Evitando as principais fraudes em 2021

0

O ano de 2020 foi difícil financeiramente para a maioria dos brasileiros. O ano de 2021 provavelmente vai seguir esta tendência. Mas vamos esclarecer algumas coisas, a última coisa que você vai querer este ano é cair em algum golpe e perder dinheiro que pode lhe ajudar a segurar as pontas no meio da crise. Separamos aqui algumas ressalvas sobre grupos legítimos que ensinam passo a passo de como fazer um estudo de caso até os alertas sobre golpes reais circulando no Brasil. Há uma frase famosa que diz: Nada como uma crise para aguçar a criatividade. Infelizmente isso é verdade até para a criatividade de estelionatários.

Os cursos online e infoprodutos

A internet trouxe muita coisa boa. Através dela é possível obter educação e informação de qualidade. Um sujeito qualquer, com conhecimentos básicos de informática consegue obter acesso a diversas informações em questão de minutos, ou até segundos. Você literalmente pode encontrar cursos completos de graça em plataformas como o YouTube. Cursos de redação acadêmica, cursos de matemática e etc. Inclusive, há faculdades, como a USP, que oferecem cursos gratuitos.

Por outro lado, há os cursos e infoprodutos pagos feitos por instituições legitimas ou até por empresas. Essas instituições contratam profissionais credenciados para criarem seus produtos. Estamos falando de cursos de como obter redação nota 1000 no Enem, como passar no concurso público X e etc. 

O aspecto negativo disso é resumido em cursos e infoprodutos de péssima qualidade ou até enganosos. Vender produtos online é uma ótima ferramenta, especialmente se foram infoprodutos. Pense a respeito, você não tem que deixar os produtos em estoque ao mesmo tempo que tem acesso a um número gigantesco de clientes em potencial. Isso aguça os sentidos de muita gente mal intencionada.

Funciona assim, em vez de criar um produto de qualidade, eles se esforçam na parte do marketing. Eles tentam te convencer que tem um produto excelente. Cursos sensacionalistas de como fazer dinheiro na internet, como se aposentar antes dos 30, são exemplos comuns entre as fraudes. Não existe uma regulamentação clara dos infoprodutos no Brasil, portanto, basicamente qualquer um pode botar um curso a venda na internet. Mesmo pessoas que não sabem do que estão falando.

Designed by @yanalya / freepik
Designed by @yanalya / freepik

Para evitar isso, fique atento as promessas milagrosas. Coisas como enriquecer rapidamente, fazer dinheiro fácil sem esforço, perder peso sem exercício, são alguns dos temas mais usados por estelionatários. Mas, novamente, não queremos dizer que não há pessoas de boa índole criando produtos sobre como perder peso ou como fazer dinheiro na internet. É seu trabalho fazer uma pesquisa e diferenciar produtos legítimos dos produtos ruins.

As corretoras de valores

Você precisa de uma corretora de valores para fazer uma série de investimentos, por exemplo, investir no tesouro direto ou em títulos imobiliários. O problema é que nem todo mundo sabe diferenciar uma corretora legitima de uma fraude. No Brasil, nós temos a CVM, a Comissão de valores Imobiliários que tenta, entre outras coisas, acabar com empresas criminosas no setor financeiro.

Mas a coisa fica complicada quando se fala em investimentos no exterior. Há opções de investimentos que só são permitidas fora do Brasil, as opções binárias são um exemplo disso. Isto quer dizer que você tem que mandar dinheiro para uma corretora de valores no exterior e se essa corretora sumir do mapa com seu dinheiro, a lei brasileira não vai poder fazer nada a respeito.

A boa notícia é que já existem formas de investir no exterior através das corretoras brasileiras. De qualquer forma, você tem que ficar atento e investir com as melhores corretoras do mercado. 

Pensamentos finais

O motivo para termos abordado essas duas formas de fraude é o seguinte: Os produtos digitais ou infoprodutos podem prejudicar um número altíssimo de pessoas. Enquanto que os golpes de corretoras de valores podem levar o patrimônio inteiro de algumas pessoas. A ideia é apresentar para você os riscos maiores e mais comuns.