Governo prevê novo valor para o salário mínimo 

O valor correspondente ao salário mínimo é referência 56,7 milhões de brasileiro, sendo este um tema de extrema importância. 

Dentre os temas que chamam a atenção dos brasileiros, está a quantia paga no dito salário mínimo, que nada mais é, que a base salarial paga aos trabalhadores e beneficiários da previdência. Isto é, nenhum integrante de um dos grupos citados, pode receber um valor abaixo do piso nacional. 

Nesta linha, o salário mínimo é alvo de muitas discussões e não é pra menos, até porque a inflação ainda permanece em constantes aumentos, o que naturalmente, impacta no bolso do cidadão, que por sua vez, está sujeito a arcar com altos preços de produtos e serviços. 

Diante disso, a Constituição Federal prevê que o piso nacional deve ser corrigido anualmente, acompanhando, ao menos, o acúmulo inflacionário atingido no ano anterior. Para você entender melhor, à medida que preço de produtos e serviços sobem, o piso deve subir, no mínimo, proporcionalmente a esses aumentos. 

De acordo com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), o valor do salário mínimo é tomado como referência por cerca de 56,7 milhões de brasileiros, isto inclui  24,2 milhões de beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). 

Exposto isto, continue sua leitura, e esteja por dentro das atuais projeções para o valor do salário mínimo. 

Nova previsão para o salário mínimo

Em 2022, o Governo Federal fixou o salário mínimo em R$ 1.212, entretanto, este primeiro semestre, já conta com algumas previsões de como estará o piso no próximo ano. Confira:

Segundo o disposto na PLDO (proposta da Lei de Diretrizes Orçamentárias), enviada ainda em abril ao Congresso Nacional, a projeção do índice inflacionário esta 6,7%, fazendo com que o salário mínimo seja reajustado para R$ 1.294. 

Por sua vez, Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia, anunciou, no último dia de 19 de maio, uma nova previsão, aumentando o índice da inflação para 8,1%. Caso essa estimativa se confirme, o salário mínimo irá saltar para R$ 1.310,17, em 2023. 

Vale ressaltar que estes valores, são apenas projeções de como estará o acúmulo da inflação até dezembro de 2022, segundo o cálculo do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). 

Haverá ganho real em 2023?

Ao que tudo indica, 2023, representará o quarto ano seguido que a correção do salário mínimo não terá ganhos reais. Isto porque, em ambas as projeções (R$ 1.294 ou R$ 1.310,10) não haverá um reajuste superior ao índice da inflação. 

Em suma, isto basicamente quer dizer que o poder de compra do trabalhador, não terá um aumento, apenas será mantido, tendo em vista que os valores previstos apenas acompanham a inflação medida pelo INPC. 

Confira os reajustes do salário mínimo nos últimos quatro anos:

  • 2018: R$ 954,00 – reajuste de 1,8%;
  • 2019: R$ 998,00 – reajuste de 4,6%;
  • 2020: R$ 1.045,00 – reajuste de 4,7%;
  • 2021: R$ 1.100,00 – reajuste de 5,2%;
  • 2022: R$ 1,212,00 – reajuste de 10,04%.

Comentários estão fechados.