Gestão Financeira: Conheça 4 pecados capitais que comprometem sua empresa

Algumas atitudes simples podem ser adotadas para favorecer o crescimento de seu negócio

Falar em gestão financeira parece coisa de outro mundo, mas isso não é verdade. Ações simples e extremamente importantes podem favorecer o crescimento de qualquer empresa, principalmente quando falamos dos microempreendedores, já que tudo depende inicialmente do próprio empresário. Renan Kaminski, sócio-fundador da 4blue, consultoria especializada em gestão para micro e pequenas empresas, preparou uma lista de 4 pecados capitais que qualquer indivíduo deve evitar ao abrir o próprio negócio. E acredite, esses pecados podem sim levar uma empresa à falência!

1 – O dinheiro da empresa não é seu (por mais que pareça)

O primeiro pecado realmente é uma tentação daquelas, principalmente nos primeiros anos de negócio. O grande desafio do empreendedor é entender que a receita da empresa, que são os valores que entram a partir de um serviço feito ou produto entregue, não é para uso pessoal. É preciso saber direcionar os recursos que chegam à empresa e por isso o planejamento é indispensável. Se o empreendedor gastar, não terá como reinvestir e nem sequer pagar as contas da empresa.

2 – Não ter controle das movimentações (cada centavo importa!)

É preciso organizar os valores que entram e saem, mesmo que seja R$ 5 reais, por exemplo. É fundamental ter essas informações numa planilha. Todas as decisões no empreendedorismo envolvem dinheiro, desde pagar uma conta ou até realizar um investimento. Portanto, ter registrado toda e qualquer movimentação financeira é indispensável para a tomada de decisões. E contar cada centavo neste caso não é avareza, mas sim cuidado com o seu próprio negócio.

3 – Não analisar números (não precisa ser matemático para isso)

Quem não acompanha os números não consegue visualizar o cenário em que está inserido seu próprio negócio. Na prática, o empreendedor precisa saber se está tendo prejuízo, se há gastos que pode cortar ou até economizar e por aí vai. Ter essa visão é fundamental para ir se adequando e buscando os caminhos para crescer. Os resultados envolvem estratégia e só é possível saber se está no rumo certo se realmente interpretar com veracidade os números da sua empresa.

4 – Copiar o preço da concorrência (suas contas são diferentes)

Você precisa entender mais sobre precificação. Quanto vale o seu trabalho? Copiar o mesmo valor do concorrente é ignorar que suas contas podem ser diferentes da dele. Já pensou trabalhar bastante e não conseguir fechar o mês com os custos básicos, por exemplo? Ser competitivo é indispensável independentemente do segmento, mas é preciso avaliar bem para ter um preço justo de acordo também com seus investimentos e tempo de trabalho.

“É importante reforçar que essas medidas são básicas, mas extremamente necessárias e podem levar um negócio ao sucesso ou ao fracasso, caso sejam ignoradas. Lembre-se que o conhecimento sobre gestão é indispensável na jornada do empreendedorismo”, esclarece o especialista.

A 4blue desde 2009 presta consultoria e treinamento financeiro para pequenas empresas de todo o Brasil, além de outros serviços estratégicos e empresariais.

Comentários estão fechados.