FGTS Emergencial de R$ 1.045: Caixa faz pagamento em 8 lotes; Saiba quem recebe

0

O FGTS emergencial já foi liberado para os nascidos em janeiro e agosto. Quem nasceu em janeiro, fevereiro e março já poderá sacar o dinheiro.

Os beneficiários terão o valor disponível em conta poupança social da Caixa. Ele poderá ser usado em pagamento de boletos ou compras pelo cartão de débito virtual e QR Code.

Quem não quiser receber o saque emergencial deve avisar com dez dias de antecedência à Caixa Econômica Federal (CEF).

O saque emergencial do FGTS foi uma maneira de ajudar os trabalhadores durante a pandemia do novo coronavírus e tem o limite de R$ 1.045,00, para quem possui contas ativas ou inativas. A seguir veja o calendário que o valor estará disponível em conta digital e em seguida quando será possível sacar o valor em espécie.

Calendário de pagamento

  • 29 de junho: nascidos em janeiro
  • 6 de julho: nascidos em fevereiro
  • 13 de julho: nascidos em março
  • 20 de julho: nascidos em abril
  • 27 de julho: nascidos em maio
  • 3 de agosto: nascidos em junho
  • 10 de agosto: nascidos em julho
  • 24 de agosto: nascidos em agosto
  • 31 de agosto: nascidos em setembro
  • 8 de setembro: nascidos em outubro
  • 14 de setembro: nascidos em novembro
  • 21 de setembro: nascidos em dezembro

Calendário de saque e transferência

FGTS
  • 25 de julho: nascidos em janeiro
  • 8 de agosto: nascidos em fevereiro
  • 22 de agosto: nascidos em março
  • 5 de setembro: nascidos em abril
  • 19 de setembro: nascidos em maio
  • 3 de outubro: nascidos em junho
  • 17 de outubro: nascidos em julho
  • 17 de outubro: nascidos em agosto
  • 31 de outubro: nascidos em setembro
  • 31 de outubro: nascidos em outubro
  • 14 de novembro: nascidos em novembro
  • 14 de novembro: nascidos em dezembro

Saque emergencial do FGTS de R$ 1.045

Têm direito ao dinheiro trabalhadores que possuem contas ativas (do emprego atual) ou inativas (de empregos anteriores) no FGTS. A data em que o valor cai na poupança digital depende do mês de aniversário do trabalhador.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil