FGTS pode ser sacado ainda em 2021. Veja quem tem a oportunidade 

A possibilidade é para aqueles que aderiram à modalidade do saque-aniversário do FGTS. 

Neste mês de outubro o governo libera a penúltima rodada de saque do FGTS para aqueles que são adeptos do saque-aniversário. A modalidade permite o resgate parcial do saldo presente na conta vinculada ao fundo. 

O resgate do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) através da referida modalidade é disponibilizado anualmente no mês de aniversário do cidadão até o segundo mês subsequente. Desta forma, todo ano, a pessoa tem um período de 3 meses para retirar a quantia. 

Quem pode sacar o FGTS ainda em 2021?

Conforme o calendário da modalidade estabelecido pelo governo, quem já aderiu ao saque-aniversário  e nasceu a partir do mês de agosto, pode realizar o resgate do saldo ainda este ano.  

Contudo, cabe salientar que a adesão à modalidade pode ser realizada até o último dia útil do mês de aniversário. Assim sendo, nascidos de outubro em diante ainda podem integrar o FGTS aniversário. 

Calendário do saque-aniversário  

  • Quem faz aniversário em Agosto, pode sacar de 02 de agosto a 31 de outubro;
  • Quem faz aniversário em Setembro, pode sacar de 01 de setembro a 30 de novembro;
  • Quem faz aniversário em Outubro, pode sacar de 01 de outubro a 31 de dezembro;
  • Quem faz aniversário em Novembro, pode sacar de 01 de novembro a 31 de janeiro de 2022;
  • Quem faz aniversário em Dezembro, pode sacar 01 de dezembro a 28 de fevereiro de 2022;

Vale a pena aderir ao saque-aniversário?

Em tempos de pandemia, contar com dinheiro extra tornou-se bastante vantajoso para muitos trabalhadores. Ademais, a modalidade permite o saque desta quantia todo ano. 

Contudo, é preciso se atentar a alguns aspectos. Neste sentido, o saque-aniversário não permite o resgate do valor integral  presente no fundo, mas sim, um percentual que varia conforme o saldo da conta vinculada ao FGTS. Ademais, a partir de R$ 500,01 de saldo, a quantia que poderá ser sacada tem a implicância de um adicional, veja como isso ocorre: 

  • Até R$ 500,00: 50,0%;
  • De R$ 500,01 até R$ 1.000,00: 40,0% + o adicional de R$ 50;
  • De R$ 1.000,01 até R$ 5.000,00: 30,0%; + o adicional de R$ 150;
  • De R$ 5.000,01 até R$ 10.000,00: 20,0% + o adicional de R$ 650; 
  • De R$ 10.000,01 até R$ 15.000,00: 15,0% + o adicional de R$ 1.150;
  • De R$ 15.000,01 até R$ 20.000,00: 10,0% + o adicional de R$ 1.900;
  • Acima de R$ 20.000,01: 5,0% + o adicional de R$ 2.900.

Importante! Quem aderir ao saque-aniversário perde o direito ao saque-rescisão pago em uma eventual demissão sem justa causa, restando apenas a multa de 40% sobre o FGTS. Além disso, para retornar a modalidade de saque tradicional é preciso aguardar 24 meses, ou seja, 2 anos. 

Como aderir à modalidade?

A adesão ao saque-aniversário pode ser feita de maneira prática e rápida. Basta acessar o aplicativo do FGTS (disponível para aparelhos Android e IOS), e buscar pela opção “Meu FGTS”. 

Em seguida, clique em “Saque-aniversário” e leia e concorde com os termos e condições da modalidade. Feito isso, restará apenas aderir a modalidade. 

Comentários estão fechados.