Governo amplia para 35% a redução do IPI de diversos seguimentos!

Boa parte dos produtos não terão aumento na redução, permanecendo com os 25%, assim como os produtos produzidos na Zona Franca de Manaus

Foi publicado no dia 29 de abril deste ano, o decreto da Presidência da República reduzindo alíquotas do IPI em 35%. O decreto publicado anteriormente tinha como desconto apenas 25%, agora ampliado para 35%, o que muito favorecerá as indústrias e as importações brasileiras. Segundo o ministro da Economia, Paulo Guedes, isso é para estimular a injeção de recursos na economia especialmente após a retração provocada pelo longo período da pandemia do Coronavírus.

O novo desconto nas alíquotas de IPI beneficia os seguintes seguimentos:

  • Calçados
  • Tecidos
  • Artigos de metalurgia
  • Aparelhos de TV e de som
  • Carros
  • Armas
  • Móveis
  • Brinquedos
  • Máquinas

Este aumento no desconto gerará ao longo dos anos uma perda na arrecadação federal de impostos da seguinte forma:

R$ 15, 2 bilhões em 2022

R$ 27,3 bilhões em 2023

R$ 29,3 bilhões em 2024.

Boa parte dos produtos não terão aumento na redução, permanecendo com os 25%, assim como os produtos produzidos na Zona Franca de Manaus.

É importante frisar que, em um grande esforço, o governo, através do ministro da Economia, voltou a articular as lideranças no sentido de retomar a Reforma Tributária já esquecida desde o final do ano passado.

Por Francisco Demolinari Arrighi

Fradema Consultores Tributarios

Comentários estão fechados.