Governo libera saque do PIS/Pasep até o fim de junho

0

O governo está liberando até o final de junho o abono salarial PIS/Pasep para os trabalhadores que recebem até dois salários mínimos. O abono é destinado para quem tenha trabalhado 30 dias ou 12 meses no ano-base 2019.

Os saques estão sendo liberados até o dia 3 0 de junho de 2021, e é referente ao ano-base 2019 e que ainda não tenha retirado os valores, que podem variar entre R$ 92 a R$ 1.100 conforme o tempo trabalhado.

Receberão o PIS, os trabalhadores que trabalham na iniciativa provada. E o Pasep é destinado aos trabalhadores do setor público. O PIS é pago pela Caixa Econômica Federal e o Pasep é pago pelo Banco do Brasil.

Critérios para recebimento do PIS/Pasep

Os trabalhadores para receberem o PIS/Pasep vão precisar se enquadrar nas seguintes exigências:

  • Ter exercido atividade de carteira assinada por pelo menos 30 dias no ano-base;
  • Ter ganho, no máximo, dois salários mínimos, em média, ao mês;
  • Está inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos;
  • É preciso, ainda, que a empresa onde trabalhava tenha informado os dados corretamente ao governo.

Quanto posso receber?

O abono salarial é pago conforme o tempo trabalhado. Os valores vão variar entre R$ 92 a R$ 1.100. Sendo assim, quem trabalhou 12 meses no ano de 2019 vai receber um salário mínimo (R$ 1.100), e quem trabalhou 30 dias, receberá R$ 92.
Em caso de dúvidas veja a tabela, referente a quantidade de meses trabalhados e o valor a receber:

Meses trabalhadosValor a receber
1R$ 92,00
2R$ 184,00
3R$ 275,00
4R$ 367,00
5R$ 459,00
6R$ 550,00
7R$ 642,00
8R$ 734,00
9R$ 825,00
10R$ 917,00
11R$ 1.009,00
12R$ 1.100,00

Para ter acesso aos valores que irá receber do PIS/Pasep bastará seguir as orientações:
PIS: Acesse o aplicativo Caixa Trabalhador ou no site da caixa (www.caixa.gov.br/PIS), vá em “Consultar pagamento”. Ou Pelo telefone de atendimento da Caixa: 0800 726 0207.

PASEP: já o Pasep poderá ser consultado através do Banco do Brasil, através dos seguintes telefones: 4004-0001 (capitais e regiões metropolitanas); 0800 729 0001 (demais cidades) e 0800 729 0088 (deficientes auditivos); ou acesse o site do BB.

Abono salarial é adiado

O abono salarial foi adiado o seu pagamento para 2022, sendo assim, os trabalhadores que deveriam receber o abono salarial de 2020 a partir do segundo semestre de 2021 só terão acesso ao dinheiro em 2022.

A mudança do calendário foi aprovada pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), que concordou que seja realizado somente no ano o pagamento do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep).

Também ficou decidido pelo Codefat que a partir de 2022, o abono será pago sempre no primeiro semestre de cada ano. As datas de pagamento só serão divulgadas no início do próximo ano, quando a base de dados enviada pelos empregadores a partir de outubro de 2021 terminar de ser processada e a lista de beneficiários for concluída.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil