Governo vai liberar saque de R$ 1.100 do FGTS em 2021?

0

Uma nova rodada do saque emergencial do FGTS como aconteceu em 2020 deve ser liberado pelo Governo Federal também em 2021. A medida foi uma das iniciativas adotadas pelo governo em 2020 no combate a pandemia.

A maneira como os saques serão liberados ainda não foi divulgado. O que se sabe por enquanto é que, caso o programa emergencial de saque funcione nos mesmos moldes de 2020, o valor pago este ano será de um salário mínimo, e como o mínimo teve um reajuste de 5,26% o saque deverá ser de até R$ 1.100.

Vale lembrar que o valor disponível em 2020 utilizava os recursos das contas ativas (emprego atual) dos trabalhadores bem como das contas inativas (empregos anteriores). Outro ponto de atenção é que o saque se limita ao salário mínimo, mesmo que o cidadão possua mais que isso em conta. Assim como caso o cidadão possua menos que o mínimo em conta, ele poderá sacar somente o que possuir até o teto de R$ 1.100.

FGTS

De acordo com um dos desenvolvedores da medida, o principal cenário para verificar a possibilidade de liberação de saque do FGTS é o cenário atual, após a virada de ano onde o anúncio da nova rodada de saques pode acontecer ainda este mês.

Segundo membros da equipe econômica do governo, há uma margem para que os recursos do FGTS possam vir a ser liberados para retirada sem que possa comprometer a sustentabilidade do Fundo de Garantia.

O saque do FGTS emergencial liberado no ano passado possibilitou o trabalhador a sacar até R$ 1.045 do fundo das contas do FGTS. O objetivo da medida era injetar R$ 38 bilhões a economia com os saques. Contudo, segundo a Caixa Econômica Federal dos R$ 38 bilhões esperados, aproximadamente R$ 30,1 bilhões foram sacados. Vale lembrar que os recursos que não foram sacados voltaram automaticamente as contas do fundo dos trabalhadores.