Seja para criar uma renda extra ou para cobrir o desemprego, diversos brasileiros buscam formas de ganhar dinheiro pela Internet. Se esse é o seu caso, você está no lugar certo: a Azulis separou 25 maneiras possíveis e simples de conseguir dinheiro sem sair de casa. E não se preocupe, todas as maneiras listadas a seguir são honestas e comprovadas.

Confira a seguir os melhores jeitos de ganhar dinheiro na Internet!

1. Narre LIVROS EM ÁUDIO

Uma maneira pouco conhecida de ganhar dinheiro na Internet é narrando audiobooks (áudios de livros). Muitas pessoas preferem ouvir livros ao invés de lê-los – e é nisso que você deve apostar. A plataforma UBX é uma opção para fazer essa fonte de renda acontecer: o site une produtores a narradores e estabelece um contato para ofertas e propostas futuras. Para contratarem seu serviço, é importante que você tenha boa dicção e um bom equipamento de gravação de áudio.

2. Responda PESQUISAS remuneradas

Responder pesquisas é uma das maneiras mais simples de ganhar dinheiro na Internet. Além de não precisar ter um conhecimento específico sobre determinado assunto, você provavelmente não levará muito tempo para responder as perguntas. O primeiro passo para descolar uma grana desse jeito é se cadastrar em sites que agregam pesquisas remuneradas, como Toluna, Lifepoints e Greenpanthera. Ao informar dados do seu perfil, os portais te enviam questionários sobre produtos ou serviços por e-mail para você avaliá-los. A recompensa pode ser em forma de transferência PayPal, como é o caso da LifePoints, ou pontos que podem ser trocados por dinheiro ou crédito em lojas.

3. Seja ASSISTENTE virtual

Se você é organizado, prático, eficiente e quer ganhar dinheiro sem sair de casa, vale a pena apostar no trabalho de assistente virtual. Profissão popular nos Estados Unidos, um assistente virtual é um secretário remoto cujas funções costumam ser: fazer reservas, gerenciar e-mails, marcar ligações, entre outras. Você pode encontrar ofertas como assistente virtual em sites como Remote.com, Upwork e Workana.

4. Venda CRIAÇÕES no Etsy

O Etsy é uma plataforma que reúne as mais variadas produções artísticas, desde móveis de madeira a cadernos feito à mão. Se você tem um pé no artesanato, confira se a plataforma oferece bons valores para suas produções. Em caso positivo, crie uma página com suas criações e comece a vender! Conforme seus produtos fazem sucesso, pense se vale a pena criar uma loja online própria para suas criações.

5. Venda em E-COMMERCE

Se você não confecciona produtos, mas deseja vender coisas, vale a pena apostar no e-commerce. Seja para um produto usado que você não quer mais, um item que se arrependeu de comprar ou até mesmo algo que comprou para revender, o e-commerce é uma alternativa simples de começar negócios. E, para isso, não é necessário criar uma plataforma própria de e-commerce. Por meio de sites como Elo7 ou Mercado Livre, você já consegue postar anúncios do que deseja vender.

6. Crie um BLOG NICHADO

Criar um blog abre portas para diferentes tipos de renda extra, ainda mais se o tema do site for bem específico. Se você focar em um assunto e se esforçar para postar conteúdos relevantes na página, há mais chances de seu blog ranquear no Google e, portanto, ganhar mais visitas. Para isso, também é importante saber escrever bem, ter noções básicas de marketing e escolher um assunto com o qual afinidade. Com grande tráfego no blog, você pode aproveitar para vender anúncios de produtos, fazer parcerias com marcas do segmento especializado, publicar artigos patrocinados e, com isso, ganhar dinheiro.

7. Use o GOOGLE ADSENSE

Falando em blog de nicho, o Google Adsense é uma opção complementar para quem já tem o próprio site. A ideia da ferramenta é disponibilizar links patrocinados que façam sentido com o seu público, geralmente em blocos ao longo do site. Dependendo do número de cliques e visitantes no blog, o Google calcula quanto você receberá. Para usar o Google Adsense, basta fazer o cadastro no site e selecionar os tipos de anúncios que você deseja exibir no seu site.

8. Venda no ENJOEI

O Enjoei é uma plataforma de venda assim como o Mercado Livre ou Elo7. No entanto, o site criado em 2009 foca em roupas, bolsas e outros itens de vestuário. Se você possui alguma blusinha guardada em casa que não usa mais, crie uma conta no Enjoei e faça um anúncio para vendê-la. Uma vez aprovado o anúncio, é só esperar um cliente entrar em contato para liberar um espaço no armário e, também, ganhar dinheiro.

SAIBA+AZULIS: Como montar uma loja de roupas de sucesso: passo a passo

9. Jogue com o TWITCH

“Sai desse videogame, menino! Para ganhar dinheiro você tem que estudar!”. Apesar de essa frase dita por tantas mães ser válida, ela não é 100% verdade. Hoje em dia, muita gente sobrevive da renda de games e, uma das maneiras mais conhecidas para isso, é o Twitch, uma plataforma de streaming de jogos. Se inscrevendo no Twitch, você consegue fazer transmissões jogando e pedir doações para os espectadores. Conforme sua popularidade aumenta, você tem chance de ganhar mais doações e até mesmo conseguir a exposição necessária para ser um jogador profissional.

SAIBA+AZULIS: As 10 empresas mais inovadoras do mundo em 2019

10. INVISTA online

Para ganhar dinheiro investindo, primeiro é necessário ter uma quantia disponível para aplicar. Mas não se preocupe, você não precisa ter rios de dinheiro para comprar títulos de renda fixa ou investir em ações. O Tesouro Direto, por exemplo, é uma opção segura de investimento que pode ser comprada a partir de R$30. Hoje também existem contas digitais, como o Nubank e Pagbank, que fazem seu dinheiro render automaticamente.

Vale a pena conferir corretoras online que disponibilizam os mais diversos tipos de investimento, como a Easynvest ou a XP Investimentos. Por fim, se você quiser mergulhar de cabeça no mercado financeiro, não deixe de conferir as análises e artigos da Capital Research, uma casa de análise que vai te ajudar a investir seu dinheiro da melhor forma.

11. Dê AULAS particulares

Se você tem algum talento, ou entende muito sobre um assunto, aposte em dar aulas particulares online. Por meio de plataformas como Skype ou Google Hangouts, você consegue dar aulas para pessoas ao redor do mundo e não gastar com transporte! Ensinar a tocar guitarra, falar francês ou fazer tricô são algumas das inúmeras possibilidades. E não se esqueça de divulgar seu serviço nas redes sociais para conseguir diversos alunos.

Se você se interessa por esse item, vale a pena se formalizar como Microempreendedor Individual (MEI) para vender suas aulas. Além de ter um CNPJ e conseguir emitir nota fiscal, você tem direito a benefícios como auxílio-doença, salário maternidade e aposentadoria. Basta se inscrever no Portal do Empreendedor e pagar mensalmente o boleto DAS, cujo valor costuma ser em torno de R$50.

SAIBA+AZULIS: Guia do MEI: tudo o que você precisa saber

12. Seja YOUTUBER

Quer uma prova de que ser youtuber dá dinheiro? É só conferir as redes sociais de personalidades como Whindersson Nunes, Felipe Neto e Julia Silva e ver as inúmeras viagens que eles fazem. Publicando vídeos no Youtube, personalidades como essas conseguem parcerias e patrocínios que são convertidos em uma bolada de dinheiro. Apesar de ser uma maneira mais difícil e lenta de ganhar dinheiro, às vezes vale a pena tentar ser um youtuber se você é engraçado, tem especialidade em um assunto ou tem algum talento, por exemplo.

SAIBA+AZULIS: 3 lições de Whindersson Nunes para empreendedores

13. Seja REDATOR FREELANCER

Muitas pessoas estão deixando o regime tradicional de trabalho (CLT) para trás para aceitar propostas como pessoa furídica. Mais especificamente como “freelancers”, nome dado a profissionais liberais que prestam serviços de modo autônomo e costumam se enquadram como MEI. Diversos dos trabalhos do “freela” podem ser realizados pela Internet, como é o caso do redator. Com um computador na mão e talento com as palavras, você já consegue fechar contratos com empresas que buscam freelancers para produzir conteúdo. Para encontrar este tipo de demanda, vale a pena conferir plataformas que reúnem pedidos de textos, como a Rock Content e o Workana.  

14. Seja um AFILIADO

“Mas o que diabos é um afiliado?” é uma pergunta comum de quem se depara com o termo pela primeira vez. Basicamente, um afiliado é uma pessoa que vende produto de outros empreendedores e ganha uma comissão por isso, como cursos online, ebooks ou webinars. Existem diversas plataformas dedicadas a vendas de afiliados: o exemplo mais conhecido é o Hotmart, mas a Monetizze e Eduzz também são opções válidas.

15. Seja PROGRAMADOR

Hoje em dia, saber programar vale ouro. Com o mercado de tecnologia crescendo a todo vapor, a busca por desenvolvedores ou programadores também aumentou. E é possível adquirir o conhecimento da área de graça. Diversas plataformas, como CodecAcademy e Prime Cursos, fornecem cursos online e gratuitos de programação em diferentes linguagens que capacitam alunos a entrar no mercado de trabalho. Fazendo um cadastro como MEI, um programador tem altas chances de conseguir trabalhos remotos pela Internet e até mesmo um emprego fixo. Para encontrar esse tipo de freela, vale a pena checar as plataformas Trampos.com, Angel.co e We Work Remotely.

16. Crie um INFOPRODUTO

Cursos online, e-books, videoaulas, palestras e consultorias são exemplos de infoprodutos. Se você tem algum conhecimento específico ou geral que deseja ensinar, considere vendê-lo em forma de infoproduto em plataformas como o Hotmart. Do mesmo jeito que afiliados podem ganhar dinheiro vendendo um infoproduto, o próprio empreendedor também descola uma boa grana, conforme as vendas são realizadas.

17. Venda FOTOS

Você tem um “bom olho” para a fotografia? Sabe captar bem cenas, lugares e momentos? Se a resposta for sim, essa pode ser a sua maneira de ganhar dinheiro pela Internet. Sites de banco de imagens como Getty Images e Shutterstock monetizam as fotos cadastradas; basta se inscrever. Se suas fotos fizerem sucesso, porque não investir de vez na carreira de fotógrafo? Fazendo um MEI, é possível formalizar o negócio e ainda garantir benefícios previdenciários.

SAIBA+AZULIS: Como abrir uma empresa simples e bem-sucedida

18. Seja freelancer de SOCIAL MEDIA

Seus posts no Instagram ou no Facebook fazem sucesso? Você sabe que ideias performam melhor nas redes sociais? Ou em que horário você consegue mais curtidas? Que tal aproveitar esse conhecimento para ganhar dinheiro? Muitas empresas contratam freelancers para administrar suas redes sociais e é possível obter renda extra com isso sem nem sair de casa. Se você se interessa por trabalhos como esse, vale a pena se formalizar como MEI para aceitar mais propostas de trabalho e dar um “up” no seu bolso.

SAIBA+AZULIS: Instagram Shopping: aprenda a abrir sua lojinha

19. TESTE sites e aplicativos

Se a Internet é a sua praia, você provavelmente já tem um olhar treinado para o que é um bom site ou aplicativo. Ou seja, sabe o que é de fácil uso e o que está confuso. É possível usar esses conhecimentos para ganhar dinheiro: diversos sites e apps pagam usuários para avaliar seus produtos em questões como layout, usabilidade e texto. Você consegue encontrar esses sites em plataformas como Ubertesters, UserTesting, Userfeel e Testbirds.

20. Faça TRADUÇÕES

Essa é uma maneira de ganhar dinheiro que requer uma especialização maior, mas que também costuma pagar mais. Se você tem bom conhecimento de um idioma estrangeiro, faça “freelas” de tradução para empresas ou blogs que necessitam do serviço. Quem contrata esse serviço costuma solicitar nota fiscal. Sendo assim, é vantajoso você se cadastrar como MEI para conseguir satisfazer o cliente e não perder oportunidades de trabalho.

SAIBA+AZULIS: Como o MEI pode emitir nota fiscal?

21. Venda por DROPSHIPPING

O Dropshipping é uma maneira de vender produtos online sem necessariamente ter os produtos em estoque. Para ganhar dinheiro desse jeito, você precisa primeiro criar uma loja virtual e disponibilizar os produtos de uma ou várias empresas. Se um cliente comprar um produto no seu site, você pode solicitar de um fornecedor o pedido do cliente, com o dinheiro que recebeu. Dê mais atenção para empresas que não costumam vender online, porque assim seu produto fica mais raro. Por meio do Dropshipping, você não precisa se preocupar com fatores como transporte e estoque. Basta vender e, depois, comprar.

22. Seja EDITOR DE VÍDEOS

Outra carreira escolhida por freelancers é a de editor de vídeo. Empresas e youtubers, por exemplo, costumam contratar terceiros para fazer esse tipo de função. Com um bom software de edição instalado e conhecimento na área, você já consegue aceitar propostas de trabalhos pela Internet e ganhar dinheiro com isso. E, assim como acontece com tradutores e escritores freelancers, é recomendado que um editor de vídeos também seja MEI para ter o seu trabalho formalizado e aceitar mais propostas.

SAIBA+AZULIS: Conta PJ para o MEI: confira algumas opções de bancos

23. Faça CONSULTORIAS

Se você tem alguma especialização profissional ou entende muito bem de um assunto, como marketing digital, moda, design de interiores ou alimentação, vale a pena apostar no serviço de consultoria. Pelo Skype ou Google Hangouts, você pode dar consultorias sobre o assunto que domina para empresas que buscam opiniões, conselhos e feedbacks. É possível encontrar este tipo de vaga em sites como o We Work Remotely e Remoteok.io, mas lembre-se que as empresas costumam preferir profissionais que já são pessoa jurídica, como MEIs, para emitir nota fiscal.

SAIBA+AZULIS: Benefícios do MEI: quais são e quem tem direito?

24. Seja ILUSTRADOR e DESIGNER freelancer

Como você deve ter percebido, o mercado de freelancer é muito vasto. Por isso, se você tem uma habilidade, considere vendê-la pela internet como um profissional freelancer. Uma das habilidades que se adequam a este formato de trabalho é Ilustrador e Designer. Se você tem dom com as artes, encontre propostas de trabalho em sites como o 99designs e comece a ganhar dinheiro!

25. Crie um PODCAST

Vale a pena ficar de olho na indústria de podcasts. Os áudios, que podem tanto contar histórias como fornecer notícias da semana, fazem sucesso entre os ouvintes e são uma maneira nova de ganhar dinheiro. Pense em um assunto de interesse de um público e comece a produzir áudios de qualidade para plataformas de streaming, como a da Apple. Conforme seus episódios fizerem sucesso, é válido estabelecer possíveis parcerias com marcas para ganhar dinheiro. Anunciando produtos ou serviços durante os minutos de áudio, você já consegue monetizar seu podcast!

Ficou interessado nessas maneiras de ganhar dinheiro? Confira outros artigos da Azulis para aprender a montar seu negócio e ganhar muito mais!

Dica extra do Jornal Contábil: Se prepare e se especialize em Departamento Pessoal Gostaríamos que conhecessem nosso treinamento completo e totalmente na prática de departamento pessoal e eSocial para contadores. Aprenda todos os detalhes do departamento pessoal de forma simples e descomplicada. Saiba tudo sobre regras, documentos, procedimentos, leis e tudo que envolve o setor, além de dominar o eSocial por completo. Essa é a sua grande oportunidade de aprender todos os procedimentos na prática com profissionais experientes e atuantes no segmento, clique aqui acesse já!

Fonte: Azulis