O Auxílio Emergencial é destinado aos trabalhadores informais, beneficiários do Bolsa Família e desempregados. O Auxílio poderá ser estendido até dezembro.

A equipe econômica está cogitando prorrogar o benefício até dezembro, apesar de haver uma preocupação com o impacto fiscal da ação. Mas, se acontecer do auxílio ser estendido, não será no valor de R$ 600, mas, a intenção que seja fixado em R$ 200 até dezembro.

Quando foi idealizado o Auxílio Emergencial, sua validade seria para três meses. Sendo que aconteceu uma prorrogação para mais dois meses no valor de R$ 600. A intenção é uma nova prorrogação para os meses de setembro, outubro, novembro e dezembro, com parcelas no valor de R$ 200.

Impacto financeiro do auxílio emergencial

serasa limpa nome

O auxílio emergencial de R$ 600,00 ou R$ 1.200,00 (para mães de família) vai custar aos cofres públicos R$ 254,4 bilhões. O valor é relativo às cinco parcelas anunciadas, de abril a agosto. Mensalmente, ele gera a despesa de R$ 51,5 bilhões, sendo a mais cara entre todas as ações previstas no pacote anticrise.

O auxílio sendo estendido dará mais fôlego para uma provável implementação do Renda Brasil. O programa vem sendo planejado pelo governo há alguns meses, que irá unificar o Bolsa Família, seguro-defeso (destinado a pescadores durante o período de reprodução dos peixes), farmácia popular e abono salarial.