Descobrir se o seu nome está sujo é o primeiro passo para sair da situação de negativado. Veja como fazer isso.

  • Como saber se meu nome está sujo? Todos os dias, brasileiros vão à internet e buscam a resposta a essa pergunta.
  • Muitos deles ficam na dúvida ao buscar um empréstimo ou ao tentar fazer um cartão de crédito, mas sem sucesso. E o motivo da recusa pode estar na negativação do seu CPF, que, por sua vez, se explica pela inadimplência.
  • Será que você esqueceu alguma conta sem pagar? Vamos ajudá-lo a descobrir.
  • Siga a leitura para saber se o seu nome está sujo nos principais órgãos de proteção ao crédito do País.

Como saber se meu nome está sujo: 3 passos

Um dos grandes motivos para não ter acesso a crédito no mercado é a inadimplência.

No Brasil, existem algumas entidades responsáveis por administrar um cadastro com os pagadores em atraso.

As maiores e mais tradicionais são a Serasa, o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e o Boa Vista SCPC – Serviço Central de Proteção ao Crédito.

Assim, sempre que uma pessoa atrasa algum pagamento, pode ter o nome incluído na lista de inadimplentes.

Para isso, o órgão de proteção ao crédito deve notificar o devedor sobre o valor em atraso e aguardar o prazo de 10 dias para incluí-lo no cadastro.

Não havendo pagamento, nem negociação, a instituição pode negativar o nome do devedor.

Como existem diferentes organizações que prestam esse serviço, você deve ficar de olho.

A orientação do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) é realizar pesquisas constantes – pelo menos nos principais órgãos.

O Idec ainda alerta que, de acordo com o Código de Defesa do Consumidor, temos direito a tomar conhecimento, de maneira gratuita, se o CPF tem ou não dívidas ativas.

É o que você vai descobrir agora em um passo a passo para responder à pergunta “como saber se meu nome está sujo?”.

Acompanhe!

Consulta ao CPF – Serasa Experian

O órgão disponibiliza consulta gratuita à situação do CPF tanto de maneira virtual, como de forma presencial.

Para atendimento nas agências, você deve levar documento oficial com foto e o CPF.

Pela internet, o Serasa Experian também oferece a pesquisa gratuita à situação do seu nome.

Basta seguir este passo a passo:

  1. Acesse o site do Serasa Experian
  2. Informe seus dados pessoais: CPF, nome completo, data de nascimento e e-mail
  3. Em seguida, aceite os termos de uso do site e clique em “Criar conta grátis”.
  4. Depois, é só aguardar a análise do sistema e acessá-lo com o e-mail ou CPF e a senha cadastrada. Será possível conferir se existem dívidas ativas no seu nome, além da sua pontuação de crédito.
emprego corona vírus

Consulta ao CPF – SPC Brasil

Este é o único entre três 3 principais órgãos de proteção ao crédito que ainda não permite a consulta gratuita ao CPF via internet.

“Então, como saber se meu nome está sujo no SPC?”

O jeito, nesse caso, é abrir a carteira.

No site da empresa, você deve pagar o valor de R$ 9,90 para descobrir se existem pendências registradas em seu nome.

De maneira presencial, também é possível verificar se está negativado.

Para isso, basta se dirigir a uma unidade de atendimento do SPC Brasil, portando documento com foto e CPF.

Consulta ao CPF – Boa Vista SCPC

O Boa Vista SCPC criou um serviço online e gratuito para a consulta do CPF: é o Consumidor Positivo.

Além do site, é possível baixar um aplicativo e se manter atualizado sobre negativações e pendências de pagamento.

Assim, para saber se seu CPF foi negativado nesse órgão, siga este passo a passo:

  1. Acesse o portal Consumidor Positivo
  2. Logo após, insira dados pessoais para fazer o cadastro
  3. Espere a análise realizada pela instituição e veja como está a situação cadastral do seu CPF.

Além da consulta online ao nome, o SCPC também permite que a avaliação seja realizada presencialmente.

Para isso, vá a um posto de atendimento e apresente CPF e documento pessoal com foto.

Consequências para o nome sujo

constrangimento de ter o CPF negativado é apenas um dos problemas do atraso das contas.

Afinal, estar com o nome sujo pode significar, entre outras consequências, ter dificuldade de acesso ao crédito no mercado.

Isso acontece porque cada indivíduo recebe uma pontuação pelos órgãos de proteção ao crédito: o chamado score.

Ele é um número que, geralmente, vai de 0 a 1.000 e representa a capacidade de pagamento da pessoa.

Quanto maior o score, menor a possibilidade de inadimplência futura e maiores as chances de conseguir serviços financeiros como empréstimo e cartão de crédito.

As instituições adotam o score como um dos critérios de concessão a crédito.

Logo, se uma pessoa ficou negativada, sua pontuação diminui e as possibilidades de tomar empréstimos, por exemplo, reduzem bastante.

O que fazer para limpar o nome

O CPF já entrou para a lista de inadimplentes? Não se desespere!

Veja, então, o que fazer para limpar seu nome:

  1. Entre em contato com a credora que negativou seu CPF
  2. Tente a renegociação das dívidas – os feirões são bons momentos para fazer isso
  3. Avalie cuidadosamente a proposta e só acerte um pagamento com valores que caibam no seu orçamento
  4. Cumpra o acordo e, depois que a dívida for renegociada, aguarde o prazo de 5 dias úteis para a empresa limpar seu nome.

Se o seu CPF foi negativado, é hora de reavaliar suas contas, certo?

Na Azulis, você investe em informação e conhecimento. Acesse o portal de conteúdo Vida de Dono e tome as melhores decisões envolvendo o seu dinheiro e o da sua empresa.

Fonte: Azulis