FGTS: Saque emergencial poderá ser liberado com valor menor

0

O FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) deverá ter uma nova rodada do saque emergencial em 2021. Está nos planos do governo incluir os trabalhadores que possuem contas ativas e inativas no FGTS receber o benefício emergencial.

FGTS

Em 2020, por causa da pandemia da Covid-19, o Governo Federal liberou o saque emergencial do FGTS. Sendo liberando um valor de até um salário mínimo (que era de R$ 1.045), das contas ativas e inativas.

Valores reduzidos

O governo pretende praticar as mesmas regras que foram usadas em 2020, para liberar o saque emergencial neste ano.

Porém, o trabalhador deverá ficar atento, pois pois, poderá receber um valor menor, isso devido a disponibilidade de recursos, que pode ser menor que um salário mínimo.
Os conselheiros do fundo temem que mais saques do FGTS possam ameaçar a rentabilidade dos investimento do Fundo de Garantia, tendo em vista que os lucros de 2020 caíram.

FGTS prevê liberar saque emergencial de R$1.100

Não fique animadinho, com a ideia de sacar o FGTS emergencial por agora. Isso porque o governo ainda não definiu uma data para liberar os saques.

Sendo liberado, o valor será de até um salário mínimo, que está em R$ 1.100.
Terá direito ao saque todos os trabalhadores que tiverem contas ativas (emprego atual) e inativas (empregos anteriores). Entretanto, as pessoas que possuírem um valor acima de um salário mínimo em conta, só poderá retirar R$ 1.100,00.

Segundo a equipe econômica do governo, há uma margem para que os recursos do FGTS sejam liberados sem que possa comprometer a sustentabilidade do Fundo de Garantia.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil