sobre seus históricos laborais, objetivos de carreira e habilidades.

Além disso, quisemos descobrir como os candidatos abordam suas buscas de emprego hoje.

Quais são as palavras-chave usadas para descrever seus conhecimentos? O quão longos são seus currículos? Quantas versões diferentes de um currículo cada usuário cria?

Os dados que estamos apresentando dizem respeito a três características principais dos currículos criados por candidatos em diferentes campos.

Principais recursos do currículo analisados

1. Seções utilizadas

Quais seções “típicas” de um currículo candidatos de cada área utilizam.

Por exemplo: Informações pessoaisObjetivo do currículo/Resumo profissionalExperiência laboralEducaçãoHabilidadesCertificaçõesIdiomasSoftwares, etc. 

2. As habilidades mais comuns

As listas das habilidades mais comuns apresentam itens únicos de competências inseridos nas seções “Habilidades”, “Software” ou “Certificações”.

3. As palavras-chave de currículo mais importantes

Finalmente, analisamos todas as palavras usadas pelos candidatos em seus currículos e aplicamos a estatística TF*IDF (abreviação de term frequency-inverse document frequency) para identificar as palavras-chave mais relevantes para profissões específicas usadas pelos candidatos em uma determinada área.

Analisamos separadamente substantivos, verbos e adjetivos.

Os dados apresentados abaixo são divididos em dados gerais extraídos de todos os currículos baixados e dados específicos dos currículos das 10 profissões mais comuns.

O que aprendemos sobre todos os currículos (e como você pode usar os dados para ajudar na sua pesquisa de emprego)

Primeiro, vamos discutir como é o curriculum vitae médio em 2020.

(Alerta de spoiler: candidatos tendem a cometer erros fundamentais que você pode evitar para superar a maioria da concorrência com pouco esforço).

Comprimento do currículo

  • Tamanho médio do currículo: 489 palavras (desvio padrão de 310 palavras)
  • Tamanho mediano do currículo: 369 palavras

Distribuição (limitada a currículos com no máximo 1000 palavras):

estatisticas de curriculos

Para um típico currículo criado em nosso gerador, cerca de 380 palavras é o ponto de corte de uma página.

Os dados mostram claramente que um usuário médio tenta fazer toda a informação caber em apenas uma página.

Essa é a estratégia ideal? Não, de jeito nenhum.

Contrariamente à crença popular, hoje em dia os recrutadores preferem currículos de duas páginas.

Os dados mostram que os recrutadores têm 2,9 vezes mais chances de escolher um candidato com um currículo de duas páginas para funções gerenciais e 1,4 vezes mais chances para cargos de nível básico.

Além disso, 77% dos empregadores dizem que trabalhadores experientes NÃO devem usar um currículo de uma página.

O argumento é simples: em 2020, para aumentar suas chances de conseguir uma entrevista, você deve usar um currículo de duas páginas. Especialmente se você é um profissional experiente. Primeiro de tudo, é isso que os recrutadores esperam. Em segundo lugar, é isso que seus concorrentes não estão fazendo.

Mas este não foi o pior pecado que descobrimos em currículos. Aqui está o maior, mais comum erro que os candidatos a emprego cometem:

Quantos currículos por usuário?

  • Média: 1,73 currículos por usuário
  • Mediana: 1 currículo por usuário

As estatísticas acima são particularmente preocupantes: a estratégia mais eficaz de busca de emprego é personalizar cada currículo para atender aos requisitos do anúncio de emprego (63% dos recrutadores desejam receber currículos feitos especificamente para a posição aberta).

Para isso, é recomendável criar um currículo para cada candidatura de emprego.

No entanto, a maioria dos usuários prefere criar um currículo genérico e enviá-lo com todos os pedidos de emprego.

Aqui está o motivo por este ser um erro tão grave:

  • Em média, 10% das candidaturas de emprego resultam em convites para entrevistas.
  • Dos que conseguem a entrevista, 20% são ofertados o emprego.
  • Dependendo do estudo, a taxa de sucesso de candidaturas é entre 2% e 3,4%.
  • Isso significa que, em média, você precisa enviar entre 30 e 50 currículos para ser contratado.

Dito isto-

Certos candidatos criam sim vários currículos para atender às necessidades de diversos empregadores.

Alguns levam isso ao extremo: vimos 17 usuários com mais de 100 currículos criados.

Nosso primeiro pensamento? Eles estão usando nossa ferramenta como seu negócio, criando e revendendo currículos.

Nós checamos. Não é o caso. Todos esses currículos foram escritos pelos usuários para uso pessoal — eles apenas fizeram pequenos ajustes e alterações nas principais habilidades e tarefas descritas.

O usuário com mais currículos criou 339 deles.

É essa a abordagem que nos referimos ao dizer “adapte seu currículo ao anúncio de emprego?” Talvez não.

É mais eficaz do que enviar o mesmo currículo para mais de 300 empresas? Um palpite não científico: pelo menos 10 vezes mais eficaz.

Curiosidade: há cerca de dois anos, ao executar uma análise preliminar semelhante à que estamos apresentando aqui, encontramos um usuário que “adaptou” seu currículo a 500 empregos — em cada uma das empresas da Fortune500 (as 500 maiores empresas do mundo). Não sei dizer se ele conseguiu o trampo, mas nos admiramos com seu compromisso.

Até agora, não parece muito bom, certo? Vamos mergulhar no conteúdo real de um currículo típico de 2020.

Quais seções do currículo os candidatos a emprego usam?

A grande maioria dos usuários cujos currículos analisamos incluiu as 5 seções principais:

Seções “indispensáveis” de um currículo padrão:

  • Informações pessoais: 99,85% dos currículos
  • Experiência de trabalho: 98,33%
  • Educação: 97,25%
  • Habilidades: 89,81%
  • Resumo ou objetivo: 88,75%

Sólido! O que é particularmente empolgante do ponto de vista de um especialista em carreira é o quão comum é a seção “Habilidades”, bem como o perfil profissional (Resumo ou Objetivo).

Os recrutadores querem aprender sobre suas habilidades. Na verdade, o não uso de uma lista de habilidades profissionais pode prejudicar um currículo tanto quanto um ano de desemprego. Quando se trata do perfil profissional, apesar da controvérsia, utilizá-lo é uma boa prática — apenas não faça com que ele pareça um texto de “metas de carreira” antiquado, e foque mais no que você pode trazer para a mesa.

Além disso, os candidatos de hoje não param nas seções “padrões” de um currículo. A maioria deles usa pelo menos uma seção “adicional” de currículo para mostrar que eles têm uma carta na manga.

O ponto principal para você: para se destacar da multidão, use pelo menos uma ou, idealmente, algumas seções adicionais em seu currículo para fazer confirmarem suas qualificações.

Abaixo, você verá as seções adicionais mais populares em currículos.

Seções adicionais:

  • Qualquer seção adicional: 66%
  • Idiomas: 31%
  • Certificados: 27%
  • Atividades adicionais: 21%
  • Interesses: 19%
  • Software: 18%
  • Referências: 16%
  • Cursos: 11%
  • Licenças: 5,5%
  • Publicações: 5,3%
  • Conferências: 4,7%
  • Cláusula Legal: 4,7% *

* Em alguns países, os regulamentos de processamento de dados pessoais obrigam os candidatos a emprego a conceder aos possíveis empregadores consentimento em processar seus dados durante o recrutamento.

Observe que, embora os certificados sejam a segunda seção “extra” mais comum, apenas um em cada quatro candidatos a emprego os lista.

No entanto, é a maneira mais verificável de comprovar seus conhecimentos. Se você possui certificações, inclua-as em uma seção separada e destacada em seu currículo. Caso contrário, considere fazer um curso com certificação em seu setor. Dessa forma, você estará automaticamente à frente de 73% dos candidatos a emprego.

Não tem tempo para buscar um certificado? Participe de conferências da sua indústria e se gabe disso no currículo.

Apenas 4,7% dos candidatos a emprego listam participações em conferências, mas todos os recrutadores estarão interessados ​​em saber mais sobre as conferências das quais você participou (sim, você pode listar as conferências nas quais participou sem ser palestrante).

Por fim, vamos analisar as habilidades mais listadas em currículos.

Por que isso é importante para você? 

Pense da seguinte maneira: a demanda gera oferta. Se certas habilidades são usadas em currículos com mais frequência do que outras, provavelmente isso tem algo a ver com recrutadores esperando encontrá-las.

Não estou dizendo que você deve encher seu currículo com qualquer habilidade abaixo, mas se você sentir que possui essas habilidades, mencione algumas. 

Preste muita atenção às “soft skills” (principalmente habilidades “com pessoas”) e não negligencie as habilidades básicas de informática, como o MS Office — você pode achar que a proficiência nos produtos da Microsoft está implícita e não vale a pena ser mencionada em um currículo; no entanto, é uma regra de ouro e não listá-la pode fazer com que seu currículo pareça suspeito.

As 10 “soft skills” mais comuns listadas nos currículos

Comunicação: 11% dos currículos

Liderança: 9%

Gestão de tempo: 8%

Resolução de problemas: 7%

Atendimento ao consumidor: 5%

Trabalho em equipe: 5%

Adaptabilidade: 4,3%

Organização: 2%

Criatividade: 1,7%

Resolução de Conflitos: 1,6%Nota: 5 das 10 “soft skills” mais comuns são “habilidades interpessoais”: comunicação, liderança, atendimento ao consumidor, trabalho em equipe e resolução de conflitos.

As 10 principais “hard skills” listadas nos currículos

Microsoft Office: 12% dos currículos

Gestão de projetos: 6%

Microsoft Excel: 6%

Python: 3,8%

Salesforce: 3,6%

Java: 3%

SQL: 2,9%

Microsoft Word: 2,7%

JavaScript: 2,4%

Oratória: 1,9%Nota: 8 em cada 10 “hard skills” mais comuns são habilidades de softwares específicos.

As 10 línguas não-inglesas mais comuns listadas nos currículos

Espanhol: 5,7% dos currículos

Francês: 4,1%

Árabe: 3,6%

Hindi: 2,9%

Alemão: 2,8%

Russo: 1,5%

Italiano: 1,2%

Português: 1%

Mandarim: 0,9%

Tâmil: 0,8%

Índice (profissões mais comuns)

  1. Engenheiro de software
  2. Assistente administrativo
  3. Gerente de projetos
  4. Engenheiro mecânico
  5. Atendimento ao consumidor
  6. Analista de negócios
  7. Cientista de dados
  8. Engenheiro civil
  9. Contador
  10. Gerente de Produto

1. Engenheiro de software: 1720 currículos analisados

Seções usadas

Seções “indispensáveis” de um currículo padrão:

  • Informações pessoais: 99,7% dos currículos
  • Experiência de Trabalho: 99%
  • Educação: 98%
  • Habilidades: 92%
  • Resumo ou objetivo: 86%

Seções adicionais:

  • Qualquer seção adicional: 70%
  • Idiomas *: 34%
  • Atividades adicionais: 29%
  • Softwares: 24%
  • Certificados: 22%
  • Interesses: 21%
  • Cursos: 10%
  • Referências: 10%
  • Publicações: 6%
  • Cláusula Legal: 6%
  • Conferências: 3%
  • Licenças: 2%

* A seção “Idiomas” foi usada pelos candidatos para descrever idiomas estrangeiros ou linguagens de programação.

As 15 habilidades mais comuns

Conforme esperado, as habilidades mais comuns nos currículos dos engenheiros de software estejam quase totalmente relacionadas a linguagens de programação, linguagens de apresentação ou sistemas de software. (Com exceção do “inglês”, embora também possa ser considerado uma linguagem!)

  1. Java: usado em 530 currículos (31%)
  2. Python: 450 (26%)
  3. JavaScript: 427 (25%)
  4. SQL: 297 (17%)
  5. C #: 256 (15%)
  6. C ++ (listado apenas como uma entrada separada): 194 (11%)
  7. Git: 188 (11%)
  8. HTML: 170 (10%)
  9. Node.js: 147 (9%)
  10. CSS: 143 (8%)
  11. PHP: 126 (7%)
  12. C: 125 (7%)
  13. MySQL: 122 (7%)
  14. Docker: 120 (7%)
  15. AWS (ou “Amazon Web Services”): 110 (6%)

Palavras-chave mais importantes no currículo: substantivos, adjetivos e verbos

Substantivos

 Classificação Substantivos Combinações com substantivos
1.  Java engenheiro software
2.   Javascript ciência computação
3.  Python HTML CSS
4.  software Node js
5.  SQL SQL server
6.  desenvolvimento ASP.NET
7.  sistema engenharia software
8.  HTML estrutura dados 
9.  aplicativo desenvolvimento software
10.  Web desenvolvimento web

Adjetivos

 Classificação AdjetivosCombinações com adjetivos
1.  novofront end
2.   Inglêsweb-based
3.  Técnicogrande escala
4.  váriostempo real
5.  mobilenovo técnico
6.  angularnovo responsável
7.  diferentesecundário superior
8.  webinterno/externo
9.  múltiploscross-functional
10.  visualtécnico novo

Verbos

  1. usando
  2. programando
  3. baseei
  4. desenvolvi
  5. trabalhei
  6. testando
  7. desenhei
  8. implementei
  9. resolvendo

2. Assistente administrativo: 1381 currículos analisados

Seções usadas

Seções “indispensáveis” de um currículo padrão:

  • Informações pessoais: 99,9% dos currículos
  • Experiência de Trabalho: 99%
  • Educação: 97%
  • Habilidades: 96%
  • Resumo ou objetivo: 93%

Seções adicionais:

  • Qualquer seção adicional: 37%
  • Idiomas: 16%
  • Referências: 12%
  • Softwares: 10%
  • Interesses: 9%
  • Certificados: 8%
  • Atividades adicionais: 8%
  • Cursos: 4%
  • Licenças: 2%
  • Cláusula Legal: 2%
  • Conferências: 1%
  • Publicações: 0,6%

Nota: Apenas 37% dos candidatos a assistente administrativo usou alguma seção “extra” em seus currículos. Se você procura um emprego com este cargo, agregue valor à sua candidatura listando certificados, cursos, conferências ou outras atividades adicionais. Você instantaneamente terá uma vantagem sobre a maior parte dos candidatos.

As 15 habilidades mais comuns

  1. Comunicação: usado em 196 currículos (14%)
  2. Salesforce: 190 (14%)
  3. Gestão de tempo: 187 (13%)
  4. Microsoft Office: 186 (13%)
  5. Atendimento ao consumidor: 155 (11%)
  6. Resolução de problemas: 132 (10%)
  7. Organização: 126 (9%)
  8. Microsoft Excel: 114 (8%)
  9. Trabalho em equipe: 96 (7%)
  10. Microsoft Word: 95 (7%)
  11. Liderança: 91 (7%)
  12. Adaptabilidade: 90 (7%)
  13. Habilidades de informática: 88 (6%)
  14. Multitasking: 78 (6%)
  15. Habilidade de trabalhar sob pressão: 55 (4%)

Palavras-chave mais importantes no currículo: substantivos, adjetivos e verbos

Substantivos

 Classificação SubstantivosCombinações com substantivos
1.  habilidadesserviço cliente
2.   gerenciamentogestão tempo
3.  clienteMicrosoft Office
4.  comunicaçãohabilidades comunicação
5.  escritórioMicrosoft Word
6.  serviçoassistente administrativo
7.  Microsoftanos experiência
8.  assistenteHigh school (colegial)
9.  tempohabilidades informática
10.  Excelentrada dados

Adjetivos

 Classificação AdjetivosCombinações com adjetivos
1.  administrativoe-mail administrativos
2.   novoe-mail comprovado
3.  granderetail-proven
4.  excelentepagável/recebível
5.  diárioritmo acelerado
6.  forteverbal excelente
7.  profissionaladministrativos múltiplos
8.  socialnomeado corporativo
9.  geralnomeado geral
10.  diversosinterna/externa

Nota: Algumas combinações podem parecer gramaticalmente incorretas, mas isso acontece porque programamos nosso algoritmo para identificar padrões e ignorar palavras como “e”, “um”, “o”, “a”, “com”, “de”, etc. Por exemplo, “Administrativos múltiplos” pode ter vindo de pessoas que são responsáveis por “… administrativos [e] múltiplos [outras coisas]”, “interno/externo” pode ter sido usado com frequência como parte da frase “[comunicação] interna [e] externa”.

Verbos

  1. treinei
  2. resolvendo
  3. incluindo
  4. trabalhando
  5. buscando
  6. alavanquei
  7. mantive
  8. planejando
  9. lidando
  10. gerenciei

3. Gerente de projetos: 886 currículos analisados

Seções usadas

Seções “indispensáveis” de um currículo padrão:

  • Informações pessoais: 99,9% dos currículos
  • Experiência de Trabalho: 99,9%
  • Educação: 97%
  • Resumo ou objetivo: 94%
  • Habilidades: 93%

Seções adicionais:

  • Qualquer seção adicional: 70%
  • Certificados: 36%
  • Idiomas: 31%
  • Softwares: 24%
  • Atividades adicionais: 16%
  • Interesses: 15%
  • Cursos: 12%
  • Referências: 11%
  • Cláusula Legal: 5%
  • Licenças: 5%
  • Publicações: 4%
  • Conferências: 3%

As 15 habilidades mais comuns

  1. Gestão de projetos: usado em 187 currículos (21%)
  2. Comunicação: 160 (18%)
  3. Liderança: 151 (17%)
  4. Microsoft Office: 146 (16%)
  5. Microsoft Projects: 110 (12%)
  6. Resolução de problemas: 105 (12%)
  7. Gestão de tempo: 89 (10%)
  8. Gestão de risco: 68 (8%)
  9. Planejamento estratégico: 51 (6%)
  10. Certificado em gestão de projetos: 51 (6%)
  11. Salesforce: 42 (5%)
  12. Gestão de equipe: 42 (5%)
  13. Organização: 39 (4%)
  14. Negociação: 38 (4%)
  15. Adaptabilidade: 37 (4%)

Palavras-chave mais importantes no currículo: substantivos, adjetivos e verbos

Substantivos

 Classificação SubstantivosCombinações com substantivos
1.  projetogestão projetos
2.   gerenciamentoMicrosoft Office
3.  equipegerente projetos
4.  comunicaçãogestão tempo
5.  MicrosoftMicrosoft Project
6.  negóciosgestão risco
7.  liderançahabilidades comunicação
8.  habilidadesgerenciamento profissional
9.  gerentemelhoria processos
10.  escritórioserviço cliente

Nota: Apesar do enorme aumento da popularidade dos produtos Atlassian para gestão de projetos (como o JIRA), é o software da Microsoft para gestão de projetos que entrou para a lista. Conclusão: não tema falar da sua proficiência em produtos da Microsoft. Atualmente, aparentemente é esperado fluência nestes produtos.

Adjetivos

 Classificação AdjetivosCombinações com adjetivos
1.  novocross-functional
2.   inglêsinterna/externa
3.  técnicolarga escala
4.  multiplossemanal/mensal
5.  diversosno local
6.  responsávelresponsável novo
7.  internoem tempo
8.  grandelongo prazo
9.  profissionalexcelente verbal
10.  efetivotécnico novo

Verbos

  1. incluindo
  2. gerenciando
  3. resolvendo
  4. planejando
  5. trabalhando
  6. garantindo
  7. usando
  8. agendando
  9. liderando
  10. testando

4. Engenheiro mecânico: 831 currículos analisados

Seções usadas

Seções “indispensáveis” de um currículo padrão:

  • Informações pessoais: 99,9% dos currículos
  • Educação: 99,6%
  • Experiência de Trabalho: 98%
  • Habilidades: 94%
  • Resumo ou objetivo: 91%

Seções adicionais:

  • Qualquer seção adicional: 85%
  • Idiomas: 49%
  • Softwares: 43%
  • Certificados: 37%
  • Atividades adicionais: 32%
  • Interesses: 31%
  • Referências: 22%
  • Cursos: 22%
  • Publicações: 10%
  • Licenças: 9%
  • Conferências: 7%
  • Cláusula Legal: 6%

Nota: Engenheiros mecânicos têm o segundo maior uso de seções adicionais dentre as profissões mais populares, atrás apenas de engenheiros civis. Ao menos uma seção adicional foi incluída em 85% dos currículos de candidatos a engenheiros mecânicos.

As 15 habilidades mais comuns

  1. SolidWorks: usado em 260 currículos (31%)
  2. Microsoft Office: 252 (30%)
  3. AutoCAD: 223 (27%)
  4. MATLAB: 179 (22%)
  5. Trabalho em equipe: 139 (17%)
  6. Liderança: 123 (15%)
  7. Comunicação: 115 (14%)
  8. Resolução de problemas: 113 (14%)
  9. ANSYS: 102 (12%)
  10. Gestão de projetos: 93 (11%)
  11. Gestão de tempo: 82 (10%)
  12. Microsoft Excel: 72 (9%)
  13. Adaptabilidade: 41 (5%)
  14. Autodesk Inventor: 41 (5%)
  15. Microsoft Project: 40 (5%)

Palavras-chave mais importantes no currículo: substantivos, adjetivos e verbos

Substantivos

 Classificação SubstantivosCombinações com substantivos
1.  SolidWorksMicrosoft Office
2.   engenhariagestão projetos
3.  designengenharia mecânica
4.  projetogestão tempo
5.  gerenciamentohabilidades comunicação
6.  AutoCADengenheiro mecânico
7.  habilidadeautodesk Inventor
8.  officeCATIA V5
9.  mecânicoteam player
10.  MATLABbacharel ciências

Adjetivos

 Classificação AdjetivosCombinações com adjetivos
1.  inglêsverdadeiro melhor
2.   mecânicosecundário superior
3.  técnicomecânico elétrico
4.  novotempo integral
5.  altono local
6.  diversosmecânica técnica
7.  diferentescross-functional
8.  espanholnovo técnico
9.  fortetécnico mecânico
10.  bominterno/externo

Verbos

  1. usando
  2. resolvendo
  3. trabalhando
  4. engeneering
  5. desenhei
  6. testando
  7. programando
  8. fabricando
  9. incluindo
  10. completei

5. Profissional de atendimento ao consumidor: 649 currículos analisados

Seções usadas

Seções “indispensáveis” de um currículo padrão:

  • Informações pessoais: 100% dos currículos
  • Experiência de Trabalho: 99%
  • Educação: 96%
  • Resumo ou objetivo: 95%
  • Habilidades: 94%

Seções adicionais:

  • Qualquer seção adicional: 37%
  • Idiomas: 15%
  • Referências: 15%
  • Certificados: 9%
  • Interesses: 9%
  • Softwares: 8%
  • Atividades adicionais: 7%
  • Cursos: 3%
  • Licenças: 1%
  • Cláusula Legal: 1%
  • Conferências: 0,3%
  • Publicações: 0,15%

As 15 habilidades mais comuns

  1. Atendimento ao consumidor: usado em 152 currículos (23%)
  2. Comunicação: 146 (22%)
  3. Gestão de tempo: 104 (16%)
  4. Resolução de problemas: 95 (15%)
  5. Trabalho em equipe: 89 (14%)
  6. Liderança: 64 (10%)
  7. Adaptabilidade: 62 (10%)
  8. Microsoft Office: 61 (9%)
  9. Multitasking: 50 (8%)
  10. Organização: 52 (8%)
  11. Salesforce: 46 (7%)
  12. Microsoft Word: 43 (7%)
  13. Microsoft Excel: 41 (6%)
  14. Habilidades de informática: 34 (5%)
  15. Resolução de conflitos: 33 (5%)

Palavras-chave mais importantes no currículo: substantivos, adjetivos e verbos

Substantivos

 Classificação SubstantivosCombinações com substantivos
1.  consumidorMicrosoft Office
2.   atendimentogestão projetos
3.  comunicaçãoengenharia mecânica
4.  habilidadesgestão tempo
5.  gerenciamentohabilidades comunicação
6.  problemaengenheiro mecânico
7.  tempoautodesk Inventor
8.  MicrosoftCATIA V5
9.  vendateam player
10.  escolabacharel ciências

Adjetivos

 Classificação AdjetivosCombinações com adjetivos
1.  altoritmo acelerado
2.   novoespanhol bilingue
3.  excelenteinterno/externo
4.  profissionalverbal excelente
5.  fortetempo integral
6.  inglêsinterpessoal excelente
7.  diariamentediariamente responsável
8.  espanholalto novo
9.  positivoorientei profissional
10.  responsávelinterno/externo 

Verbos

  1. resolvendo
  2. trabalho
  3. orientei
  4. providenciando
  5. entregando
  6. mantendo
  7. incluindo
  8. garanti
  9. organizei
  10. completei

6. Analista de negócios: 391 currículos analisados

Seções usadas

Seções “indispensáveis” de um currículo padrão:

  • Informações pessoais: 100% dos currículos
  • Experiência de Trabalho: 100%
  • Educação: 98%
  • Habilidades: 97%
  • Resumo ou objetivo: 95%

Seções adicionais:

  • Qualquer seção adicional: 73%
  • Certificados: 34%
  • Softwares: 34%
  • Idiomas: 28%
  • Atividades adicionais: 20%
  • Interesses: 17%
  • Cursos: 14%
  • Referências: 13%
  • Publicações: 6%
  • Cláusula Legal: 6%
  • Conferências: 4%
  • Licenças: 2%

As 15 habilidades mais comuns

  1. SQL: usado em 108 currículos (28%)
  2. Microsoft Excel: 73 (19%)
  3. Comunicação: 68 (17%)
  4. Resolução de problemas: 66 (17%)
  5. Gestão de projetos: 62 (16%)
  6. Microsoft Office: 53 (14%)
  7. Tableau: 41 (10%)
  8. Habilidades analíticas (raciocínio): 37 (9%)
  9. Microsoft Visio: 35 (9%)
  10. Python: 31 (8%)
  11. JIRA: 29 (7%)
  12. Análise de negócios: 27 (7%)
  13. Melhoria de processos: 26 (7%)
  14. Trabalho em equipe: 23 (6%)
  15. Agile: 22 (6%)

Palavras-chave mais importantes no currículo: substantivos, adjetivos e verbos

Substantivos

 Classificação SubstantivosCombinações com substantivos
1.  negóciogestão projeto
2.   gestãoanalista negócio
3.  análiseanálise negócio
4.  projetoMicrosoft Office
5.  informaçãohabilidades comunicação
6.  SQLprocesso negócio
7.  habilidadeanálise informação
8.  MicrosoftMicrosoft Excel
9.  processomelhoria processo
10.  requerimentogestão tempo

Adjetivos

 Classificação AdjetivosCombinações com adjetivos
1.  novocross-functional
2.   técnicointerno/externo
3.  inglêsfuncional técnico
4.  financeiroanalítico forte
5.  funcionalsemanalmente/mensalmente
6.  analíticoalto secundário
7.  diversosritmo acelerado
8.  múltiplosnegócio forte
9.  diferentediversos novos
10. efetivointerno/externo


Verbos

  1. usando
  2. resolvendo
  3. testando
  4. trabalhando
  5. incluindo
  6. baseei
  7. garanti
  8. reportando
  9. coletando
  10. criando

7. Cientista de dados: 377 currículos analisados

Seções usadas

Seções “indispensáveis” de um currículo padrão:

  • Informações pessoais: 100% dos currículos
  • Experiência de Trabalho: 99,7%
  • Educação: 99%
  • Habilidades: 96%
  • Resumo ou objetivo: 89%

Seções adicionais:

  • Qualquer seção adicional: 80%
  • Certificados: 36%
  • Atividades adicionais: 35%
  • Idiomas: 32%
  • Softwares: 28%
  • Interesses: 20%
  • Publicações: 19%
  • Cursos: 15%
  • Referências: 10%
  • Conferências: 9%
  • Cláusula Legal: 6%
  • Licenças: 3%

As 15 habilidades mais comuns

  1. Python: usado em 174 currículos (46%)
  2. SQL: 141 (37%)
  3. R: 129 (34%)
  4. Machine learning: 125 (33%)
  5. Estatística: 64 (17%)
  6. Tableau: 60 (16%)
  7. Visualização de dados: 53 (14%)
  8. Spark: 37 (10%)
  9. Microsoft Excel: 31 (8%)
  10. SAS: 31 (8%)
  11. Deep Learning: 30 (8%)
  12. Java: 27 (7%)
  13. Análise de dados: 26 (7%)
  14. Resolução de problemas: 26 (7%)
  15. Processamento de linguagem natural: 21 (6%)

Palavras-chave mais importantes no currículo: substantivos, adjetivos e verbos

Substantivos

 Classificação SubstantivosCombinações com substantivos
1.  informaçãomachine learning
2.   Phythonciência informação
3.  machinevisualização informação
4.  SQLdeep learning
5.  learninganálise informação
6.  análisecientista dados
7.  ciênciabig data
8.  universidadedata mining
9.  estatísticaprocessamento linguagem
10.  visualizaçãoscikit-learn

Adjetivos

 Classificação AdjetivosCombinações com adjetivos
1.  estatísticosorientado dados
2.   inglêsestatística preditivo
3.  preditivoneural convolucional
4.  novolarga escala
5.  diversoscross-functional
6.  diferentesinterno/externo
7.  naturalestatística preditiva
8.  técnicovalor demonstrado
9.  deepquantitativo qualitativo
10.  neuralrandom forest 

Verbos

  1. learning
  2. usando
  3. baseando
  4. programando
  5. desenvolvi
  6. resolvi
  7. trabalhei
  8. modelando
  9. trabalhando
  10. criei

8. Engenheiro civil: 356 currículos analisados

Seções usadas

Seções “indispensáveis” de um currículo padrão:

  • Informações pessoais: 99,7% dos currículos
  • Educação: 99,7%
  • Experiência de Trabalho: 99%
  • Habilidades: 92%
  • Resumo ou objetivo: 90%

Seções adicionais:

  • Qualquer seção adicional: 86%
  • Idiomas: 63%
  • Softwares: 42%
  • Certificados: 39%
  • Cursos: 28%
  • Atividades adicionais: 26%
  • Interesses: 24%
  • Referências: 24%
  • Licenças: 14%
  • Conferências: 6%
  • Publicações: 6%
  • Cláusula Legal: 6%

Nota: Engenheiros civis têm o maior uso de seções adicionais dentre as profissões mais populares. Ao menos uma seção adicional foi incluída em 86% dos currículos de candidatos a engenheiros civis.

As 15 habilidades mais comuns

  1. AutoCAD: usado em 156 currículos (44%)
  2. Microsoft Office: 84 (24%)
  3. Liderança: 49 (14%)
  4. Comunicação: 46 (13%)
  5. Gestão de projetos: 44 (12%)
  6. Revit: 44 (12%)
  7. Primavera: 38 (11%)
  8. Microsoft Excel: 37 (10%)
  9. Trabalho em equipe: 34 (10%)
  10. Microsoft Project: 33 (9%)
  11. SAP200: 29 (8%)
  12. Resolução de problemas: 27 (8%)
  13. Gestão de tempo: 21 (6%)
  14. ETABS: 18 (5%)
  15. Adaptabilidade: 12 (3%)

Palavras-chave mais importantes no currículo: substantivos, adjetivos e verbos

Substantivos

 Classificação SubstantivosCombinações com substantivos
1.  projetoMicrosoft Office
2.   AutoCADgestão projeto
3.  gestãoengenharia civil
4.  engenhariaengenheiro civil
5.  civilhabilidades comunicação
6.  engenheiroPrimavera P6
7.  habilidadegestão tempo
8.  officeengenheiro local
9.  construçãoMicrosoft Excel
10.  desenhoMicrosoft Project

Adjetivos

 Classificação AdjetivosCombinações com adjetivos
1.  inglêson-site
2.   técnicoalta autônoma
3.  civilbom inglês
4.  estruturalsemanal/mensal
5.  bomresidencial/comercial
6.  novoalto secundário
7.  concretodiário/semanal
8.  altoconcreto estrutural
9.  espanholdiário/mensal
10.  diferentecivil estrutural 

Verbos

  1. trabalhar
  2. usando
  3. resolvendo
  4. incluindo
  5. engineering
  6. completei
  7. desenhando
  8. pesquisando
  9. planejando
  10. garantir

9. Contador: 344 currículos analisados

Seções usadas

Seções “indispensáveis” de um currículo padrão:

  • Informações pessoais: 100% dos currículos
  • Educação: 99%
  • Experiência de Trabalho: 98%
  • Habilidades: 97%
  • Resumo ou objetivo: 90%

Seções adicionais:

  • Qualquer seção adicional: 65%
  • Idiomas: 36%
  • Referências: 21%
  • Softwares: 19%
  • Certificados: 19%
  • Interesses: 17%
  • Cursos: 14%
  • Atividades adicionais: 11%
  • Cláusula Legal: 5%
  • Conferências: 4%
  • Licenças: 3%
  • Publicações: 1,5%

As 15 habilidades mais comuns

  1. Comunicação: usado em 67 currículos (19%)
  2. Microsoft Excel: 53 (15%)
  3. Microsoft Office: 47 (14%)
  4. Gestão de tempo: 44 (13%)
  5. Quickbooks: 38 (11%)
  6. Trabalho em equipe: 35 (10%)
  7. Microsoft Word: 29 (8%)
  8. Resolução de problemas: 28 (8%)
  9. Contas a pagar/receber: 26 (8%)
  10. Adaptabilidade: 26 (8%)
  11. Atenção a detalhes: 23 (7%)
  12. Análise financeira: 19 (6%)
  13. Liderança: 18 (5%)
  14. SAP: 18 (5%)
  15. Habilidades analíticas: 15 (4%)

Palavras-chave mais importantes no currículo: substantivos, adjetivos e verbos

Substantivos

 Classificação SubstantivosCombinações com substantivos
1.  contabilidadegestão tempo
2.   habilidadehabilidade comunicação
3.  gestãoMicrosoft Office
4.  MicrosoftMicrosoft Excel
5.  comunicaçãoatendimento consumidor
6.  contaMicrosoft Word
7.  Exceladministração negócio
8.  Officesoftware contabilidade
9.  universidadehabilidade informática
10.  contadoranos experiência

Adjetivos

 Classificação AdjetivosCombinações com adjetivos
1.  financeiropagável/recebível
2.   inglêsfinanceiro mensal
3.  mensalnovo profissional
4.  novotécnico profissional
5.  pagávelinterno/externo
6.  profissionalmensal financeiro
7.  excelentesemanal/mensal
8.  diáriofinanceiro excelente
9.  bomverbal excelente
10.  recebívelfinanceiro anual 

Verbos

  1. incluindo
  2. trabalhar
  3. contabilizando
  4. resolvendo
  5. orientei
  6. garanti
  7. organizei
  8. preparando
  9. reportando
  10. buscando

10. Gerente de produto: 344 currículos analisados

Seções usadas

Seções “indispensáveis” de um currículo padrão:

  • Experiência de Trabalho: 100% dos currículos
  • Informações pessoais: 99,7%
  • Educação: 96%
  • Habilidades: 91%
  • Resumo ou objetivo: 90%

Seções adicionais:

  • Qualquer seção adicional: 75%
  • Certificados: 36%
  • Softwares: 31%
  • Idiomas: 29%
  • Interesses: 22%
  • Atividades adicionais: 22%
  • Cursos: 10%
  • Referências: 8%
  • Publicações: 8%
  • Conferências: 6%
  • Licenças: 2%
  • Cláusula Legal: 2%

As 15 habilidades mais comuns

  1. Agile: usado em 67 currículos (19%)
  2. Gestão de produtos: 57 (17%)
  3. Gestão de projetos: 55 (16%)
  4. Liderança: 52 (15%)
  5. JIRA: 44 (13%)
  6. Scrum: 37 (11%)
  7. Resolução de problemas: 36 (10%)
  8. Pensamento estratégico: 34 (10%)
  9. Comunicação: 32 (9%)
  10. SQL: 30 (8%)
  11. Experiência de usuário: 28 (8%)
  12. Análise de dados: 26 (8%)
  13. Microsoft Office: 25 (75%)
  14. Google Analytics: 20 (6%)
  15. Estratégia de produto: 18 (5%)

Palavras-chave mais importantes no currículo: substantivos, adjetivos e verbos

Substantivos

 Classificação SubstantivosCombinações com substantivos
1.  produtogestão produto
2.   gestãogestão projeto
3.  projetodesenvolvimento produto
4.  equipeMicrosoft Office
5.  negócioanálise dados
6.  desenvolvimentoGoogle Analytics
7.  consumidormetodologia Agile
8.  análiseestratégia produto
9.  Agileproduct owner
10.  estratégiagestão de tempo

Adjetivos

 Classificação AdjetivosCombinações com adjetivos
1.  novocross-functional
2.   inglêsinterno/externo
3.  técniconovo técnico
4.  funcionaldata-driven
5.  responsávelritmo acelerado
6.  internonovo responsável
7.  múltiplosusuário novo
8.  diversostécnico funcional
9.  mobileinterno novo
10.  analíticousuário técnico 

Verbos

  1. testando
  2. incluindo
  3. usando
  4. trabalhando
  5. gerenciei
  6. resolvendo
  7. baseando
  8. liderando
  9. criei
  10. Desenvolvi

Metodologia e limitações

Para este estudo, extraímos dados de mais de 2.000.000 currículos criados com nosso gerador de currículos.

Para manter os dados mais relevantes, limitamos a análise apenas aos currículos baixados (supondo que eles realmente foram usados ​​na procura de emprego).

Para a análise das entradas, habilidades e palavras-chave mais comuns, limitamos ainda mais a amostra a um documento por usuário, diminuindo para 133.289 currículos.

Os dados para as profissões mais populares provêm de documentos nos quais o cargo de um usuário corresponde exatamente ao cargo discutido.

Ou seja, para que um determinado currículo seja incluído na análise de currículo de “engenheiro de software”, o título do currículo deve ser “engenheiro de software”, sem palavras adicionais como “júnior”.

Os dados foram coletados anonimamente.

Por motivos não-discriminatórios, a idade e o gênero dos usuários não foram divulgados nos currículos. Isso limita uma análise demográfica detalhada.

A precisão dos dados sobre as habilidades mais comuns e idiomas estrangeiros é limitada pela ortografia e maneira de escrever inconsistente dos usuários.

Tentamos incluir todas as variações possíveis de descrições de habilidades (por exemplo, “MS Office” ou “Microsoft Office”, além de “espanhol” ou “espanhol: fluente”, etc.), mas algumas instâncias podem ter sido omissas. As porcentagens que denotam as habilidades mais comuns e os idiomas estrangeiros listados pelos usuários podem ser subestimadas em até 0,5. 

Os dados referentes às palavras-chave mais relevantes ao contexto (substantivos, adjetivos e verbos) para determinadas profissões foram extraídos usando o algoritmo automatizado TF*IDF.

Certos conjuntos de palavras compostas podem não refletir o uso natural da linguagem, uma vez que o algoritmo TF * IDF foi programado para ignorar palavras como “ou”, “a”, “o”, “de”, “com”, etc.

Por: Bruno Bertachini, especialista em carreira da Zety comprometido em oferecer conselhos ocupacionais que agreguem valor a profissionais em todas as etapas de suas jornadas.

Para mais informações da pesquisa confira em Zety.