Governo Federal quer adiar ampliação do Simples para 2017

O líder do governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE), disse que uma das propostas do Palácio do Planalto é que a ampliação do regime tributário.

0

O líder do governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE), disse que uma das propostas do Palácio do Planalto é que a ampliação do regime tributário Simples, que tramita no Congresso Nacional, entre em vigor somente em 2017. O projeto foi o pivô de atritos entre o ministro da Secretaria de Micro e Pequenas Empresas, Guilherme Afif, e a Receita Federal.

O projeto foi o pivô de atritos entre o ministro da Secretaria de Micro e Pequenas Empresas, Guilherme Afif, e a Receita Federal. O Ministério da Fazenda é contra a aprovação imediata da medida que reduziria a arrecadação de tributos em tempos de ajuste fiscal. Guimarães disse que o “problema é o timing” e, por isso, Afif se reuniu nesta terça-fei

Guimarães disse que o “problema é o timing” e, por isso, Afif se reuniu nesta terça-feira com parlamentares para que o efeito da ampliação do Simples seja em 2017. “Não há divergência no mérito”, afirmou o líder do governo na Câmara, ou seja, o Planalto defende a medida, que contribui ainda mais com o “legado” para as micro e pequenas empresas, mas

O projeto está na pauta do plenário da Câmara. Guimarães falou no início da reunião da bancada do PT. (Matéria Valor Econômico)

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.