FGTS: Caixa vai pagar uma bolada ao trabalhador neste mês

Quem nasceu em julho e optou pela modalidade saque-aniversário vai poder receber neste mês o benefício

O trabalhador com carteira assinada e com conta no FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) poderá receber uma bolada neste mês paga pela Caixa Econômica Federal. São dois benefícios liberados em julho: o saque-aniversário e o saque do FGTS Extraordinário.

Quem nasceu em julho e optou pela modalidade saque-aniversário vai poder receber neste mês o benefício. De acordo com a Caixa, o trabalhador também poderá ter acesso ao saque extraordinário.

Como faz para pedir o saque extraordinário? 

O saque extraordinário do FGTS pode ser solicitado por quem ainda não realizou o pedido. O acesso ao dinheiro poderá ser por meio do App FGTS (disponível para Android ou iOS).

Neste caso, será preciso que a pessoa faça uma atualização de cadastro ou uma confirmação. O pedido pode ser feito por meio do menu “saque extraordinário” e concluir em “solicitar saque”. Assim que você terminar o seu pedido, irá aparecer a data de liberação para você receber o dinheiro.

O saque extraordinário libera um valor de até R$ 1.000 de acordo com o saldo que o trabalhador possui nas suas contas do Fundo de Garantia. Quem tiver menos do que R$ 1.000 na conta, recebe o valor disponível para saque.

Quem pode pedir o saque-aniversário? 

O trabalhador que aderir ao saque-aniversário poderá realizar a retirada de parte do saldo de qualquer conta ativa ou inativa do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) a cada ano, no mês de seu aniversário. A decisão pela modalidade é opcional.

No entanto, quando o trabalhador decide em solicitar o saque-aniversário deverá ficar atento a regra que diz que em caso de demissão sem justa causa, ele não poderá sacar o saldo total do FGTS, sendo possível retirar apenas a multa rescisória de 40%.

Os nascidos em julho que aderirem ao saque-aniversário neste mês, terão até o dia 30 de setembro deste ano para realizar a retirada do dinheiro.

De acordo com a Caixa, o valor desta modalidade varia conforme a alíquota aplicada, sendo de 50% a até 5% do saldo de todas as contas do FGTS — a porcentagem diminui conforme aumenta o saldo do FGTS. Veja a tabela abaixo: 

Posso desistir do saque-aniversário?

Sim! O trabalhador pode desistir do saque-aniversário e voltar para a modalidade tradicional, que só permite a retirada em casos especiais, como demissão sem justa causa, aposentadoria, doença grave ou compra de imóveis.

Porém, terá que esperar 24 meses para a mudança fazer efeito. Já quem preferir ficar no modelo tradicional de acesso ao FGTS, chamado agora de saque-rescisão — e ter direito a sacar o saldo integral em caso de demissão — não precisa fazer nada.

O trabalhador que desejar aderir ao saque-aniversário pode baixar o aplicativo do FGTS ou acessar o site fgts.caixa.gov.br. Em seguida clicar em “Meu FGTS”, depois acessar a aba “Saque-Aniversário”. Você deve então ler e concordar com os termos e condições e clicar em “Aderir ao saque aniversário”.

O sistema da Caixa Econômica também permite que você faça uma simulação de quanto irá receber pelo saque-aniversário levando em conta o saldo que você possui no fundo.

Comentários estão fechados.