O lucro obtido pelo Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) em 2019, que seria distribuído entre os trabalhadores brasileiros será substituído, de acordo com o Governo Federal.

O montante de R$ 7,5 bilhões será divididos proporcionalmente e vinculado à conta do fundo na titularidade de cada trabalhador, estejam elas ativas ou inativas. 

O valor a ser repartido é equivalente a 66,2% do lucro do ano anterior.

Sendo assim, a medida corresponde ao rendimento anual sobre o percentual de 4,9%, que superou a inflação atingindo 4,31%.

Portanto, haverá um ganho real para todos os trabalhadores.

Conforme a Caixa Econômica Federal (CEF), responsável pelo FGTS, hoje existem cerca de 167 milhões de contas ativas e inativas.

Isso quer dizer que, cada trabalhador receberá, em média, R$ 45,00 por conta vinculada.

A previsão é para que o depósito aconteça até o dia 31 de agosto. 

Rendimento do FGTS

O rendimento anual do FGTS é garantido perante a Lei, incidente sobre o percentual de 3%, mais a Taxa Referencial (TR), que neste caso, foi de 1,48%.

A somatória dispõe sobre o rendimento total referente a 2019 de 4,9%.

Sendo assim, caso o trabalhador possua R$ 1 mil em uma conta do FGTS, o rendimento correspondente ao ano anterior é de R4 48,40.

Deste total, se refere ao lucro daquele período, se tratando do valor a ser depositado pela Caixa.

Aqueles que tiverem R$ 100 mil em conta, por exemplo, receberão até R$ 1.840 do lucro. 

FGTS

Como sacar o valor extra

Quem já sacou o recurso do FGTS em 2020, não perderá o rendimento.

Como o depósito se refere ao valor presente na conta em 2019, será considerado apenas o saldo disponível até 21 de dezembro de 2019.

Este rendimento extra será depositado diretamente em cada conta do FGTS, entretanto, os requisitos para o saque são os mesmos da modalidade geral.

Ou seja, quando o trabalhador é demitido sem justa causa, na compra de uma casa própria ou aposentadoria, por exemplo. 

Os trabalhadores interessados em consultar a quantia disponível em conta, poderá o fazer após a distribuição dos rendimentos do FGTS a partir de 31 de agosto.

Para isso, basta acessar o site da Caixa, Internet Banking, ou aplicativo do FGTS. 

Outras modalidades de saque do FGTS

Diante da pandemia da Covid-19, o Governo Federal disponibilizou uma nova modalidade de saque temporário.

Se trata do saque emergencial no valor máximo de R$ 1.045,00.

Até então, sete lotes do pagamento deste auxílio já foram liberados, de modo que o calendário de pagamentos continua até o dia 21 de setembro.

Além disso, também há a possibilidade de o trabalhador optar pela modalidade do saque-aniversário, aprovado em 2019, e que passou a vigorar este ano.

Neste caso, é permitido a retirada parcial do saldo disponível na conta do FGTS no mês de aniversário do trabalhador a cada ano. 

DICA EXTRA JORNAL CONTÁBIL: Você gostaria de trabalhar com Departamento Pessoal?

Já percebeu as oportunidades que essa área proporciona?

O Viver de Contabilidade criou um programa completo que ensina todas as etapas do DP, desde entender os Conceitos, Regras, Normas e Leis que regem a área, até as rotinas e procedimentos como Admissão, Demissão, eSocial, FGTS, Férias, 13o Salário e tudo mais que você precisa dominar para atuar na área.

Se você pretende trabalhar com Departamento Pessoal, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um profissional qualificado.

Por: Laura Alvarenga