Falta profissional de UX: Confira dicas para se destacar neste mercado!

Essa é uma área que tem crescido muito nos últimos anos, especialmente com a transformação digital das empresas

Empresas têm investido cada vez mais na experiência do usuário e na criação de produtos e serviços direcionados aos principais interesses de seus clientes. A área de UX (User Experience) é a responsável por identificar as dores e necessidades dos usuários e contribuir no processo de criação de produtos e serviços cada vez mais em linha com o que a audiência procura.

Essa é uma área que tem crescido muito nos últimos anos, especialmente com a transformação digital das empresas e como reflexo disso, o mercado segue aquecido e faltam profissionais qualificados para tantas posições no mercado. Julia Daher, head de Experience Design da Intuit, selecionou algumas dicas para ajudar profissionais que querem se especializar no mercado de UX:

1 – Seja curioso!

Uma das principais funções do profissional de UX é entender o comportamento do usuário por meio de suas experiências em cada produto e/ou serviço. Só assim é possível compreender o que é melhor para ele e desenvolver alterações que se adequem a esse perfil. Sendo assim, é preciso que o profissional de UX faça pesquisas, entrevistas e testes e tenha curiosidade em entender qual a principal necessidade de quem está adquirindo seu produto.

2 – Invista em um segundo ou até terceiro idioma

Hoje em dia, o inglês é considerado primordial para muitas profissões e a área de UX é uma delas, especialmente para ter acesso às informações, treinamentos e papers da área, que são todos baseados na língua inglesa e facilita para quem tem uma boa noção e compreensão do idioma. Em empresas globais, o idioma se faz necessário na comunicação com outros times, produção de relatórios, entre outros documentos. Como a área de UX é nova e está em ascensão, ter um terceiro idioma como o espanhol, por exemplo, pode ser um diferencial para sua carreira.

3 – Seja paciente e criativo: é importante entender o processo

O profissional de UX acompanha todas as etapas do projeto de um produto ou serviço. Para o melhor aproveitamento dos resultados e otimização de ideias, o principal passo é entender todo o processo – uma vez que ele vai definir a real necessidade do cliente. A atuação do profissional de UX consiste em identificar falhas, criar soluções e testar a experiência oferecida. Entre as competências que o especialista UX deve ter estão: empatia para se colocar no lugar do cliente, criatividade para propor soluções, habilidade para contar histórias, capacidade de conduzir entrevistas e testes e interesse por análises de comportamento.

4 – Invista em cursos de softwares de design

É muito comum associar a área de UX a carreiras tecnológicas, mas, além de Design e Tecnologia da Informação, graduados em Arquitetura, Publicidade ou Psicologia também podem exercer função no segmento. Para quem não tem conhecimento em softwares de design, invista em cursos para ter noção de ferramentas como Adobe Muse, Photoshop, InDesign e Illustrator. Esses programas irão auxiliar no desenvolvimento de protótipos e esboços de produtos ao longo da sua jornada de UX Designer.

5 – Coloque a mão na massa: a prática leva a perfeição

Para um bom desenvolvimento na área de UX é necessário praticar, colocar a mão na massa,  experimentar, fazer testes e buscar entendimentos, além de desenvolver um mindset ágil – de errar o mais rápido possível e acertar o mais rápido possível – para aproveitar ao máximo as oportunidades e insights que poderão surgir ao decorrer das imersões com os clientes.

A Intuit é uma plataforma global de tecnologia que ajuda seus clientes e comunidades a resolver seus principais desafios financeiros.

Comentários estão fechados.