Estudante morre após troca de tiros com policial em uma escola de Knoxville

0

Um estudante do ensino médio foi morto a tiros na segunda-feira após abrir fogo contra policiais no banheiro de uma escola em Knoxville, Tennessee, disseram as autoridades.

Um policial ficou ferido na troca de tiros, disseram eles.

A Agência Federal de Investigação do Tennessee, que está investigando o incidente, disse que o Departamento de Polícia de Knoxville recebeu uma denúncia de uma pessoa que possivelmente estava com uma arma dentro de um banheiro na Escola Austin-East Magnet.

A denúncia veio por volta das 15h15 de segunda-feira.

Na chegada, os policiais localizaram uma pessoa no banheiro, que foi posteriormente identificada como estudante.

As autoridades disseram que os policiais ordenaram ao estudante para sair, mas ele se recusou a obedecer. Conforme os policiais entraram no banheiro, o estudante teria disparado tiros e atingido um policial.

Um policial atirou de volta e o estudante foi declarado morto no local, disseram as autoridades.

O policial ferido foi baleado na perna e levado para o Centro Médico da Universidade do Tennessee. Ele estava em estado grave e precisava ser operado, disse a chefe de polícia de Knoxville, Eve M. Thomas.

Eve disse que nunca quis receber uma ligação como a que recebeu na segunda-feira. “É nosso pior medo… Um atirador em uma escola.”

Ainda assim, David Rausch, diretor da Agência Federal de Investigação do Tennessee, disse que era importante observar que o estudante não havia feito nada com a arma de fogo até que os policiais o cercaram.

“Isso não foi um tiroteio na escola. Isso foi um tiro envolvendo um policial dentro de uma escola”, disse David aos repórteres. Disse também que as duas coisas eram “muito diferentes”.

Uma pessoa foi detida para uma investigação mais aprofundada, disseram as autoridades.

“Que dia triste para a família que perdeu seu ente querido e as famílias dos policiais que tiveram que se envolver nisso”, disse David, que passou 25 anos no Departamento de Polícia de Knoxville, incluindo sete como chefe de polícia.

“É um dia triste para Knoxville e difícil para Austin-East.”

Várias agências policiais responderam ao incidente e a polícia inicialmente trancou a escola. No meio da tarde, os alunos que não estavam envolvidos foram liberados para suas famílias.

O governador do Tennessee, Bill Lee, ao saber da situação na escola, chamou-a de “uma situação muito difícil e trágica.”

“Uma situação trágica aconteceu hoje na Escola Austin-East Magnet. Lamentamos pela perda de vidas e elogiamos as autoridades policiais por sua reação rápida. Oferecemos todo o nosso apoio a @TBI enquanto investigam esta situação mais detalhadamente.”

O tiroteio aconteceu poucos dias depois que Lee assinou uma legislação que permite que a maioria dos adultos no estado carregue uma arma sem licença.

No momento da assinatura, o governador disse no Twitter: “Assinei o porte constitucional hoje, pois não deveria ser difícil para os cidadãos do Tennessee que cumprem a lei exercerem seus direitos”.

O incidente de segunda-feira segue por vários meses fatais na área. Desde janeiro, quatro adolescentes de Knoxville morreram por tiros, de acordo com o Knoxville News Sentinel.

Isso inclui um jovem de 15 anos que foi acidentalmente baleado por outro adolescente em janeiro e um jovem de 16 anos que foi morto a tiros em fevereiro enquanto dirigia da escola para casa.

David disse que esta semana foi designada para focar na interrupção da violência juvenil e que espera que a comunidade avance de forma positiva.

Funcionários da escola disseram que Austin-East, uma escola de artes cênicas, será fechada na terça e na quarta-feira.

Conteúdo traduzido da fonte The Washington Post por Wesley Carrijo para o Jornal Contábil