Está se cogitando no governo estender o auxílio emergencial até o final do ano. O motivo é porque ainda não definiram os rumos do Renda Brasil e quando será lançado.

Mas, se for estendido até dezembro, o valor do auxílio será menor do que é pago atualmente. O governo alega, que no valor de R$ 600 não será mais possível manter o pagamento. Cogita-se, que o valor passe para R$ 200,00, que seria o que foi inicialmente proposto pelo governo e rebatido pelo Congresso.

Em abril, o Governo Federal defendeu o pagamento de R$ 200, mas o Congresso Nacional insistiu que fosse, ao menos, R$ 500,00. Só que mais tarde, chegaram a um acordo e o valor ficou em R$ 600, pagos atualmente.

Para manter mais três parcelas, o Governo irá precisar da aprovação do Congresso, sendo aprovado, o auxílio seria pago a partir de outubro até dezembro de 2020.

Estimativas do Ministério da Economia, mostram que a ampliação do programa custaria R$ 203 bilhões aos cofres públicos.

Liberação de mais uma parcela do auxílio emergencial

auxilio emergencial

Na quarta-feira, dia 5, foi liberada mais uma parcela do auxílio emergencial. Os R$ 600 foram pagos para os nascidos no mês de maio.

O dinheiro, primeiro é depositado na conta poupança social digital e poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem.

O App pode ser baixado gratuitamente nas lojas Google Play Store e Apple Store. Está disponível para usuários Android e iOS.

Sendo possível, efetuar pagamento de contas, boletos e fazer compras online ou em estabelecimentos físicos por meio do QR Code. Isso deverá ser feito até que o dinheiro seja liberado para saque ou transferência.

Para identificar em qual dos grupos você se encontra, é preciso acessar o endereço https://auxilio.caixa.gov.br/#/inicio. Nele, você vai consultar sua situação cadastral e identificar de qual ciclo faz parte. Após isso, basta acompanhar os calendários.