Se você foi demitido inesperadamente, não entre em desespero. Respire fundo e confira as dicas do especialista Sílvio Celestino:

1 – Não faça nenhuma ação precipitada que possa causar-lhe prejuízos futuros. Por exemplo: falar mal do chefe ou da empresa que o demitiu, afinal você nunca sabe se um dia haverá uma nova oportunidade na mesma empresa ou mesmo se não encontrará seu chefe em outro lugar.

Oferta Especial!

2 – Pela razão acima, procure fazer o que for necessário para recobrar a serenidade o mais rápido possível para que possa começar a agir em busca de uma nova colocação. Converse com um amigo para desabafar. Isso ajuda a acalmar. Caso prefira ficar sozinho, fique. O importante é que você possa estar pronto o mais rápido possível para agir sem causar danos à sua carreira. Se não recobrar a serenidade, pode ser que você esteja irritado em meio a uma entrevista de emprego e ninguém quer contratar uma pessoa que não sabe lidar com frustrações.

3 – Prepare uma lista de possíveis pessoas a contatar para comunicar que está disponível para novas oportunidades. Escolha aquelas que possam indicar-lhe uma chance de recolocação ou abrir portas. Estudos mostram que entre 60% e 80% das vagas são preenchidas por indicação, portanto mantenha sempre sua lista de relacionamentos em dia para quando precisar contatar estas pessoas não ser constrangedor fazê-lo.




4 – Lembre-se dos fornecedores e dos clientes de seu antiga empresa como potenciais locais para procurar uma nova colocação. Afinal, eles podem conhecer você e isto ajuda – desde que o motivo de sua demissão não tenha sido relacionado com um deles, é claro.

5 – Procure um retorno de seu empregador sobre o motivo pelo qual foi demitido. Embora a demissão possa parecer inesperada, é provável que alguns sinais já tenham lhe sido dado e não os tenha percebido.

6 – Faça um currículo que tenha mais a ver com seus desejos de carreira. Já que terá de procurar um novo emprego, procure um que lhe seja inspirador. Mas, importante, não coloque nele competências que não possui. Seja realista.

7 – Avalie como está sua condição financeira. Reduza os gastos, mas não tire todos os seus momentos de lazer e diversão: você precisa de muita energia para procurar emprego e são estes momentos que criam energia, portanto, dentro de uma faixa aceitável de gastos não pare a academia, o cinema, ou seja lá o que faz para se reenergizar.

8 – A estratégia vencedora para quem está procurando um novo emprego é formada pelo binômio persistência e resiliência: persistência para procurar emprego até encontrá-lo e resiliência para agüentar muitos “nãos” até que surja a oportunidade que lhe cabe. Resiliência é a capacidade do profissional de se recuperar após uma frustração e agir em direção aos seus objetivos, neste caso, um novo emprego – você vai precisar desta capacidade em toda sua vida profissional.

9 – Ao conseguir um novo emprego, desenvolva-se sempre, seja treinável, não repita os mesmos erros e mantenha permanentemente em vista seu crescimento profissional, sua rede de relacionamentos relevantes e as informações sobre os mercados em que sua empresa atua. Deste modo você evitará ser surpreendido novamente. (Com Jornal O Globo)

[useful_banner_manager banners=18 count=1]

Comente no Facebook

Comentários