FGTS: TUDO o que você precisa saber sobre o novo saque de R$ 1.045

0

Se você faz parte do grupo da maioria dos brasileiros que está procurando uma renda extra devido as incertezas da pandemia do novo coronavírus, você está no lugar certo. O novo saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) será liberado agora no próximo mês. Se você quer saber mais sobre o benefício e se já existe um calendário, e como consultar seu saldo acompanhe!

Como vai funcionar o novo saque do FGTS

O valor do saldo do FGTS tem previsão para ser repassado aos trabalhadores já no dia 31 de maio, porém a liberação dos saques começam apenas no dia 15 de junho. O objetivo da Caixa neste saque é evitar aglomerações nas agências para evitar o contágio do novo coronavírus. Quem não quiser sacar o FGTS de imediato não deve se preocupar pois o dinheiro estará disponível para saque até o dia 31 de dezembro de 2020.

Os saques funcionaram da seguinte forma: será retirado o valor das contas ativas (emprego atual) e também das contas inativas (empregos anteriores) para que o trabalhador possa ter direito a um valor de até R$ 1.045. Atualmente, o FGTS conta com R$ 530 bilhões em ativos.

Calendário para saque

Essa é uma parte muito importante, pois o novo saque do FGTS está sendo noticiado por toda a mídia (inclusive aqui no Jornal Contábil), porém é preciso enfatizar que ainda não existe calendário definido, inclusive caso nossos leitores encontrem calendários que já foram publicados referentes ao novo saque do FGTS não devem acreditar neles. A Caixa Econômica Federal ainda não tem um calendário definido e está preparando as regras para o resgate desse dinheiro.

Quem poderá sacar?

Se você possui saldo superior ao salário mínimo vigente pode sacar até R$ 1.045. O primeiro dia de saques começa no dia 15 de junho e provavelmente apenas uma parte da população poderá resgatar o dinheiro, tendo um calendário dividido por datas para evitar aglomeração nas agências, inclusive para não bater com as datas de saque do Auxílio Emergencial.

Vale lembrar que terão prioridade no calendário de saque, de acordo com a MP, os trabalhadores que possuem apenas contas inativas, ou seja, contas do FGTS vinculadas a empregos que não estão mais. Terá prioridade também os brasileiros que possuem menores saldo.

Como consultar se tenho direito?

Para consultar se terá direito de sacar o saldo do Fundo de Garantia, basta que você acesse o site da Caixa ou baixe o aplicativo do FGTS, que está disponível na Google Play e na AppStore.

Ao acessar o app da Caixa, será ainda solicitado que insira o número do NIS (o seu número de Identificação Social) ou CPF. Após o preenchimento, clique na opção cadastrar senha.

Você também pode consultar pelo site da Caixa. Nesse caso, também será necessário informar o número do NIS ou o CPF e, em seguida, fazer o cadastro de sua senha.

Por fim, após realizar o cadastro da senha, basta cadastrar todos os seus dados pessoais. No final, será necessário criar uma senha com no máximo 8 dígitos, lembando que, a senha precisa conter letras e números.