A inovação aplicada aos processos da área fiscal traz mais segurança e agilidade, contribuindo para que as empresas consigam cumprir as exigências tributárias com maior eficiência e estabilidade – evitando erros e multas devido às autuações fiscais

O grande número de obrigações fiscais está entre os principais desafios das empresas brasileiras. As exigências tributárias consomem não só o orçamento, mas também o tempo dos empresários e de seus profissionais. De acordo com uma pesquisa do Banco Mundial e da PricewaterhouseCoopers, as empresas no Brasil gastam 2,6 mil horas por ano apenas para conseguir cumprir com as obrigações fiscais. Esse é mais que o dobro do tempo médio nas organizações em todo o mundo.



Para o pequeno varejista, são, em média, dez obrigações todos os meses. Já em uma empresa do setor industrial, esse número pode chegar a vinte. Além disso, a impossibilidade de cumprir todas as exigências fiscais também é um dos fatores que dificulta o desenvolvimento de muitas empresas – o valor das multas atreladas às obrigações tributárias chega a, muitas vezes, inviabilizar a continuidade do negócio.

E é nesse contexto que a inovação e Governança Fiscal adquirem um papel fundamental, trazendo segurança e agilidade aos processos da área fiscal. A unidade brasileira da multinacional dinamarquesa CHR-Hansen conta com as soluções da Quirius, empresa especialista em Compliance e Governança Fiscal, para redução de custos operacionais e gestão dos benefícios fiscais.

“A área de tecnologia da CHR-Hansen está focada em seu core business e não é especialista na área tributária. Por isso, contar com a ajuda de uma especialista como a Quirius e usar uma metodologia voltada às necessidades fiscais de nossa empresa, é muito importante para o nosso desenvolvimento. Além de atender às exigências governamentais, ainda damos dinamismo aos processos necessários”, destaca Antonio C. Ortolano, gerente de Controladoria da CHR.

Agilidade e eficiência

Como resultado, além de estarem sempre em dia com as obrigações fiscais e nunca terem perdido nenhum prazo, ele destaca também a agilidade que as soluções trazem aos procedimentos. “Com a ajuda das soluções da Quirius, já conseguimos economizar de 20 a 25% do tempo gasto com as atividades fiscais”, aponta Ortolano.

O diretor de Operações da Quirius, Marlos Adriano Brust, ressalta ainda que o projeto da CHR trouxe mais integridade e segurança às informações fiscais da empresa e, além disso, a automação dos processos deu mais eficiência à área fiscal. “Nossas soluções automatizam as análises e dão agilidade ao processo de entrada dos documentos fiscais. Desta forma, os profissionais da área fiscal da CHR deixam de ser “executores de rotinas” para efetivamente tornarem-se Analistas”, salienta.

Parceiros fiscais

Como os processos fiscais brasileiros são criteriosos e exigentes, além da tecnologia, o conhecimento e a competência dos fornecedores de soluções fiscais é importante para garantir a eficiência e idoneidade nessa área. A Quirius atua de forma estratégica e analítica, seus profissionais trabalham com foco na geração de valor para seus clientes, maximizando os resultados e adaptando os serviços e soluções às necessidades de cada empresa.

Ortolano, da CHR, destaca em relação à parceria com a Quirius essa qualidade e o direcionamento que os consultores dão para que as soluções estejam de acordo não só com as exigências fiscais governamentais, mas também alinhadas ao mercado em que atuam. Segundo ele, esse é um dos principais fatores para o sucesso das operações. “Eles possuem profundo conhecimento não só das ferramentas fiscais, como também preocupam-se em adaptar os processos à realidade de nosso negócio. Além disso, fornecem um atendimento ágil e eficaz, o que ajuda a minimizar os riscos e a resolver os problemas com a rapidez que os processos fiscais exigem”, explica Ortolano. Brust afirma que esse posicionamento da Quirius a faz mais que uma fornecedora, e sim uma parceira fiscal de seus clientes

[useful_banner_manager banners=18 count=1]