Governo antecipa abono de até R$ 1.100 do PIS/PASEP; Será que você tem direito?

0

O governo antecipou o calendário PIS/Pasep para realizar todos os pagamentos do ano de uma só vez. Lembrando que você tem até o dia 30 de junho para sacar o valor.

A última rodada do abono salarial foi antecipada, as parcelas estão sendo pagas desde fevereiro. Com lotes que somam até 7,33 bilhões.

Quem trabalha para a área privada irá receber o PIS (Programa de Integração Social) que é pago pela Caixa Econômica Federal. O Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) é destinado para os servidores públicos e é pago pelo Banco do Brasil.

Quem tem direito ao PIS-Pasep?

Receberá o PIS/Pasep quem trabalhou com carteira assinada em 2019, durante 12 meses ou 30 dias.

Quem trabalhou 12 meses receberá R$ 1.100, quem trabalhou 30 dias poderá sacar R$ 92,00.

Para ter direito ao benefício será necessário cumprir algumas regras como:
Receber até dois salários mínimos, na média, em 2019; – Cadastrados no PIS-Pasep há pelo menos cinco anos; – Com pelo menos 30 dias trabalhados em 2019; – Informado corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais.

Como sacar?

PIS

O PIS poderá ser sacado pelo beneficiário que tiver conta na Caixa Econômica Federal. Para os que não possuem conta em banco, o valor será creditado em conta poupança social digital. O saque também poderá ser feito com cartão cidadão e senha nos terminais de autoatendimento, lotéricas e nos correspondentes Caixa Aqui.

Quem não tem o Cartão Cidadão pode fazer o saque em qualquer agência, com um documento com foto.

Para quem já tem uma conta na Caixa, os créditos foram disponibilizados nas contas existentes e os valores podem ser movimentados usando o cartão da conta, o internet banking da Caixa ou o aplicativo da Caixa.

O trabalhador que não possui conta na Caixa, receberá o dinheiro em conta poupança social digital, com abertura automática. Portanto, o dinheiro é movimentado pelo aplicativo Caixa Tem.

Pasep

Quem não é correntista pode transferir o dinheiro para uma conta de sua titularidade via TED, pela internet ou em terminais de autoatendimento do BB. Outra possibilidade é sacar o dinheiro em uma agência. Porém, para quem é correntista do Banco do Brasil recebeu o pagamento direto na conta, de forma automática.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil