Fluxo de Caixa: Confira 5 problemas frequentes e suas soluções!

0

A saúde financeira da sua empresa começa e termina no fluxo de caixa. Isso não é novidade para nenhum gestor, administrador ou contador – ou pelo menos não deveria ser.

Contudo, mesmo quando a empresa acompanha com regularidade o seu fluxo de caixa e toma decisões a partir dele, há certos erros muito comuns que podem comprometer todo o seu negócio. A seguir, você pode conferir 5 problemas frequentes e suas soluções!

1) Não acompanhar o fluxo de caixa diariamente

É uma questão de hábito e também algo essencial para ter o controle completo sobre o seu negócio. Então, se as contas não fecham ou se a empresa enfrenta problemas, volte-se ao fluxo de caixa.

É possível monitorá-lo de muitas formas: por planilhas, aplicativos, softwares completos de gestão que há no mercado (e que são muito indicados) ou até mesmo o velho caderno. O importante é fazer todos os registros e fechamentos, dia após dia.

A ideia é ter pleno controle do quanto vai receber, quanto tem para pagar e dos seus lucros. E com isso, poderá tomar decisões mais assertivas sobre o seu negócio. Para saber mais sobre fluxo de caixaleia também este artigo.

2) Não focar em vendas

Uma empresa que não administra bem o seu fluxo de caixa pode não perceber que as vendas estão em baixa.

Elas são responsáveis pelos valores que entram todos os dias no seu negócio. Se elas estão em declínio e não se tem o controle de caixa devido para saber sobre isso, será difícil manter o negócio sustentável e ele poderá ter problemas sérios.

O primeiro passo, como dito, é otimizar o controle de fluxo de caixa diário. O segundo é analisar como andam as suas vendas e criar estratégias para aumentá-las. O terceiro passo é criar um plano B para enfrentar contextos mais agressivos ou de crise. O impulsionamento de vendas afeta diretamente as finanças da sua empresa e é uma tarefa rotineira.

3) Gastar mais do que ganha

Este é um erro clássico, ainda mais quando o gestor não considera o fluxo de caixa ao fazer novos gastos.

pandemia
Pandemia

É preciso fazer o balanço da empresa, controlar bem as despesas para que os gastos não sejam maiores que os ganhos, ou seja, que as contas a pagar ultrapassam as contas a receber. Há ainda os juros de serviços bancários, como o crédito especial e cartão de crédito, bem como de financiamento e dívidas que porventura a empresa tenha.

4) Falta de planejamento              

Um recurso muito importante que se alia ao fluxo de caixa é o planejamento constante e estratégico. São ferramentas que devem ter uma simbiose para que a empresa funcione adequadamente.

Não adianta ter um fluxo de caixa bem controlado se não há metas definidas. Não adianta ter metas e um plano incrível para o seu negócio se o caixa não permite colocar isso em prática.

A dica é criar estratégias para as suas vendas e fazer previsões baseadas nos números do seu negócio.

Por exemplo, quanto ganharia vendendo mais unidades por preços menores ou maiores, em tempo determinado, considerando as despesas e custos, e observar se esse montante será o suficiente para garantir uma boa receita no fim do mês e o atingimento das metas.

5) Falta de controle de estoque

A falta de controle do estoque pode gerar problemas no fluxo de caixa e também em todos os processos do negócio. Se a demanda da empresa cresce e o seu estoque não acompanha, terá menos vendas do que poderia ter, não poderá aproveitar oportunidades e ainda perderá margem de lucro. E estoque excedente pode significar perda de dinheiro e desperdício.

Há muitos meios de monitorar o estoque, inclusive em tempo real, e ainda mantê-lo alinhado com o fluxo de caixa, em diferentes épocas do ano.

Com estas pequenas dicas, já é possível evitar erros complexos em relação ao fluxo de caixa e também quanto à saúde do seu negócio como um todo.

Tem problemas com a contabilidade da sua empresa? Entre em contato com os especialistas da OSP Contabilidade e conheça soluções que podem impulsionar a sua empresa!

Original por OSP assessoria contábil