O lucro de R$ 7,5 bilhões do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) em 2019 será distribuído entre os trabalhadores. Serão beneficiados todos os cotistas com saldo na conta vinculada em 31 de dezembro de 2019.

A Caixa Econômica Federal tem até o fim deste mês para efetuar o crédito nas contas do FGTS, de forma proporcional ao saldo. Segundo integrantes do Conselho Curador, o governo fará a distribuição de modo a assegurar aos trabalhadores um ganho real (acima da inflação) e da poupança.

FGTS
FGTS

Tradicionalmente, as contas vinculadas ao FGTS são remuneradas a 3% ao ano, mais TR (Taxa Referencial), atualmente zerada. Essa rentabilidade já supera outros tipos de aplicação, diante da queda na taxa de juros básica da economia (Selic). Com a Selic em 2% ao ano, a opção de 3% em 12 meses já é maior do que a da poupança e a dos títulos do Tesouro, por exemplo.

Ficou a critério do Conselho Curador decidir o montante exato.

FGTS

Como Receber os Recursos

Esses recursos só poderão ser retirados nas modalidades tradicionais de saque, como demissões, compra da casa própria e aposentadoria.